Pode fazer o Enem mais de uma vez?

O Exame Nacional do Ensino Médio Enem é a principal prova do extenso calendário de vestibulares do país. Todos os anos, milhões de estudantes testam seus conhecimentos em busca de uma vaga na universidade. Mas, para muitos, aquela não é a primeira vez que o Exame está sendo feito.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Hoje vamos falar sobre as pessoas que desejam tentar fazer o Enem mais de uma vez e explicar as razões que podem fazer alguém repetir sua inscrição por mais um ano. Confira a seguir todas as informações que você precisa saber antes de se inscrever no próximo Enem e saiba se já ter feito a prova em outra oportunidade influencia em algo.

Leia mais: Enem pela primeira vez: veja tudo o que você precisa saber

Afinal, é possível fazer o Enem mais de uma vez?

Sim! Até o momento nunca foram feitas restrições para a inscrição anual do Enem envolvendo o fato do candidato já ter feito a prova anteriormente. Basta apenas pagar a taxa de inscrição e comparecer no dia das provas.

Apesar do Enem originalmente ser uma avaliação de egressos do Ensino Médio, a prova também ganhou fama por se tratar do maior vestibular do Brasil. Com isso, pessoas de todas as idades e que saíram do Ensino Médio há anos também são livres para fazer a prova e depois utilizar a nota nos programas do governo que oferecem vagas na faculdade.

Portanto, se você quer fazer o Enem de novo, saiba que está tudo bem! Basta fazer a inscrição nos prazos determinados pelo edital.

Motivos para fazer o Enem mais de uma vez

Por qual motivo vale a pena fazer o Enem mais de uma vez? Confira a seguir as principais razões expostas pelos candidatos que estão fazendo o exame pela segunda, terceira e quarta vez.

Quer obter uma nota maior

Muitas vezes o resultado da prova não é bem o que a gente imaginava. Portanto, se você não teve um resultado muito agradável, vale a pena estudar mais um pouco e fazer o Enem de novo.

Há também o caso de quem até foi bem, mas não alcançou a nota de corte do curso dos sonhos. Isso é mais comum do que se pensa, afinal, a disputa é muito acirrada. Lembre-se apenas que a nota de corte muda a cada ano, conforme o desempenho geral dos inscritos e interesse nas vagas.

Quer tentar o próximo Sisu ou Prouni

O Sistema de Seleção Unificado (SiSU) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) são, sem dúvida, os principais focos de quem presta o Enem. Estes dois são, atualmente, as maiores portas de entrada para o Ensino Superior.

Tanto o Sisu quanto o Prouni só aceitam a participação do estudante que fez a prova mais recente do Enem. Não é possível participar com notas dos anos anteriores. Portanto, se você deseja disputar uma vaga em faculdade pública federal ou uma bolsa parcial ou integral garantida pelo governo, precisará fazer a próxima edição do Enem.

Saiba mais:

O que é o Sisu? Conheça a seleção para universidades públicas

O que é o PROUNI? 

Perdeu algum dos dois dias da prova

Imprevistos acontecem com todo mundo e como o Enem é aplicado em dois diferentes é comum ver estudantes que acabam faltando a algum dia de exame. A ausência em um dos dias do Exame deixa o candidato com uma nota parcial, válida somente para as provas que foram feitas.

Zerou na redação ou em outra área

Este motivo é parecido com o de quem quer tirar uma nota maior na prova, mas ainda mais importante para precisar fazer o Enem de novo, pois zerar a redação impede a inscrição do participante em vários processos seletivos e é algo relativamente comum. Fugir do tema, por exemplo, é motivo para nota zero mesmo que o seu texto esteja ótimo.

Leia mais: + Redação do Enem: tudo o que você precisa saber

Fez o Enem anteriormente como treineiro

Muitos estudantes prestam o Enem “antes da hora” para poder entender como funciona o processo do Exame e se preparar psicologicamente para quando for fazer a prova “pra valer”. O nome dessa modalidade é “treineiro”.

O MEC define como treineiro os participantes que estão inseridos dentro dos seguintes casos:

  1. concluirá o ensino médio após o ano letivo atual do exame;
  2. não esteja cursando e não concluiu o ensino médio.

Como funciona o Enem?

Vamos relembrar quais são os principais detalhes do Exame Nacional do Ensino Médio?

Atualmente, o Enem é aplicado apenas uma vez por ano, entre os meses de outubro e novembro, no mesmo horário, em todo o país. Existem duas versões da prova (com as mesmas questões):

  • a tradicional impressa, com caderno de questões e gabarito preenchido a mão;
  • a prova digital, feita pelo computador em um polo.

O Enem é uma prova com 180 questões multidisciplinares divididas em quatro grandes áreas do conhecimento:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias

Na prova de linguagens, o candidato precisa responder a algumas questões em língua estrangeira (inglês ou espanhol) conforme a escolha no ato da inscrição.

Além destas quatro áreas, há uma redação, com nota que vai de zero a 1000 pontos. A redação deve ser escrita em formato dissertativo-argumentativo, com respeito aos direitos humanos e legislação, propondo soluções ao problema apresentado.

No primeiro dia de prova, o candidato tem 5h30 de tempo máximo para fazer as questões e a redação. No segundo dia serão 5h de tempo máximo. Não é necessário ficar todo este tempo na sala. O fiscal de prova informará no começo da aplicação quando será autorizada a saída do prédio onde está sendo aplicada a prova.

A inscrição no Enem só pode ser feita pelo site oficial do Governo, utilizando o seu CPF e acesso na plataforma “gov.br”. A inscrição no Enem custa R$85 e em alguns casos pode ser solicitada a isenção do pagamento. Na Página do Participante será informado o seu local de prova, notas completas e outros pedidos referentes a sua participação na prova. 

Faculdades com bolsa para entrar com a nota de Enem

Se você já fez alguma edição recente do Enem e deseja entrar na faculdade, não é necessário aguardar a próxima edição para poder conquistar a sua vaga no Ensino Superior. Você pode utilizar a sua nota como forma de ingresso em várias faculdades brasileiras.

Algumas instituições oferecem bolsas de estudo de até 80% do valor da mensalidade durante todo o curso para quem escolhe esse formato de ingresso. Nós separamos uma lista com algumas delas para você conferir:

Todas essas faculdades possuem reconhecimento do MEC, o que garante a validade do seu diploma para o mercado de trabalho. Pesquise o seu curso e qual fica mais perto de você!

Leia também:

Qual curso posso fazer com 400 pontos no Enem?

Como estudar em Portugal com a nota do Enem?

Você já fez o Enem e pretende fazer de novo? Por qual motivo? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin