Descubra o que faz um agrônomo

Se você tem interesse em Agronomia mas não sabe exatamente o que faz um agrônomo, ou o engenheiro agrônomo, este é o texto certo para tirar muitas dúvidas e conhecer muitos detalhes dessa profissão.

Aqui, você vai entender o papel essencial que o agrônomo possui na economia de um país como o Brasil, as áreas de atuação da profissão, remuneração e os melhores caminhos para começar a carreira na área.

Qual é a função de um agrônomo?

O agrônomo tem uma função fundamental para a economia brasileira. Devido às questões geográficas, como a dimensão continental e a localização tropical do país, o agronegócio brasileiro é um dos maiores produtores agrícolas e pecuaristas do mundo. O Brasil é um dos maiores responsáveis pela produção de grãos, proteína animal, frutas, vegetais e outros produtos essenciais para a sociedade.

De acordo com o Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em 2019, o agronegócio foi responsável por 21% do total do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Acima do crescimento do PIB nacional, o PIB do agronegócio brasileiro apresentou um crescimento de 3,8% em 2019 em relação a 2018.

Nesse contexto, a profissão do agrônomo é essencial. Pelo fato do Brasil ser referência mundial na agricultura, pecuária e agronegócio, as atividades de sua responsabilidade vão muito além do trabalho no campo, embora esse seja um atrativo para os profissionais. Veja algumas formas de atuação no agronegócio:

  • Estratégias para o processo de produção;
  • Estratégias para o processo de colheita;
  • Trabalho em laboratórios;
  • Logística de escoamento dos produtos;
  • Comercialização e Negócios;
  • Áreas técnicas e de serviço;
  • Vendas e Marketing;
  • Pesquisa e Desenvolvimento;
  • Cargos executivos e de liderança.

Há também espaço para o agrônomo nos setores públicos, que trabalham com as políticas públicas e de vigilância sanitária, além da possibilidade de atuação em universidades públicas com o ensino, levando conhecimento para os estudantes que sonham em trabalhar na área.

Em quais áreas o agrônomo pode atuar?

O papel do agrônomo e bastante diversificado, tendo atividades nas mais diversas áreas do setor do agronegócio. Quer seja na área das ciências biológicas, exatas e humanas.

Na área biológica suas atribuições estão:

  • Conhecimento e atuação na área de fisiologia vegetal e animal, garantido modernos sistemas de produção de produção de alimentos;
  • Área de genética para melhoramento de plantas e de animais, além do uso da biotecnologia em favor do incremento da produtividade e qualidade dos alimentos;
  • Sanidade vegetal e animal, proporcionando a segurança alimentar para a população, quanto à qualidade, quantidade e regularidade da oferta de produtos para a sociedade.

Na área das ciências exatas suas atribuições estão:

  • Construções rurais;
  • Projetos de máquinas, implementos agrícolas e mecanização que garantam eficácia e racionalidade nas operações agrícolas;
  • Topografia e bacia hidrográfica, ecologia vegetal essenciais para a preservação dos recursos naturais, conservação de solos e perenidade de rios e mananciais;
  • Cartografia que legitima as delimitações de um estabelecimento rural.

Na área humanas suas atribuições estão:

  • Administração agrícola/rural: gestão de todo o processo produtivo de um estabelecimento agrícola (do planejamento, até produção, cultivo e comercialização).
  • Economia e políticas agrícolas: essenciais para organizar o abastecimento da população e atender exportações;
  • Extensão e Sociologia Rural: transferir conhecimentos, inovação, técnicas, serviços e políticas que proporcionem o desenvolvimento do setor;
  • Pesquisa mercadológica: captar informações que apontam a realidade, premissas e tendências do setor em relação aos diferentes ambientes de produção e demandas do mercado;
  • Ensino: possibilidade de lecionar em escolas e universidades nas diferentes disciplinas do setor.
  • Silvicultura: segmento da agronomia que trabalha áreas de reflorestamento para exploração sustentável de madeiras em substituição a exploração ilegal de florestas naturais.

Qual o salário de um agrônomo?

Segundo o site de empregos Catho, a média salarial de agrônomos e engenheiros agrônomos é de R$ 4.959 por mês. Esse salário podem ir crescendo de acordo com a experiência do profissional, podendo ultrapassar os R$ 10 mil com frequência.

Tudo depende da área de atuação do agrônomo. Um dos ramos mais atrativos financeiramente para esse profissional é a área de gestão e negócios de grandes empresas do agronegócio, onde os salários podem ter média de R$ 15 mil e, para cargos superiores, chegar a R$ 40 mil.

O que é preciso para ser um agrônomo?

Para se tornar um agrônomo ou um engenheiro agrônomo, é preciso fazer o curso de bacharelado de Agronomia ou Engenharia Agronômica, que tem duração média de cinco anos.

Assim como na profissão, o curso tem disciplinas que englobam as ciências exatas, humanas e biológicas. Veja alguma das matérias que serão lecionadas no curso.

  • Anatomia e Fisiologia Vegetal;
  • Bioquímica;
  • Ciência do Solo;
  • Economia e Administração Rural;
  • Fertilidade do Solo;
  • Irrigação e Drenagem;
  • Máquinas e Mecanização Agrícola;
  • Produção, Tecnologia e Armazenamento de Sementes
  • Química Geral e Orgânica;
  • Zoologia Geral

A graduação pode ser oferecida tanto presencialmente, como a distância (EaD), além do semipresencial.

Onde estudar Agronomia?

Veja a lista de universidades algumas universidades que possuem o curso de Agronomia ou Engenharia Agronômica:

Todas essas instituições são reconhecidas pelo Ministério da Educação e formam profissionais preparados para ingressar no mercado de trabalho.

Leia também:
Descubra o que faz um engenheiro agrônomo

Descubra quanto ganha um agrônomo

Se interessou pela profissão de agrônomo? Conte para a gente o que achou nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin