Saiba a data pra se inscrever no Sisu do 2º semestre de 2020

As datas do Sisu seguem rigorosamente seu edital, que será publicado em maio de 2020.

A primeira chance de entrar em uma faculdade pública pelo Sisu em 2020 já passou, mas o ano ainda não acabou e no próximo semestre mais vagas serão abertas.

Não conseguiu entrar? Perdeu a data de inscrição? Fique preparado para a próxima batalha e leia esse artigo até o final para saber tudo sobre o Sisu do 2o semestre de 2020!

Como funciona o Sisu

A sigla significa Sistema de Seleção Unificado. Esse processo seletivo, promovido pelo Governo Federal, tem o objetivo de eliminar os antigos vestibulares e de proporcionar oportunidades para estudantes que não teriam como se deslocar para outros estados para fazer a prova em muitas instituições públicas.

Com esse sistema, o candidato precisa apenas utilizar a sua nota do Enem do ano imediatamente anterior, já que não são válidas as notas de outros anos, e escolher dois cursos de sua preferência, seja em uma única faculdade, seja em faculdades distintas. 

Durante 4 dias, os participantes podem acompanhar sua classificação na página do Sisu e até modificar suas escolhas, caso queiram.

O processo é bem simples, conforme descreveremos abaixo.

Como fazer a inscrição no Sisu do 2o semestre de 2020

Para se inscrever, siga esses passos:

  • Entre no site do Sisu, que fica dentro do portal do MEC.
  • Clique em “Fazer Inscrição”.
  • Na tela que aparece, insira seu número de inscrição e a senha mais recente do Enem.
  • Confirme os seus dados de contato (se for a primeira vez que está concorrendo, insira os seus dados).
  • Na tela “Minha Inscrição”, escolha dois cursos, um em primeira e outro em segunda opção. Esse local será onde você acompanhará seu desempenho durante todo o processo.
  • Escolha a modalidade de inscrição na qual você se encaixa. O Sisu permite a inscrição em ampla concorrência, cota de escola pública, cota racial, cota de portador de necessidades especiais e de renda, combinada com essas outras modalidades, que também podem ser combinadas entre si se o candidato se encaixar em mais de uma delas.
  • Confira todos os dados e confirme a inscrição.

Durante o período determinado em edital, as inscrições são realizadas e podem ser modificadas até o último minuto. Podemos comparar a um leilão, quem apresenta uma maior nota leva a vaga!

Cronograma do Sisu no 2o semestre de 2020

Para que a mágica aconteça e você garanta sua vaga, é preciso ficar atento aos prazos. Seguir as datas e todos os requisitos é de responsabilidade do candidato. Raramente é enviada alguma notificação por SMS ou e-mail.

Sendo assim, não deixe passar nenhum prazo, anote em um lugar visível, coloque o celular para avisar, mas não perca em hipótese nenhuma, porque não há prorrogações, a não ser que sejam publicadas em retificação no Diário Oficial da União e divulgadas no site para todos os participantes.

Como ainda não saiu o edital do segundo semestre, confira esse cronograma que fizemos com as datas previstas, baseadas no cronograma do último ano:

  • Publicação do edital: 15 de maio. 
  • Inscrições: de 4 a 7 de junho. 
  • Resultados: 10 de junho. 
  • Matrículas: 12 a 17 de junho. 
  • Lista de espera: 11 a 17 de junho. 

Os meses-chave, portanto, são maio e junho. Então, quando abril terminar, não se esqueça de conferir periodicamente o site do Sisu e acompanhar as matérias nos blogs como o Guia da Carreira.

As matrículas são feitas diretamente nas faculdades onde as vagas foram disponibilizadas. 

Sobre a lista de espera, fique atento, porque ela não é automática e você precisa declarar interesse em uma de suas opções no período citado acima. 

Pontuação do Enem para entrar na faculdade pelo Sisu 

A pontuação mínima para poder participar do processo seletivo é de 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação. 

Mas não é tão simples assim, cada curso tem uma nota de corte, que é a pontuação necessária para passar, ou seja, a média entre a maior e a menor pontuação dentre os candidatos que foram classificados naquele semestre.

Para ter uma ideia de quantos pontos você precisa, acompanhe as notas de corte dos anos anteriores. 

As carreiras mais disputadas, como Medicina e Direito, costumam exigir notas mais altas.  A nota de corte média de Medicina de 2019 foi de 797 pontos e a de Direito foi de 740.

Se o seu desempenho não foi tão bom, não tem problema! Por que não pensar em uma boa faculdade particular? Existem excelentes cursos em todo o país, presenciais e a distância.

Onde estudar se não conseguir uma vaga pelo Sisu 

Cresce em nosso país a necessidade de trabalhadores com nível superior. O que antes parecia um sonho impossível pode se tornar realidade graças a programas do governo, como o ProUni e o FIES.

Ambos se destinam a estudantes de baixa renda e necessitam de comprovações socioeconômicas para a liberação de bolsas (no caso do ProUni) e de um financiamento das mensalidades (no caso do FIES).

Mesmo com esses incentivos, as vagas ainda são bastante disputadas. Mas resta uma outra opção: o ingresso direto.

Entrar direto em uma faculdade particular significa que você pode utilizar a sua nota do Enem para concorrer a uma vaga e, caso se destaque diante dos demais concorrentes, conseguirá bolsa de estudos da própria instituição.

Conheça algumas faculdades onde existe a possibilidade do ingresso direto:

Com apenas 300 pontos no Enem e redação sem estar zerada, você já pode tentar uma vaga nas diversas opções de graduação. Com uns pontinhos a mais, pode ter uma bolsa que chega até 100%, ou seja, não irá pagar nada! Igualzinho ao Sisu e ao ProUni!

Entre no site de cada uma delas e encontre a sua graduação para 2020.

Veja também:

Descubra qual é o período de inscrição do Enem 2020

Veja as melhores faculdades a distância para estudar em 2020

Vai ficar atento às datas do Sisu para o segundo semestre? Conte-nos a sua tática para não perder nenhum prazo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin