dcsimg

Quanto ganha um Engenheiro Florestal?

Você sabe quanto ganha um Engenheiro Florestal? Confira o artigo que preparamos pensando em você. Saiba mais sobre a profissão, o mercado de trabalho e a média salarial.

engenharia florestal

Engenharia Florestal é o ramo da engenharia voltado para o estudo e o uso sustentável de recursos florestais. O engenheiro florestal avalia o potencial de ecossistemas florestais e planeja seu aproveitamento de modo a preservar a flora e a fauna.

É ele quem pesquisa e seleciona sementes e mudas, identifica e classifica espécies vegetais e procura melhorar suas características, analisando as condições necessárias a sua adaptação ao ambiente. Além disso, ele elabora e acompanha projetos de preservação de parques e de reservas naturais e cuida de fazendas de reflorestamento.

Recupera áreas degradadas, cuida da arborização urbana e avalia o impacto ambiental de atividades humanas em uma área. Esse engenheiro também efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em sua atuação, visa à segurança e aos impactos socioambientais.

Salário Mínimo Profissional do Engenheiro Florestal

A profissão de Engenheiro é regida pela  Lei 4.950/A, de 1966, que regulamentou a jornada e remuneração dos profissionais de Engenharia, Arquitetura e Agronomia. Os engenheiros são, portanto,  trabalhadores que contam com um Salário Mínimo Profissional (SMP) definido por lei, válido em todo o País. O SMP está vinculado ao salário mínimo vigente e varia de acordo com a jornada diária de trabalho.

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos
  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

Salário Médio  do Engenheiro Florestal

O Engenheiro Florestal trabalha diretamente com a sustentabilidade, elaborando projetos e soluções para a diminuição de impactos ambientais e a recuperação de ecossistemas.

De acordo com Guia de Profissões e Salários da Catho, o salário médio de um engenheiro florestal é o seguinte:

  • Mínimo: R$ 3.300
  • Média nacional: R$ 5.500
  • Máximo: R$ 8.000

Em outras funções que podem ser exercidas por esse profissional, encontramos as seguintes médias salariais:

  • Coordenador de meio ambiente: R$ 6.481
  • Supervisor de meio ambiente: R$ 5.006
  • Analista de sustentabilidade: R$ 3.903
  • Consultor ambiental: R$ 3.602
  • Analista ambiental: R$ 3.151
  • Gestor ambiental: R$ 3.045

Sobre a carreira do Engenheiro Florestal

O Engenheiro Florestal pode atuar com:

  • Ecologia aplicada: estudar e administrar parques e reservas florestais e gerenciar processos de exploração que preservem os recursos naturais. Recuperar áreas degradadas.
  • Educação: realizar atividades em educação ambiental e ecoturismo, incentivando as ações de preservação da biodiversidade da fauna e da fora.
  • Fiscalização: supervisionar empresas que utilizam produtos de origem florestal, como termelétricas a carvão, indústrias que utilizam lenha e siderúrgicas.
  • Manejo Florestal: elaborar, promover e supervisionar projetos de reflorestamento das espécies arbóreas para aumentar sua produtividade. Pesquisar sementes e o melhoramento genético da vegetação.
  • Tecnologias de produtos florestais: pesquisar e desenvolver tecnologias para o aproveitamento, a extração e a industrialização de madeiras e de outros produtos da floresta, como óleos essenciais e resinas.

Como se tornar um Engenheiro Florestal

O curso de Engenharia Florestal é do tipo bacharelado e dura em média cinco anos. A profissão é regulamentada e para exercê-la é obrigatório possuir  diploma de nível superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e efetuar o registro junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do estado onde atua.

No Brasil, a maioria dos cursos de Engenharia Florestal está disponível nas universidades públicas.

Conheça algumas universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem este curso:

Veja também:

Engenharia Florestal: curso e onde estudar

E você, o que achou da profissão de engenheiro florestal? Fale sobre essa carreira nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin