Descubra quanto ganha um presidente

Quanto será que ganha o presidente do Brasil? E um presidente de empresa? Tire sua dúvida agora mesmo!

Seja de um país ou uma empresa, o presidente é o cargo de autoridade máxima.

Ser presidente implica grande responsabilidade, exposição e capacidade de enfrentar crises e problemas.

Mas será que o salário está à altura dessa missão?

Quanto ganha por mês o presidente do Brasil? E um presidente de empresa? Qual deles ganha mais?

Descubra a seguir!

Quanto ganha um presidente da república

O presidente da república ocupa o cargo máximo do poder Executivo federal brasileiro.

No entanto, seu salário não é o mais alto do funcionalismo público.

De acordo com dados do Portal da Transparência do Governo Federal, o salário atual do presidente da república é de R$ 30.934,70 brutos. Com os descontos, chega a R$ 22.203,99 líquidos.

O valor está abaixo do teto estabelecido pelo governo federal, que equivale ao salário dos ministros do Superior Tribunal Federal (STF): R$ 39.293.

Mas o presidente da república conta com outros benefícios.

Para começar, tem à disposição duas casas – e seus empregados correspondentes para que não precise se preocupar com nada.

O Palácio da Alvorada é a residência oficial da presidência e fica em Brasília, no Distrito Federal. Com 7 mil metros quadrados, tem três andares e conta com biblioteca, sala de música, sala de banquetes, lavanderia, cozinha, cinema, sala de jogos, centro médico, administração do palácio, auditório, apartamento presidencial, suítes e quartos privados.

A segunda casa à disposição do presidente brasileiro é a Granja do Torto, casa de campo oficial da presidência. Localizada numa fazenda, a construção tem heliponto, campo de futebol, lago, cinema, escritório privado e churrasqueira.

O presidente do Brasil tem ainda à disposição carros oficiais com motoristas, seguranças, avião presidencial (com serviço de bordo), e cartão corporativo.

Quanto ganha um presidente de empresa

O salário de presidente da república parece troco de pão perto da remuneração de um presidente de empresa.

Uma pesquisa recente da consultoria Page Executive, realizada a partir de entrevistas com 1.150 executivos, aponta uma média de R$ 100 mil mensais para esse cargo.

Mas o salário de um presidente de empresa acompanha o porte da organização e varia bastante também de acordo com o setor.

Juntando salário fixo, bônus, benefícios, o valor mensal pode superar os R$ 4 milhões – caso do presidente de um grande banco brasileiro.

De acordo com dados recentes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), depois dos bancos, as organizações que pagam os maiores salários para seus presidentes estão nos ramos de mineração, varejo, aeroviário, telecomunicações e bebidas.

Precisa ter faculdade para ser presidente?

Alcançar o cargo de presidente vai exigir bastante planejamento, paciência e dedicação.

No caso do presidente da república, o caminho passa necessariamente por investir na carreira política.

No entanto, não há um curso específico a fazer para ser presidente do Brasil. Já tivemos presidente sociólogo condecorado em universidades de várias partes do mundo, membro da Academia Brasileira de Letras, economista, advogado, sindicalista e militar.

Por lei, para se candidatar ao cargo de presidente da república os únicos requisitos são, de acordo com a nossa Constituição:

  • ser brasileiro nato;
  • ter pelo menos 35 anos completos antes das eleições;
  • ter o pleno exercício de seus direitos políticos;
  • ser eleitor e ter domicílio eleitoral no Brasil;
  • ser filiado a uma agremiação ou partido político; e
  • não ter substituído o atual presidente nos seis meses antes da data marcada para a eleição.

Ou seja, não é obrigatório ter faculdade para se candidatar à presidência da república.

Mas se você pretende entender melhor o mundo da política e entrar nesse ramo com uma formação mais sólida, há algumas graduações bem interessantes: Ciência Política, Segurança Pública, Economia, Relações Internacionais, Administração Pública são alguns exemplos.

Já para ser presidente de empresa, ter uma formação superior é praticamente só o começo da escalada corporativa, que vai envolver provavelmente o investimento em pós-graduações, especializações e cursos de idiomas.

Aqui, o curso superior mais cotado é Administração de Empresas, mas o presidente de uma organização pode ser formado em cursos como Economia, Engenharia, Marketing e até Jornalismo, dependendo do setor em que vai atuar.

O que a gente sempre fala é: procure uma faculdade reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). O reconhecimento garante a validade do seu diploma em todo o Brasil, enquanto a boa nota aumenta sua atratividade no mercado.

E se a preocupação é o bolso, saiba que hoje em dia dá para fazer uma faculdade de qualidade sem estourar o orçamento. Programas como FIES, ProUni e iniciativas de bolsas e financiamento das próprias faculdades podem dar a força extra que você precisa para conquistar o seu sonho.

Separamos algumas ótimas opções, todas reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, onde você pode estudar com desconto, bolsa ou financiamento sem burocracia.

Clique e conheça:

Veja também:

Descubra quanto ganha um administrador

O que achou do salário de presidente? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin