Descubra o que faz um psicopedagogo

Você está pensando se tornar um psicopedagogo? Neste artigo, você entende o que faz esse profissional e como é a sua formação.

O que é a psicopedagogia?

A psicopedagogia é um campo do conhecimento que mescla as ciências da psicologia e pedagogia; ela estuda sobre o processo de aprendizagem humana. O objetivo da psicopedagogia é melhorar o processo de aprendizado e melhorar o desempenho de crianças, adolescentes e adultos.

Para identificar dificuldades e falhas no processo de ensino, o campo da psicopedagogia se utiliza dos conhecimentos da pedagogia, psicologia, antropologia, psicanálise, neurologia, fonoaudiologia e psicolinguística.

O que faz um psicopedagogo?

O psicopedagogo é o profissional da psicopedagogia. Ele busca compreender o processo de absorção de informações e construção de conhecimentos dos indivíduos em todas as fases da vida humana.

A partir dos seus conhecimentos, esse profissional pensa em melhorias nos métodos de ensino. O psicopedagogo é o responsável por prevenir, diagnosticar e tratar problemas de aprendizagem.

Seus atendimentos institucionais, ou seja, em instituições de ensino visam analisar a relação entre os professores e o processo de aprendizagem, com o objetivo de melhorar o trabalho da instituição.

Já nos atendimentos clínicos com indivíduos, o psicopedagogo é capaz de identificar dificuldades, problemas e distúrbios no processo de aprendizagem, sejam de natureza emocional, social, física ou mental. Então, ele aplica métodos para a solução ou prevenção dos problemas.

Qual a função de um psicopedagogo?

Segundo a legislação que regulamenta a profissão de psicopedagogo, as principais atividades e atribuições desses profissionais são:

  • Intervenção psicopedagógica, visando a solução dos problemas de aprendizagem, com enfoque o indivíduo ou a instituição de ensino;
  • Realização de diagnóstico e intervenção psicopedagógica, mediante a utilização de instrumentos e técnicas da Psicopedagogia;
  • Consultoria e assessoria psicopedagógicas;
  • Apoio psicopedagógico aos trabalhos educacionais;
  • Orientação, coordenação e supervisão de cursos de Psicopedagogia;
  • Direção de serviços de Psicopedagogia em estabelecimentos públicos ou privados;
  • Produção e divulgação do conhecimento científico e tecnológico relacionado com a aprendizagem humana.

Onde um psicopedagogo pode trabalhar?

A principal área de atuação dos psicopedagogos é na área da educação, em instituição de ensino públicas ou privadas. Eles também podem atuar em clínicas e consultórios e prestar assistência psicopedagógica para pacientes em hospitais.

Na área dos recursos humanos, os psicopedagogos também dão assessoria a empresas, organizações não-governamentais (ONGs) e órgãos públicos.

Segundo o site Salario.com.br, os segmentos que mais contrataram psicopedagogos foram: Ensino fundamental, Atividades de associações de defesa de direitos sociais, Atividades de fisioterapia, Ensino médio, Atividades de consultoria em gestão empresarial, Administração pública em geral, Atividades de psicologia e psicanálise, Educação infantil – pré-escola, Educação superior – graduação e pós-graduação e Atividades de apoio à gestão de saúde.

Qual é o salário de um psicopedagogo?

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), levantados pelo site Salario.com.br, a média salarial dos psicopedagogos no Brasil é de R$ 2.493,27.

Como se tornar psicopedagogo?

Segundo a legislação, para exercer a profissão de psicopedagogo é preciso possuir diploma de graduação em Psicopedagogia. Atualmente, são poucas instituições que oferecem o curso de Psicopedagogia, mas é possível se graduar em áreas relacionadas, como Psicologia ou Pedagogia, e depois fazer o curso de especialização em Psicopedagogia.

Como é o curso de Psicopedagogia?

O curso superior de Psicopedagogia é da área de Ciências Humanas. Ele dura, em média, quatro anos e tem estágio e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) obrigatórios. A grade curricular do curso contempla os campos da psicopedagogia clínica e psicopedagogia institucional.

De acordo com a Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Psicopedagogia deve abordar os seguintes temáticas: Especificidade e a conceituação da Psicopedagogia, Psicopedagogia e as áreas de conhecimento e Avaliação e intervenção psicopedagógica.

Confira algumas disciplinas do curso de Psicopedagogia:

  • Antropologia Cultural;
  • Bases Neurológicas da Aprendizagem;
  • Bioestatística;
  • Biologia;
  • Bioquímica;
  • Bioética;
  • Filosofia;
  • Orientação Vocacional e Profissional;
  • Políticas Sociais;
  • Psicanálise;
  • Psicolingüística;
  • Psicologia;
  • Psicomotricidade;
  • Saúde Pública;
  • Sociologia.

Onde estudar para ser um psicopedagogo?

Se interessou pela graduação em Psicopedagogia? Infelizmente, são poucas instituições que oferecem o curso no Brasil. Mas, para ingressar na área da psicopedagogia, é possível se graduar em áreas relacionadas, como:

Antes de escolher uma faculdade para estudar, é preciso analisar as avaliações da instituição no Ministério da Educação (MEC), conhecer sua estrutura e comparar suas mensalidades.

Existem instituições privadas oferecem ótimos descontos e ingresso sem burocracia, com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou vestibular digital. Confira dessas instituições bem reconhecidas pelo MEC para você estudar pagando pouco, no ensino presencial e a distância:

Veja também: Conheça a profissão de Psicopedagogia

E você, já decidiu qual curso quer fazer? Comente sua escolha nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin