Como estudar em Portugal com a nota do Enem

Em busca de vagas em universidades públicas ou privadas, estudantes realizam anualmente o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com o intuito de ingressar na faculdade. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), na última edição da prova mais de três milhões de candidatos realizaram sua inscrição para a participação no processo.

+ Encontre bolsas de estudo de até 80%

Entre as muitas opções disponíveis para aplicação da nota do Enem estão as faculdades nacionais através de programas como: Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade Para Todos (Prouni), e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Saiba, entretanto, que essas não são as únicas alternativas disponíveis. Por meio da nota do exame, alunos poderão concorrer a chances de ingresso até mesmo em universidades internacionais. 

Sim! Você não leu errado. Através de sua nota do Enem você poderá estudar em diversas universidades presentes em Portugal e que aceitam a média do exame como forma de ingresso.

Se você possui o sonho de estudar em uma universidade internacional, confira, a seguir, como realizar sua inscrição no processo seletivo e descubra tudo sobre o assunto!

Leia mais: Entenda como funciona o SISU

Como estudar em Portugal com a nota do Enem?

As vagas oferecidas em universidades portuguesas são oferecidas diretamente pelas instituições de Portugal. Dessa maneira, o processo seletivo acontece de maneira própria para cada universidade que possui vínculo com o Instituto Nacional de Pesquisas Anísio Teixeira (Inep).

Na universidade de Coimbra, por exemplo, um dos critérios impostos para a inscrição do estudante é a média do Enem superior a 600. Já em outras instituições as notas podem variar juntamente com as regras para participação. 

Diferente das faculdades nacionais, as universidades portuguesas realizam a conversão da nota do Enem para a escala de avaliação própria. Dessa maneira, a média presente em cada disciplina pode impactar o resultado final. O estudante pode fazer a conversão de suas notas para a escala de avaliação da universidade de interesse, para isso, é necessário se atentar às informações disponibilizadas por cada universidade sobre o assunto, afinal, a escala varia de acordo com a faculdade.

Veja, como exemplo, a faculdade de Direito na universidade de Coimbra. O curso presente nessa instituição dedica maior porcentagem de peso às competências de Redação e Ciências Humanas. Confira!

Leia mais: Entenda de uma vez por todas como funciona o ProUni

Quais faculdades de Portugal aceitam a nota do Enem?

Até o momento, são 51 universidades portuguesas que possuem vínculo com o Inep. Confira algumas delas a seguir:

  • Universidade de Coimbra;
  • Universidade do Algarve;
  • Instituto Politécnico de Leiria;
  • Instituto Politécnico de Beja;
  • Instituto Politécnico do Porto;
  • Instituto Politécnico Portalegre;
  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  • Instituto Politécnico de Coimbra;
  • Universidade de Aveiro;
  • Instituto Politécnico da Guarda;
  • Universidade de Lisboa;
  • Universidade do Porto;
  • Universidade da Madeira;
  • Instituto Politécnico de Viseu;
  • Instituto Politécnico de Santarém;
  • Universidade dos Açores;
  • Universidade da Beira Interior;
  • Universidade do Minho;
  • Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário;
  • Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias;
  • Instituto Politécnico de Setúbal;
  • Instituto Politécnico de Bragança;
  • Instituto Politécnico de Castelo Branco;
  • Universidade Lusófona do Porto;
  • Universidade Portucalense;
  • Instituto Universitário da Maia;
  • Instituto Politécnico da Maia;
  • Universidade Católica Portuguesa;
  • Universidade Fernando Pessoa;
  • Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida;
  • Instituto Leonardo da Vinci;
  • Escola Superior de Saúde do Alcoitão;
  • Universidade Lusíada – Norte;
  • Universidade Lusíada;
  • Escola Superior de Enfermagem de Coimbra;
  • Escola Superior Artística do Porto;
  • Universidade Europeia;
  • Instituto Universitário de Lisboa;
  • Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa;
  • Universidade Autônoma de Lisboa;
  • Instituto Politécnico da Lusofonia;
  • Instituto de Estudos Superiores de Fafe;
  • Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes;
  • Instituto Superior Dom Dinis;
  • Instituto Superior de Gestão;
  • Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém;
  • Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia;
  • Instituto Português de Administração de Marketing de Lisboa;
  • Instituto Politécnico de Viana do Castelo;
  • Instituto Português de Administração de Marketing do Porto;
  • Universidade Nova de Lisboa.

Em 2014, o Ministério da Educação português permitiu que as universidades do país definissem como seriam as regras para a inscrição de estudantes internacionais, o que deu início ao vínculo presente entre as faculdades portuguesas e o Inep, órgão que administra o Enem.

Como participar do processo seletivo?

A inscrição para o processo é feito diretamente nos sites das universidades apresentadas. Cada faculdade possui seu próprio procedimento para a adesão, o que inclui documentos e taxas variadas.

As taxas presentes variam entre 50€ e 169€. Além disso, se aprovado, o estudante deverá realizar o pagamento de um valor anual para realizar seus estudos, o que no país é chamado de “propina”.

As propinas também variam de acordo com cada instituição. Por conta disso, é indispensável consultar o edital da universidade de seu interesse para ficar por dentro de todos os valores. 

Leia mais: Entenda de uma vez por todas como funciona o FIES

Requisitos para estudar em Portugal com a nota do Enem

Além dos requerimentos necessários, também existem outros requisitos para realizar a inscrição. Confira os principais:

  • A nota do Enem em Portugal só poderá ser aplicada por estudantes que não possuem cidadania portuguesa e nem de nenhum outro país da União Europeia;
  • Cursos de Medicina não estão disponíveis para aplicação da nota do Enem. Nesse caso, só são aceitos candidatos que possuírem cidadania europeia, ou que residam em Portugal por pelo menos dois anos.

Não fui bem no Enem, e agora?

Se você não obteve o resultado esperado no Enem, não possuindo a nota suficiente para se inscrever nas instituições portuguesas, não se preocupe! Você ainda poderá estudar em universidades nacionais bem avaliadas pelo MEC. Confira algumas delas:

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin