Descubra tudo sobre a lista de espera do Fies 2020

O FIES 2020 dá uma chance extra de conseguir o financiamento. Veja como participar da lista de espera!

Em 2020, o FIES permitirá que milhares de pessoas façam uma faculdade particular.

Isso será possível por meio de um financiamento estudantil facilitado, aceito em centenas de boas instituições pelo país.

A cada semestre, os candidatos terão duas chances de obter o benefício.

Que tal conhecer todos os caminhos possíveis?

A seguir, descubra tudo sobre a lista de espera do FIES 2020!

Como vai funcionar o FIES 2020

A primeira edição do FIES 2020 acontece entre os dias 5 e 12 fevereiro, pouco depois de sair o resultado do ProUni.

Pode participar quem tem renda familiar mensal bruta de até cinco salários mínimos por pessoa e fez qualquer edição do Enem a partir de 2010.

O desempenho deve ser de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

Para ganhar o crédito do FIES o candidato deve passar por uma seleção que leva em conta a nota apresentada no Enem. Quanto mais alta, mais chances.

Os candidatos inscritos podem escolher até três opções de curso e faculdade entre as vagas disponíveis no sistema.

A seleção dura quatro dias e o resultado sai pouco depois, numa única chamada, no dia 26 de fevereiro. Nela serão conhecidos os nomes dos aprovados na primeira rodada da seleção.

Mas não vai parar por aí – ainda bem!

Na sequência, por meio da lista de espera, o programa vai dar uma nova chance a quem não passou na primeira chamada

Entenda como funciona a seguir.

Descubra tudo sobre a lista de espera do FIES 2020

A lista de espera do FIES 2020 acontece entre os dias 27 de fevereiro e 31 de março.

Para se inscrever é necessário ter participado da seleção regular do FIES. O candidato só precisa acessar o site oficial dentro do prazo determinado e informar que deseja concorrer nessa modalidade.

A lista funciona como uma segunda chance para quem não conseguir entrar na seleção regular do FIES.

Isso acontece porque, depois do processo seletivo, muitos candidatos aprovados não conseguem completar todas as etapas da obtenção do financiamento – que passa por uma comprovação de documentos na faculdade e segue para uma análise financeira no banco.

Com isso, muitas vagas voltam a ficar disponíveis. Elas passam, então, a ser distribuídas por meio da lista.

O processo pode se estender por várias semanas.

Caso consiga o financiamento, o aprovado terá poucos dias para levar a documentação à faculdade e, posteriormente, ao banco onde irá obter o financiamento.

As chamadas são feitas pelas próprias faculdades envolvidas, por isso é fundamental estar sempre em contato com elas – seja por meio do site oficial, telefone, e-mail, etc.

Os resultados da lista não saem no site oficial do FIES, como na primeira chamada. É de responsabilidade do estudante ir atrás da informação.

O que fazer se não passar no FIES 2020

O FIES é o último dos três processos seletivos que o governo federal abre todos os semestres.

Se você não conseguir vaga na primeira edição de 2020, poderá tentar novamente no meio do ano, na segunda edição.

Caso você tenha feito o Enem 2019 e cumprir os demais requisitos, poderá ainda concorrer em outros dois: o Sisu e o ProUni.

No Sisu do segundo semestre você disputa uma vaga na universidade pública. É concorrido, mas nada impossível. Para participar é necessário apenas ter nota acima de zero na redação do Enem 2019.

Já no ProUni a corrida é por uma bolsa de estudos em faculdade privada – uma excelente alternativa para quem quer fazer cursos presenciais e a distância em instituições conceituadas. Os candidatos interessados em participar do ProUni terão de atender a alguns requisitos, que passam por renda familiar e formação de ensino médio em escola pública. Além disso, precisarão de pelo menos 450 pontos na média das provas e maior que zero na redação do Enem 2019.

Caso seu Enem seja anterior a 2019, tem ainda uma outra chance de entrar na faculdade, por meio do ingresso direto. Basta informar as notas obtidas em cada uma das provas do Enem. Com isso você praticamente garante acesso imediato ao curso desejado. É só fazer a matrícula e contar as horas para o início das aulas.

O modelo de ingresso direto vale tanto para cursos presenciais quanto para EAD.

Onde estudar com o FIES 2020 (e outros processos seletivos)

O FIES só pode ser usado em faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

Esse é um diferencial importante para quem vai financiar um curso. Afinal, é a garantia de que o estudante vai investir seus recursos num ensino de qualidade.

A seguir, a gente separou algumas dessas faculdades para você conhecer. Nelas, você consegue estudar por meio do FIES, do ProUni e do ingresso direto.

Confira:

Veja também:

Conheça os cursos que aceitam e participam do Fies 2020

Entendeu como funciona a lista de espera do FIES 2020? Se tem mais alguma dúvida, compartilhe com a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin