dcsimg

Quanto ganha um Fonoaudiólogo?

Descubra o salário inicial do fonoaudiólogo e até quanto esse profissional pode ganhar

Fonoaudiólogo

A fonoaudiologia é a ciência que estuda a comunicação humana em todos os seus aspectos, desde o desenvolvimento até o aperfeiçoamento de funções auditivas, orofaciais, cognitivas, de linguagem oral e escrita, da fala, da foz e da deglutição.

O fonoaudiólogo é um profissional da saúde de nível superior que pesquisa, previne, avalia e trata distúrbios e alterações de fala, linguagem, voz, audição, aprendizagem e deglutição, além de atuar no aperfeiçoamento dos padrões de fala e voz. Para isso, combina conhecimentos de áreas como: medicina, linguística, psicologia, pedagogia, física e fonética, entre outras.

O profissional da fonoaudiologia pode ser generalista, ou obter uma especialização em:

  • Audiologia
  • Disfagia
  • Fonoaudiologia Educacional
  • Linguagem
  • Motricidade Orofacial
  • Voz
  • Saúde Coletiva

O mercado para fonoaudiólogos é favorável e está em expansão, com a crescente incorporação de profissionais da fonoaudiologia em equipes multidisciplinares, tanto de estabelecimentos públicos e privados de saúde e educação, como de organizações ligadas à indústria da comunicação e empresas em geral.

Salário Mínimo Profissional do fonoaudiólogo

Os fonoaudiólogos não contam com um salário mínimo profissional único para todo o Brasil. Em cada estado, os sindicatos da categoria estabelecem pisos salariais, condições de trabalho (como quantidade máxima de horas semanais), benefícios e valores de referência para a cobrança de honorários.

No Rio de janeiro, a Lei estadual 6.702, de 11 de Março de 2014, fixa em R$ 2.231,86 o piso salarial para fonoaudiólogos.
O Sindicato dos Fonoaudiólogos de Minas Gerais estabelece um piso salarial de R$ 1.970,00 para 20 horas semanais, R$ 2.955,00 para 30 horas semanais e divulga uma tabela com valores de referência para cobrança de honorários. Seguem alguns exemplos de serviços e seus respectivos valores recomendados pelo sindicato mineiro:

  • Avaliação domiciliar: R$ 120,00 por hora
  • Avaliação em consultório: R$ 104,00 por hora
  • Avaliação em paciente internado/UTI: R$ 88,00
  • Exames de fala, motricidade orofacial, linguagem e voz com equipamentos: R$ 122,00
  • Assistência em perícia judicial: R$ 1.823,00

Média salarial do fonoaudiólogo

O salário do fonoaudiólogo varia de acordo com a região brasileira, a especialização e experiência do profissional, o setor (público ou privado) e o regime de trabalho (consultório ou clínica própria, consultor, empregado).

O site de empregos Catho divulga um levantamento salarial para diversas categorias de profissionais em todo o Brasil. De acordo com a pesquisa, o cargo de fonoaudiólogo tem remuneração entre R$ 1.422,92 e R$ 3.300,00, com média salarial nacional de R$ 2.190,88. Já o estágio em fonoaudiologia tem média nacional de bolsa-auxílio no valor de R$ 611,79.

No serviço público, o salário de um fonoaudiólogo pode atingir valores acima da média nacional. Um concurso da Universidade de Brasília (UnB) para professor especializado em fonoaudiologia de voz, com doutorado e dedicação exclusiva (40 horas semanais), oferece a remuneração de R$ 8.344,64.

Sobre a carreira do fonoaudiólogo

A fonoaudiologia é uma profissão regulamentada desde 1981. Para exercê-la, é necessário concluir um curso de nível superior (bacharelado) de fonoaudiologia em instituição de ensino reconhecida pelo MEC e obter o registro profissional no Conselho Regional de Fonoaudiologia do estado onde trabalha.

O campo de trabalho do fonoaudiólogo é amplo. Esse profissional pode atuar no cuidado, recuperação, prevenção de distúrbios e aperfeiçoamento  da fala, linguagem, audição, aprendizado e deglutição de pessoas de todas as idades, desde bebês recém-nascidos até pessoas de terceira idade, passando por pacientes internados em UTIS e profissionais da comunicação e das artes.

Além das áreas tradicionais da saúde e educação, em que o fonoaudiólogo trata de distúrbios da fala, e problemas de aprendizagem, entre outros, o mercado oferece ainda oportunidades para profissionais dedicados a melhorar aspectos de impostação de voz, dicção e expressão vocal de comunicadores, apresentadores de televisão e rádio, atores, cantores e até mesmo funcionários de empresas interessados em aprimorar suas habilidades de apresentação.

O fonoaudiólogo pode optar por seguir a carreira acadêmica, atuando como professor e/ou pesquisador em universidades, trabalhar como autônomo, empreender seu próprio negócio (clínica, consultório), ou ainda fazer parte da equipe de:

  • Consultórios
  • Clínicas médicas e odontológicas
  • Hospitais
  • Unidades básicas de saúde
  • Serviços de atendimento de saúde em domicílio (home care)
  • Ambulatórios
  • Laboratórios diagnósticos
  • Consultorias de saúde
  • Consultorias de desenvolvimento profissional (coaching)
  • Creches e berçários
  • Maternidades
  • Empresas
  • Meios de comunicação
  • ONGs e associações.

De acordo com levantamento do Conselho Federal de Fonoaudiologia, existem 38.753 fonoaudiólogos em atividade no Brasil, sendo que 5.640 têm algum título de especialista (em audiologia, disfagia, fonoaudiologia educacional, linguagem, motricidade orofacial, voz, ou saúde coletiva)

O estado com a maior quantidade de profissionais da fonoaudiologia, quase 12 mil, é São Paulo. O Acre é o estado brasileiro com a menor quantidade de fonoaudiólogos registrados, com menos de 50.

Onde estudar Fonoaudiologia

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Fonoaudiologia:

Universidades Privadas:

Veja também:

Curso de Fonoaudiologia

Seu sonho é cursar Fonoaudiologia? O que achou dos salários? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin