O que é preciso para ser um social media?

As redes sociais estão presentes no cotidiano de bilhões de pessoas para conectar amigos, familiares, famosos e seus fãs ou até servir como fórum para desconhecidos com interesses em comuns. Um local assim é um terreno amplo e fértil para as empresas.

O que é preciso para ser um social media?As marcas em geral, famosos, profissionais e instituições podem usar as redes sociais como uma ferramenta poderosa para alcançar seu público e criar uma relação forte com seus clientes ou admiradores.

Por essa razão, não dá para deixar um serviço com esse peso na mão de amadores ou do “sobrinho” que mexe na internet. A gestão de redes sociais precisa ser feita por quem entende do assunto. E este profissional se chama “social media”.

A seguir, vamos abordar todos os aspectos que envolvem a profissão para que você saiba o que é preciso para ser um social media. Entenda o significado do termo, as funções do profissional de social media, o que é preciso estudar e como está o mercado de trabalho na área.

O que significa social media?

O termo “social media” nada mais é do que a denominação em inglês para “mídias sociais”. Como acontece com outros termos em inglês, ele foi agregado ao cotidiano da profissão aqui no Brasil.

Em português, o social media também pode ser chamado de produtor, estrategista ou gestor de mídia sociais. Estes termos explicam um pouco do que faz um social media, nosso próximo tópico.

O que faz um social media?

Tentar definir exatamente o que faz um social media pode ser um pouco polêmico. A profissão ainda não possui qualquer regulamentação oficial, então ao delimitarmos as funções talvez possa haver algumas diferenças em relação ao dia a dia de alguns profissionais da área.

Muitas empresas ou contratantes esperam que o social media entregue a produção referente a uma agência de publicidade inteira sem sequer pagar um valor suficiente para um profissional da área de marketing e comunicação.

Como você pode ver no vídeo a seguir, são cinco as principais funções “oficiais” de um social media:

  • Gerenciamento de Redes Sociais
  • Planejamento de conteúdo
  • Análise de Métricas 
  • Responder comentários e mensagens
  • Criar estratégias

Conforme os tópicos acima, dá pra compreender que o social media é a pessoa que controla, domina e analisa a produção de conteúdo de uma página nas redes sociais para entregar a melhor estratégia de acordo com o combinado com seu cliente. 

Ou seja, o social media não é um fotógrafo, designer, diagramador, videomaker, editor, apresentador, ou afins.

É claro que o social media pode agregar qualquer uma destas funções ao seu serviço. Mas para isso deve cobrar o valor correspondente adicional.

Qual a diferença entre blogueira, influencer e social media?

As blogueiras ou influencers não precisam entender absolutamente nada de social media. Pois é! Apesar de ganharem dinheiro com as redes sociais, todo o trabalho pode ser feito por uma equipe de mídias sociais que talvez nunca vai aparecer na frente das lentes.

Blogueira: Conheça tudo sobre essa profissão! 

Aqui vai um exercício comparativo. Imagine como um programa de TV. O apresentador não é a pessoa que prepara todo o conteúdo, filma, edita e coloca a produção no ar. Ele, claro, precisa estudar a pauta, ser comunicativo e ter uma boa relação com a sua imagem. Blogueiras e influencers trabalham da mesma forma.

Muitos influencers começam o trabalho de social media em suas páginas por conta própria. Mas conforme sua fama cresce e novos trabalhos vão surgindo, é essencial ter uma equipe dedicada para cada aspecto da sua carreira.

Quem pode trabalhar como social media?

Como você já sabe, a profissão de social media não possui uma regulamentação específica. Logo, qualquer pessoa pode trabalhar como social media caso tenha as competências para isso.

As competências de um social media não brotam de uma hora para a outra. É preciso ler, estudar e praticar para conseguir experiência e montar um portfólio atraente. Quem possui uma formação específica na área de comunicação ou marketing sai na frente.

Leia também: Conheça a profissão Comunicação em Mídias Digitais 

Qual faculdade fazer para ser social media?

O mercado educacional está se adaptando muito rapidamente às necessidades do mercado de trabalho. Com a popularização dos cursos tecnológicos, voltados para formação profissional rápida, já existe graduação em Gestão de Mídias Sociais.

Entenda melhor: Veja a diferença entre bacharelado, tecnólogo e licenciatura 

O curso dura em torno de dois anos e é considerada uma formação de nível superior e é oferecida no formato EAD ou presencialmente em algumas cidades. Confira a grade que encontramos em uma faculdade que oferece este curso:

  • Cultura e Convergência Midiática
  • Empreendedorismo Cultural, Inovação Social e Criatividade
  • Fundamentos das Ciências Sociais
  • Fundamentos de Marketing
  • Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional
  • Comportamento do Consumidor
  • História da Mídia
  • Marketing Digital e Mídias Sociais
  • Negócios Eletrônicos
  • Planejamento de Mídia e Redes Sociais
  • Assessoria de Imprensa e Rp Digitais
  • Mídias Digitais e Arquitetura da Informação
  • Novos Negócios e Empreendedorismo
  • Pesquisa e Análise de Tendências de Consumo
  • Sistema de Informação e Pesquisa de Mercado
  • Edição de Conteúdos Multiplataformas
  • Métricas de Performance – Analytics
  • Mídias Sociais Contemporâneas e Tendências
  • Planejamento Estratégico para o Cenário 4.0
  • Storytelling

Como esta é uma graduação recente, existem profissionais bacharéis de outras faculdades atuando na profissão. Muitas vezes eles somam pós-graduações ou cursos livres na área de social media para ter um currículo turbinado. Algumas dessas graduações populares na área de social media são:

  • Comunicação Social
  • Marketing
  • Marketing Digital
  • Publicidade e Propaganda
  • Relações Públicas
  • Jornalismo

Apesar da pouca ou nenhuma relação do curso, até mesmo profissionais de cursos de Letras são vistos trabalhando como social media. Os cursos da lista acima oferecem um leque maior de possibilidades de trabalho aos seus formandos, mas também duram mais tempo.

Confira: Saiba tudo sobre faculdade de Comunicação e onde cursar 

A sua escolha por uma faculdade depende da sua vocação e também quais são seus objetivos a curto, médio e a longo prazo. 

Além disso, existem muitos profissionais de mídias sociais autoditadas, aprendendo com o conteúdo na internet e cursos livres (sem reconhecimento do MEC).

Quanto ganha um social media?

Essa resposta depende da forma de trabalho do social media, que pode ser contratado de uma agência ou por uma empresa, ou que trabalha por conta própria e gerencia seus contratos e freelance.

Um profissional contratado no formato CLT, em caráter inicial, pode ganhar em torno de R$1.500 a R$2.500. O valor é muito variável conforme o porte da agência ou empresa, localização, experiência e volume de trabalho.

Descubra qual é o salário pra quem faz comunicação social 

Já um profissional que prefere empreender por conta própria vai ter uma renda variável conforme os serviços que fechar naquele mês. Esta quantificação depende do nível dos negócios, volume de trabalho, entre outros fatores que vão depender da negociação e tempo livre para serviço disponível.

Faculdades para quem quer estudar para ser social media

Procurar uma formação superior para obter conhecimento, estágios, networking e experiência é algo fundamental hoje em dia. Você viu nos tópicos anteriores que várias graduações diferentes podem oferecer disciplinas que ensinam ferramentas necessárias a um social media.

Que tal procurar uma faculdade que tenha sua cara, amplie suas oportunidades de trabalho como social media e tenha tudo a ver com você? Nós te ajudaremos nesta missão mais que especial!

Mas se você já torceu o nariz pensando “Nossa! Mas uma faculdade custa tão caro!” saiba que a gente também pensou nisso. Na lista a seguir selecionamos algumas faculdades brasileiras reconhecidas pelo MEC (Ministério da Educação) com condições imperdíveis.

Além de possuírem mensalidades muito acessíveis, elas possuem ensino presencial e EAD com unidades em todo o Brasil. E se você fez o Enem, pode conseguir uma bolsa de estudos ou financiamento para pagar só depois de formado com o Prouni e o Fies. Vale a pena conferir as condições!

Leia também: 10 profissões que surgiram com a Tecnologia 

E, aí? Gostou de saber o que é preciso para ser um social media e está animado para iniciar os estudos? Conte para a gente o que achou!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin