dcsimg

Descubra o que é nota de corte e pra que é usada

Confira tudo a respeito das notas de corte dos processos seletivos do governo federal, dos vestibulares tradicionais e para ingresso direto.

A nota de corte nada mais é do que a menor nota necessária para se conseguir a aprovação em um processo seletivo.

No caso dos vestibulares tradicionais, ela serve para determinar os candidatos que foram selecionados para a segunda fase. 

Nos processos seletivos do governo federal, servem para indicar os candidatos para vagas em faculdades públicas, bolsas de estudos ou financiamento estudantil.

Como as notas de corte variam muito a cada edição dos processos seletivos, o ideal é estudar o suficiente para garantir uma pontuação acima da nota de corte do curso escolhido, para evitar grandes emoções na hora da aprovação.

A seguir, fique sabendo tudo a respeito das notas de corte do Sisu, do ProUni, do FIES, dos vestibulares e do ingresso direto.

Nota de corte do Sisu

O Sisu é um programa do Ministério da Educação (MEC) que foi desenvolvido para facilitar o acesso a vagas em instituições de ensino superior públicas por todo o país.

O processo seletivo é totalmente gratuito e ocorre duas vezes ao ano. Para participar, basta ter realizado a última edição do Enem e ter tirado nota superior a zero na redação.

Através da nota de corte, o candidato que deseja ingressar no ensino superior por meio do Sisu é capaz de ter uma noção sobre como está a concorrência por determinada vaga e quais são suas chances de se classificar.

Durante o período de inscrições, o sistema exibe as notas de corte para cada vaga, com atualização diária. Ou seja, todos os dias a nota de corte é alterada — só é possível saber o valor final da nota após o encerramento das inscrições.

No Sisu, o candidato só concorre com aqueles que optarem pela mesma instituição, campus, curso, turno e modalidade de concorrência.

Em alguns cursos mais concorridos, como Medicina e Odontologia, a nota de corte ultrapassa os 700 pontos. Entretanto, a maior parte das vagas tem nota de corte em torno de 600 pontos.

Nota de corte do ProUni

O ProUni distribui bolsas de estudo parciais (50%) e integrais a estudantes de baixa renda que têm o intuito de estudar em instituições de ensino superior privadas.

Para participar do processo seletivo é preciso ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas objetivas e nota maior que zero na redação. Também é preciso cumprir alguns requisitos socioeconômicos determinados pelo Ministério da Educação (MEC).

A nota de corte é a pontuação mínima necessária para o candidato conseguir uma bolsa de estudo através do ProUni.

Em cursos mais concorridos, como no caso de Medicina, por exemplo, o desempenho no Enem precisa ser de mais de 700 pontos. Por outro lado, em cursos menos concorridos dá para passar praticamente com a nota mínima exigida pelo programa. A maioria dos cursos exige uma média de 600 pontos.

O ProUni é realizado sempre em duas edições no ano: uma no primeiro e outra no segundo semestre.

Nota de corte do FIES

O FIES é um programa de financiamento criado para que estudantes consigam um empréstimo para pagar o curso superior a juros muito baixos — e o valor pode ser pago apenas depois da formatura!

Para participar do processo seletivo, o candidato precisa ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, obtido pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem e nota maior que zero na redação. Além disso, é preciso se encaixar em determinado perfil de renda familiar.

Em cursos mais concorridos, como Medicina, o desempenho no Enem precisa ser de aproximadamente 700 pontos. Porém, na maioria dos cursos, as notas de corte giram em torno de 450 e 550 pontos — pontuação mais baixa do que aquela exigida pelo Sisu e pelo ProUni.

Nota de corte do vestibular

Quem presta o chamado vestibular tradicional sabe que cada instituição utiliza um modelo de prova diferente para selecionar seus candidatos. Aquelas que realizam vestibulares que consistem em duas fases, estipulam notas de corte para filtrar os concorrentes que continuarão na segunda etapa. 

Caso você tenha interesse em realizar o vestibular tradicional de alguma instituição, não deixe de consultar o edital do concurso e verificar as notas de corte dos anos anteriores para a vaga que tem interesse.

Nota de corte para ingresso direto

Adotado por diversas faculdades particulares, o ingresso direto é atualmente o método mais fácil e sem burocracia de iniciar um novo curso superior. Com a nota do Enem, o estudante pode ingressar na graduação desejada sem precisar prestar vestibular.

As notas de corte para os cursos são definidas de acordo com os critérios de cada faculdade. Caso atinja a pontuação mínima exigida pela instituição selecionada, o candidato precisará apenas levar o boletim de desempenho individual do Enem junto com a documentação solicitada para efetuar a matrícula.

Confira uma lista de instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) que aceitam a nota do Enem para ingresso direto. Além disso, todas elas participam do ProUni e do FIES:

Veja também:

Descubra quais são os cursos com menor nota de corte

Agora que você já sabe tudo sobre as notas de corte, conte para a gente aqui nos comentários: você acha que sua nota do Enem será suficiente para superar a nota de corte do processo seletivo que pretende realizar?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin