dcsimg

Conheça os diferentes tipos de faculdades que existem

Há várias formas de cursar uma graduação. Aqui você fica sabendo das opções para escolher a que melhor se encaixa em seus objetivos e necessidades!

Atualmente, além das inúmeras opções de cursos de graduação, existe uma série de modalidades de ensino superior. Ainda bem, porque assim mais gente consegue incluir os estudos na sua realidade e construir uma carreira!

Para início de conversa, é muito importante conhecer os graus de formação (bacharelado, licenciatura e tecnólogo) e as modalidades de ensino (presencial, semipresencial e EAD – ensino a distância).

E é por isso que estamos aqui hoje! Você vai conhecer agora a diferença entre cada uma dessas categorias para definir de maneira consciente qual tipod e faculdade vai atender suas expectativas e objetivos profissionais.

Então vamos lá!

Tipos de faculdade por grau de formação

Para cursar o ensino superior, é obrigatório ter o certificado de conclusão do ensino médio.

Existem três tipos de graduação, uma para cada perfil profissional. Veja as características de cada uma:

Bacharelado

Se o objetivo é um conhecimento amplo sobre várias áreas da profissão, o bacharelado é a opção ideal.

No Brasil, para exercer profissões como de Advogado, Arquiteto, Médico e Engenheiro, o grau de bacharel é obrigatório.

Dependendo do curso, o bacharelado pode durar de três a seis anos, com uma grade curricular bastante completa. Isso oferece ao aluno uma base de conhecimentos mais generalista, uma visão do todo e tempo para decidir a que ramo vai se dedicar no início da carreira.

O bacharel pode se especializar nos temas que escolher, seja em disciplinas opcionais, nos trabalhos de conclusão do curso ou em pós-graduações – se cursar mestrado e doutorado, pode até seguir uma carreira de pesquisador.

Licenciatura

O grau de licenciatura é direcionado a formar educadores, aptos a dar aulas nos ensinos fundamental e médio.

Ela se diferencia do bacharelado por incluir matérias voltadas à didática e Pedagogia – assim, encontramos a oferta de bacharelado e licenciatura para História, por exemplo, cabendo ao aluno decidir na matrícula qual vai seguir, dependendo da vontade de se dedicar ao ensino ou à pesquisa na área.

Fora isso, a grade segue a mesma linha do bacharelado, tão abrangente quanto e possibilitando um contato com diversas disciplinas. O tempo de curso também é parecido, por volta de quatro anos. Quem se forma em licenciatura, do mesmo modo, pode buscar uma pós-graduação para aprofundar seus conhecimentos e ampliar suas possibilidades de carreira.

Tecnólogo

Os cursos tecnológicos, cursos superiores de tecnologia ou simplesmente tecnólogo, valem a pena para quem busca formação específica, mais prática e mais ligada ao mercado de trabalho em determinado setor.

Têm duração mais curta, de dois a três anos. Exatamente por isso, o estudante que tem uma ideia clara ou já atua na área profissional do curso aproveita melhor o conteúdo. Se você se interessa por Design de Interiores, vale mais a pena focar no diploma de tecnólogo na área do que cursar um bacharelado em Arquitetura e Urbanismo, por exemplo, que tratará do tema mas terá uma grade curricular muito mais abrangente.

O diploma de tecnólogo também é de nível superior e vale para entrar em uma pós-graduação.

Vale lembrar que, independentemente do grau de formação escolhido, é preciso estar atento ao reconhecimento do curso e da faculdade pelo MEC, para que o seu diploma tenha validade garantida.

Tipos de faculdade por modalidade de ensino

Presencial, semipresencial ou EAD: qual é a melhor?

Eis a questão! A gente apresenta alguns detalhes para ajudar na sua escolha. Vale saber que a informação sobre a modalidade – presencial ou a distância – não aparece no diploma. O importante é o curso ser reconhecido pelo MEC.

Faculdade a distância

Quem não tem disponibilidade de frequentar uma faculdade diariamente em horários fixos pode contar com essa modalidade de estudos!

Os professores gravam as aulas e o conteúdo geralmente pode ser acessado a qualquer momento do celular, de um tablet ou computador. Em alguns casos, o professor pode combinar um horário para que todos os alunos estejam online e possam interagir.

Os encontros presenciais, em um polo de apoio, são menos frequentes e podem ocorrer uma ou duas vezes por semestre.

Mas fique ligado: essa modalidade oferece flexibilidade, mas também exige disciplina para estudar e cumprir as avaliações, além de um computador com internet para estudar. Um ponto positivo é que os valores das mensalidades aqui são mais em conta, além de o aluno economizar com alimentação e transporte.

Faculdade semipresencial

Nessa opção, duas modalidades se combinam – os encontros presenciais com os alunos são mais frequentes no polo de apoio, 1 ou 2 vezes por semana, e a carga horária exige pelo menos 20% de aulas a distância.

Também é possível assistir a algumas aulas transmitidas ao vivo, dependendo do curso e do professor. As avaliações finais costumam ser presenciais, realizadas na instituição de ensino.

É preciso ser organizado, pois alguns conteúdos são transmitidos pessoalmente e outros ficam no ambiente virtual de aprendizagem.

Faculdade presencial

Este modelo você já deve conhecer, mas é importante considerar que o ensino vem se modernizando – alguns professores trabalham com atividades mais dinâmicas e métodos inovadores para envolver os alunos!

Além disso, a interação com os colegas e os professores é bem maior. Nesta modalidade, a carga horária exige dedicação e planejamento, para comparecer às aulas que podem ser quase diárias, a depender do número das disciplinas cursadas naquele período.

A presença no campus da faculdade é obrigatória: a frequência do aluno em pelo menos 70% costuma contar para a aprovação na matéria. As provas e os trabalhos também costumam ser todos presenciais.

Por exigir mais estrutura de laboratórios, aulas práticas e professores dedicados, os custos para cursar nesta modalidade podem ser mais elevados.

Escolheu seu tipo de faculdade? Agora veja onde estudar!

Agora que você já conhece diferenças entre os tipos de graduação e modalidades de estudos, vale conhecer algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC, com cursos reconhecidos de bacharelado, licenciatura e tecnólogo.

Em todas, você encontra vários incentivos para facilitar seus estudos, como financiamentos, bolsas e descontos!

Veja também:

Descubra qual faculdade escolher!

Com qual tipo de graduação e modalidade de ensino você se identificou mais? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin