dcsimg

Quanto ganha um Administrador?

Descubra o salário inicial do administrador e até quanto esse profissional pode ganhar!

economista

O administrador é um profissional de grau superior que atua no planejamento, gerenciamento e acompanhamento das atividades de uma empresa.

Seja na gestão de seu próprio negócio, como empregado em uma organização ou como consultor independente, o administrador tem um vasto campo de trabalho e pode exercer inúmeras atividades em todos os setores da economia. Comércio, indústria, serviços, organizações não governamentais, setor público, instituições financeiras, hotelaria e saúde são alguns exemplos de instituições onde um administrador pode trabalhar.

Dentro de uma organização, o profissional formado em administração pode exercer funções como:

  • Administração financeira
  • Gestão de recursos humanos
  • Controladoria
  • Planejamento estratégico
  • Comércio exterior
  • Controle de custos
  • Gestão de informações
  • Marketing
  • Logística
  • Gestão ambiental
  • Controle de produção
  • Gestão de processos
  • Pesquisa de mercado
  • Elaboração de plano de negócios

Salário Mínimo Profissional do Administrador

Não existe um piso salarial mínimo único para profissionais da administração no Brasil. O Conselho Federal de Administração (CFA) sugere o salário de R$ 2.458 para quem inicia na carreira e pelo menos R$ 5.977 para profissionais com mais de dois anos de experiência.

A Federação Nacional dos Administradores (FENAD) publica uma “Tabela Orientativa para a Cobrança de Honorários sobre Serviços Técnicos Prestados por Administrador”. A tabela da FENAD define a unidade de trabalho como Hora Técnica (HT) de sessenta minutos à disposição do cliente e os valores variam de acordo com o porte da empresa que contrata o serviço. Segundo a tabela de honorários da FENAD, a hora técnica de administração financeira pode custar entre R$ 90 e R$ 312. Trabalhos de pesquisa, estudos, planejamento, seleção de pessoal, organização e administração de produção, entre outros, têm hora técnica entre R$ 224 e R$ 312.

Existe um projeto de lei em tramitação no Senado brasileiro (PL 6954/2010) para fixar o piso nacional de salários do administrador em R$ 4.500 (exceto para microempresas e empresas de pequeno porte).

No Estado do Rio de Janeiro, o piso salarial para administradores de empresas é de R$ 2.432, determinado pela Lei estadual 6.702 de 2014.  A Associação dos Administradores da Região de Campinas, em São Paulo, determina um piso salarial de R$ 1.918, com vale alimentação de R$ 19,56 por dia. Em Pernambuco, o Conselho Regional de Administração (CRA-PE) recomenda um salário mínimo de R$ 2.458 para a categoria, embora informe que a maioria das empresas não obedece a essa orientação.

Média salarial do administrador

O profissional da administração de empresas pode atuar em diversos cargos de diferentes departamentos nas organizações, ocupando desde o nível de analista e assistente, até o de diretor ou presidente. De acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, as médias salariais desses profissionais são as seguintes:
Analista de cargos e salários: R$ 3.268
Analista de custos: R$ 3.566
Analista econômico financeiro: R$ 4.079
Analista de logística e suprimentos: R$ 2.484
Analista de mercado: R$ 3.029

Assistente administrativo: R$ 1.504
Assistente financeiro: R$ 1.663

Coordenador de contas a pagar: R$ 4.543
Gerente de pessoal: R$ 4.610
Chefe de produção: R$ 4.723
Gerente de tesouraria: R$ 7.309

Supervisor administrativo de vendas: R$ 2.883
Supervisor administrativo: 2.619
Supervisor de auditoria: R$ 3.935
Supervisor de projetos: R$ 4.858
Supervisor de recursos humanos: R$ 3.657

Gerente de planejamento financeiro e orçamento: R$ 5.960
Gerente de produto: R$ 7.840
Gerente  de recursos humanos: R$ 7.783
Gerente comercial: R$ 4.776

Diretor de recursos humanos: R$ 20.596
Diretor financeiro: R$ 18.556
Diretor comercial: R$ 16.916
Diretor presidente: R$ 13.928

Sobre a carreira de Administração

Por ser uma formação de caráter generalista, o curso superior de administração dá ao egresso a oportunidade de atuar nos mais variados setores da economia e oferece diversas possibilidades de especialização, tanto pela experiência de trabalho adquirida como por meio de cursos de pós-graduação. Além de atuar como empreendedor e autônomo, o administrador pode exercer suas atividades em departamentos de:

  • Marketing
  • Recursos Humanos
  • Finanças
  • Compras
  • Produção
  • Logística
  • Comércio exterior
  • Controladoria
  • Planejamento estratégico e outros

Entre as organizações em que o administrador pode trabalhar, estão:

  • Empresa própria
  • Consultoria
  • Agronegócio
  • Indústria
  • Telecomunicações
  • Serviços
  • Instituições financeiras
  • Escolas
  • Universidades
  • Institutos de pesquisa
  • Organizações Não Governamentais (ONGs)
  • Hotelaria
  • Hospitais
  • Clubes esportivos e recreativos
  • Cooperativas
  • Fundações
  • Órgãos públicos

Onde estudar Administração?

Conheça algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Administração:

Veja também:

O que se estuda em Administração?

Vai seguir a carreira de administrador? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin