dcsimg

Quanto ganha um Terapeuta Ocupacional?

Você sabe quanto ganha um Terapeuta Ocupacional? Conheça a média salarial, como está o mercado e o que é preciso fazer seguir esta carreira!

Educação Física

O Terapeuta Ocupacional trabalha na reabilitação e melhoria da qualidade de vida de pessoas com problemas físicos, mentais, emocionais ou sociais.

Com foco na área da Saúde – mental, do trabalhador, do idoso, da criança e de pessoas com deficiência – o terapeuta ocupacional tem visto seu campo de atuação se expandir ainda mais.

Hoje, encontramos terapeutas ocupacionais em hospitais, centros de atenção psicossocial, escolas, creches, oficinas terapêuticas e profissionalizantes, instituições penais e geriátricas, centros comunitários, empresas e universidades. Esses profissionais podem também prestar atendimento domiciliar e consultoria.

Descubra a seguir quanto ganha um Terapeuta Ocupacional e onde estão as melhores oportunidades de trabalho para quem quer investir nesta carreira!

Salário Mínimo Profissional do Terapeuta Ocupacional

Os terapeutas ocupacionais não possuem um salário mínimo profissional unificado. A categoria é representada por sindicatos locais e o piso salarial é estipulado em cada estado com base na jornada máxima deste profissional, que deve ser de 30 horas semanais.

Tramita na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei (PL 988/2015) para estabelecer um piso salarial nacional no valor de R$ 4.650 por 30 horas semanais. O projeto ainda aguarda aprovação pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) oferece uma tabela de referência para os principais procedimentos de Terapia Ocupacional. Este material é útil especialmente para aqueles que trabalham de forma autônoma. Confira:

  • Consulta: R$ 67
  • Avaliação da acessibilidade/ergonomia no domicílio, creche, escola, empresa, espaços comunitários: R$ 105
  • Aplicação de testes: R$ 135
  • Estimulação, treino e/ou resgate das atividades das áreas de desempenho ocupacional: R$ 52
  • Acompanhamento terapêutico: R$ 135
  • Prescrição e confecção de recursos de tecnologias assistivas: R$ 90
  • Treinamento do uso de prótese, órtese e/ou outros dispositivos de tecnologia assistiva: R$ 52
  • Readaptação profissional: R$ 52
  • Orientação familiar: R$ 52
  • Assessoria técnica: R$ 180
  • Atendimento em domicílio: R$ 105

Salário Médio de um Terapeuta Ocupacional

No Brasil, a média salarial de um terapeuta ocupacional é de R$ 2.153, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho.

As variações entre o maior e o menor salário são as seguintes:

  • Menor valor: R$ 1.500
  • Maior valor: R$ 2.620

Ainda de acordo com o Guia, os setores que melhor remuneram este profissional são, nesta ordem:

  1. Saúde: média de R$ 2.129
  2. ONGs e associações: R$ 2.070

Já o Banco Nacional de Empregos (BNE) traz um cenário mais positivo para estes profissionais. Aqueles que têm mais tempo de experiência podem receber salários acima de R$ 5 mil. Veja abaixo os valores mínimos e máximos recebidos pelos terapeutas ocupacionais de acordo com o tempo de profissão:

  • Até 2 anos de experiência: de R$ 1.268 a R$ 2.143
  • 2 a 4 anos: de R$ 1.585 a R$ 2.679
  • 4 a 6 anos: de R$ 1.981 a R$ 3.349
  • 6 a 8 anos: de R$ 2.477 a R$ 4.186
  • Mais de 8 anos de experiência: de R$ 3.096 a R$ 5.233

Veja também alguns dos maiores salários pagos em diversos setores da economia:

  • Indústrias: R$ 5.000
  • Prefeituras: R$ 4.100
  • Associações: R$ 3.200
  • Hospitais: R$ 3.100

Concursos Públicos para Terapeuta Ocupacional

Há uma boa oferta de concursos públicos para terapeutas ocupacionais. A grande maioria dispõe de vagas para trabalhar em órgãos de saúde do poder municipal, como hospitais, clínicas e fundações.

Os salários também são variados, com valores mais elevados em cargos federais.

Confira alguns exemplos retirados de concursos recentes.

  • Prefeitura Municipal de Monte Alegre (PA): R$ 2.610
  • Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (SP): R$ 2.175
  • Prefeitura de Paineiras (MG): R$ 1.200
  • Prefeitura de Boa Vista da Aparecida (PR): R$ 1.480
  • Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins: R$ 3.767
  • Prefeitura de São Vicente Ferrer (MA): R$ 2.000

Sobre a Carreira do Terapeuta Ocupacional

O mercado da Terapia Ocupacional ainda é tímido no Brasil. Com apenas 16.500 profissionais em atividade, é uma área a ser explorada, com boas possibilidades de crescimento.

Um dos pontos interessantes da profissão é a formação. De todos os profissionais catalogados pelo Guia de Profissões e Salários da Catho, quase 65% tem uma pós-graduação na área.

Ou seja, embora o número de profissionais ainda seja pequeno, pode-se dizer que é a maioria é muito bem preparada. Quem se interessar por esta carreira deve ter em mente que precisará investir em formação de alto nível para conseguir um lugar de destaque neste mercado.

É um campo de atividade muito gratificante para aqueles que gostam de ajudar as pessoas a superarem seus medos e limites. A formação mistura elementos das Ciências Biológicas e da Saúde com Ciências Humanas e Sociais. Afinal, é disso que trata a Terapia Ocupacional: utilizar componentes sócio-biológicos para superar problemas.

O Terapeuta Ocupacional trabalha principalmente em clínicas especializadas. É uma atividade complementar à Fisioterapia e à Psicologia. O objetivo é favorecer o desenvolvimento ou o aprimoramento das capacidades psicológicas dos seus pacientes. O campo de trabalho para este profissional inclui:

  • Hospitais Gerais
  • Centros de reabilitação
  • Consultórios
  • Clínicas
  • Projetos Sociais
  • Instituições Penais
  • Universidades
  • Órgãos de controle social
  • Creches e Escolas
  • Empresas
  • Home Care (atendimento domiciliar)
  • Escolas inclusivas para criança com deficiência
  • Fundações e Associações de amparo às pessoas com deficiência
  • Organizações de assistência social

Como se tornar um Terapeuta Ocupacional

O curso de Terapia Ocupacional é oferecido na modalidade bacharelado apenas na forma presencial. Tem em média 4 anos de duração e está disponível em algumas universidades públicas e privadas pelo Brasil.

Conheça algumas das principais instituições reconhecidas pelo MEC que oferecem esta formação:

Veja também:

Fisioterapia

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin