dcsimg

Quanto ganha um Estilista?

Você sabe quanto ganha um Estilista? Conheça mais sobre a carreira, o mercado de trabalho e a média salarial deste profissional!

estilista_600

Por trás de tudo que vestimos, calçamos ou usamos para complementar o visual, existe o trabalho de um estilista. Ele é o criativo responsável por projetar roupas, sapatos, acessórios e até mesmo figurinos.

De uns anos para cá, o mercado de moda no Brasil cresceu muito e se profissionalizou em ritmo acelerado. Muitos estilistas locais foram alçados à fama internacional, as semanas de moda viraram eventos concorridos e hoje o chamado “estilo brasileiro” pode ser encontrado no mundo todo.

Embora as perspectivas para este profissional sejam promissoras, o mercado está mais concorrido do que nunca. Ao estilista de hoje não basta apenas ser criativo: ele precisa ter visão de negócios e saber antecipar tendências.

Descubra quanto ganha um estilista no Brasil, onde os mercados estão mais aquecidos e onde estudar para conseguir se destacar nesta carreira!

Salário Mínimo Profissional do Estilista

Os estilistas não têm um salário mínimo profissional unificado. Os pisos salariais da categoria são definidos entre os empregadores e os sindicatos que cuidam do setor em que esses profissionais trabalham.

Os valores são os mais variados e muitos pisos salariais não contemplam a figura do estilista, mas sim a do costureiro (que são diferentes, embora complementares). Confira alguns exemplos:

  • Maringá (PR): R$ 980 (costureiro)
  • Vitória (ES): R$ 750 (costureiro)
  • Mato Grosso do Sul (MS): R$ 830 (costureiro)
  • Curitiba (PR): R$ 1.353 (estilista)


Salário Médio do Estilista

A moda é uma área em profissionalização no Brasil. Os salários dos estilistas começam a seguir o mesmo ritmo da exigência do mercado nacional por produtos com qualidade, design e diferenciação.

Hoje, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, um estilista ganha em média R$ 3.257 no País.

Os valores oscilam de acordo com área de atuação e a região. Pela Catho, os maiores e menores salários de um estilista são os seguintes:

  • Mínimo: R$ 2.300
  • Máximo: R$ 5.000

O Banco Nacional de Empregos (BNE) aponta variações semelhantes às apresentadas pela Catho, só que organizadas pelo tempo de experiência do estilista. Confira as médias:

  • Recém formado (até 2 anos de experiência): R$ 2.327
  • Júnior (2 a 4 anos de experiência): R$ R$ 2.676
  • Pleno (4 a 6 anos de experiência): R$ R$ 3.078
  • Sênior (6 a 8 anos de experiência): R$ 3.501
  • Master (mais de 8 anos de experiência): R$ 4.027

Melhores Oportunidades para Estilistas

No mercado brasileiro, o estilista pode encontrar oportunidades com salários acima da média nas grandes empresas de varejo de moda:

  • Grandes redes de confecções: de R$ 5.600 a R$ 9.100
  • Mercado de luxo: média de R$ 7.100
  • Fábricas: R$ 3.700 a R$ 4.150
  • Sapatos: R$ 2.850 a R$ 6.500
  • Moda esportiva: média de R$ 4.100

As profissões mais procuradas pelo mercado da moda, segundo um estudo elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), são:

  • Modelista de Calçados
  • Designer de Moda (estilista)
  • Designer de Calçados sob Medida

A indústria têxtil é a maior empregadora de estilistas no Brasil. Mas este profissional encontra trabalho também em outros setores, como por exemplo:

  • Confecções
  • Tecelagens
  • Lojas de Departamento
  • Produções Audiovisuais
  • Publicações Especializadas
  • Indústrias de Acessórios e Calçados

Concursos Públicos para Estilista

A maioria dos concursos públicos que oferecem vagas para profissionais da área da moda procura costureiros, quase nunca estilistas.

Boa parte exige apenas o ensino fundamental. O salário fica bem abaixo da média nacional, poucas vezes ultrapassando os R$ 1.000.

Confira exemplos extraídos de concursos recentes:

  • Prefeitura de Querência (MT): R$ 833
  • Prefeitura de Caetité (BA): R$ 678
  • Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (RS): R$ 1.067
  • Prefeitura de Vilhena (RO): R$ 678
  • São Sebastião da Vargem Alegre (MG): R$ 743

Sobre a Carreira de Estilista

O Estilismo no Brasil tem crescido muito nas últimas décadas, impulsionado principalmente pelo grande desenvolvimento da indústria da Moda e do Design no País.

Um estudo elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) mostra o campo da Moda e Estilismo como uma das profissões mais lucrativas da indústria criativa no Brasil.

No País, mais de 1,2 milhões profissionais de diversas especialidades trabalham direta ou indiretamente para os mais de 600 mil estabelecimentos deste setor. Só de trabalhadores da moda, são mais de 45 mil em atividade hoje em dia.

O estudo traz ainda os estados brasileiros que melhor remuneram os profissionais da moda, inclusive os estilistas. São regiões que concentram grandes indústrias têxteis, de beneficiamento de couro, ou possuem um forte comércio de moda.

  1. Rio Grande do Sul
  2. Rio de Janeiro
  3. Santa Catarina
  4. Roraima
  5. São Paulo

Alguns anos atrás, para trabalhar como estilista no Brasil bastava ter talento. Hoje, com o mercado mais profissionalizado, é preciso ter também uma visão mais ampla do campo de atuação, habilidades de gestão e antecipar tendências nacionais e internacionais.

Ainda que o diploma de nível superior não seja obrigatório para atuar como Estilista, o mercado já vê com bons olhos os profissionais com formação mais abrangente na área.

Os cursos superiores de Moda são relativamente recentes no Brasil. No entanto, o rápido crescimento do setor fez com que surgisse uma grande e diversificada oferta nas universidades públicas e privadas de todas as regiões do País.

O estilista está habilitado a:

  • Elaborar coleções.
  • Pesquisar tendências de mercado.
  • Desenhar modelos de roupas e acessórios.
  • Gerenciar empreendimentos de moda.
  • Desenvolver planos de marketing em moda.
  • Criar projetos de estamparia.
  • Fazer vitrinismo em lojas e boutiques.
  • Pesquisar novos materiais .

Existem algumas áreas profissionais que estão em alta para quem se interessa pelo Estilismo:

  • Gerência e planejamento de produtos de moda
  • Consultoria pessoal de moda (individualizada).
  • Consultoria geral de moda.
  • Desenho de figurinos para a indústria do entretenimento.
  • Pesquisa histórica de figurinos de época.

Onde estudar para se tornar um Estilista

Os cursos de Moda são oferecidos em grau de bacharelado e tecnólogo, com duração que varia entre 2 e 4 anos, dependendo do grau conferido ao formando.

À disposição em inúmeras faculdades públicas e privadas por todo o País, esta graduação pode assumir diferentes nomenclaturas. Veja algumas:

  • Design de Moda
  • Moda, Design e Estilismo
  • Negócios da Moda
  • Têxtil e Moda

Conheça algumas das principais universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem curso de Moda:

Privadas:

Públicas:

Veja também:

A carreira em Moda

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin