Como funciona uma pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista?

Se você acabou de se formar em direito e tem interesse pela área trabalhista e previdenciária, saiba que esta é uma das áreas que mais sofre transformações na atualidade.

Estamos vivendo um período em que o Direito Previdenciário vem sofrendo grandes alterações legislativas e jurisprudenciais que impactam profundamente toda a sociedade. Para enfrentar estas mudanças no dia a dia de trabalho, o profissional de Direito precisa estar preparado e se manter constantemente atualizado.

Começar uma pós-graduação em direito previdenciário e trabalhista é, sem dúvida alguma, uma ótima alternativa para quem busca se especializar e se destacar no mercado.

Que tal conhecer um pouco mais sobre este ramo do Direito? Preparamos este artigo para te ajudar a decidir de uma vez por todas por esta pós-graduação.

O que é Direito Previdenciário e Trabalhista?

Direito Previdenciário e Trabalhista é a disciplina jurídica que reúne um conjunto de leis que visam zelar pelo bom funcionamento das relações entre empregadores e trabalhadores. Esta é uma das áreas mais requisitadas do direito, pois compreende todas as relações de trabalho em nossa sociedade, o que no capitalismo significa toda a população apta a realizar funções em troca de um salário.

Atualmente as relações de trabalho vêm sofrendo inúmeras mudanças. Com a pandemia, muitas medidas provisórias foram implementadas, salários e cargas horárias foram reduzidos, novos modelos como o home office foram adotados, dentre outras transformações que tendem a ser cada vez mais constantes. Todos estes aspectos são tratados pelos advogados especializados na área trabalhista, aliás, existe um ramo do Poder Judiciário que trata especificamente dessas questões, a Justiça do Trabalho.

Como se tornar um advogado trabalhista?

Antes de qualquer coisa, para se tornar um advogado trabalhista é preciso ter uma graduação completa em Direito. Apenas com o diploma em mãos é possível dar o próximo passo, que é fazer o Exame de Ordem,  OAB.

A prova aplicada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é o passaporte para dar início à carreira de advogado de forma legal. É preciso estudar bastante para passar neste exame, que é obrigatório. Só então é possível advogar em todo o território nacional.

A prova conta com dois dias de aplicação e contempla questões dissertativas e de múltipla escolha. A Ordem disponibiliza três edições do exame por ano, assim é possível tentar mais de uma vez em caso de reprovação.

Apesar de exigir apenas a graduação para exercer a profissão, como falamos anteriormente, a área trabalhista e previdenciária está em constante transformação. Por isso, o ideal é que após prestar o Exame de Ordem, o profissional continue investindo em conhecimento e buscando se especializar. Para isso existe a pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista.

Como é a pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista?

A pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista visa aprofundar os temas de direito material e processual do trabalho, a fim de aperfeiçoar as habilidades dos bacharéis em Direito que estão no mercado atuando como advogados, magistrados, procuradores do trabalho, defensores públicos, servidores públicos ou em outras funções na área trabalhista e previdenciária.

O curso busca estimular a produção acadêmica e o debate crítico sobre Direito e Processo do trabalho, além disso, aborda os fundamentos e conhecimentos acerca do Direito do Trabalho e Previdenciário a partir de um novo paradigma teórico e prático, para que os alunos possam resolver conflitos de forma mais eficaz e pragmática no dia a dia.

O que se estuda na pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista?

As aulas na pós-graduação de Direito Previdenciário e Trabalhista  vão desde os cálculos previdenciários ao processo administrativo e judicial previdenciário, passando pelas teses revisionais. O curso mescla disciplinas teóricas e práticas, para que o aluno esteja bem preparado para atuar de forma ampla. Veja a seguir algumas das disciplinas do curso:

  • Contrato de trabalho
  • Cálculos trabalhistas
  • Direito coletivo do trabalho
  • Direitos fundamentais e tutela do empregado
  • Prática da Seguridade Social
  • RGPS: Aposentadorias Programáveis
  • RGPS: Benefícios por Incapacidade
  • Seguridade Social
  • Temas especiais de contrato de trabalho
  • Trabalho de conclusão de curso

Quanto tempo dura a pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista?

Guia da carreira - Como funciona uma pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista

A pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista pode durar de 6 a 10 meses e não requer estágio obrigatório, como a graduação. É oferecida nas modalidades presencial e a distância na grande maioria das universidades, o que dá ao aluno mais flexibilidade para estudar sem abrir mão do trabalho..

Por seu curto tempo de duração, a especialização mostra ser a melhor maneira de se diferenciar em meio à multidão e investir no próprio currículo.

Quanto ganha um advogado trabalhista?

O salário de um advogado trabalhista está ligado diretamente ao seu tempo de trabalho, mas também considera seu nível de capacitação. Levando em conta este aspecto, ter uma pós graduação conta bastante. Veja a seguir algumas das remunerações do profissional da área previdenciária e trabalhista:

  • Advogado Sênior: entre R$ 5.300 e R$ 13.500
  • Advogado Pleno: entre R$ 4.000 e R$ 9.500
  • Advogado Júnior: entre R$ 3.000 e R$ 5.000

Como é o curso de Direito?

A graduação em Direito dura em média 5 anos e requer bastante dedicação do aluno. Por ser uma área de conhecimento que lida diretamente com as leis que regem o país, o estudante de Direito precisa estar preparado para devorar incontáveis páginas de leitura densa e absorver uma grande quantidade de conteúdo.

O Direito oferece ao aluno um leque de possibilidades e o permite se especializar em áreas bem diversas como Direito Digital, Direito da Criança e do Adolescente, Direito Agrário, Direito Penal e muitos outros. O Direito Previdenciário e Trabalhista é apenas mais uma das áreas que o aluno pode se aprofundar.

Como qualquer graduação, para conquistar o diploma o aluno precisa realizar um estágio supervisionado e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso, o TCC. Esta, inclusive, é uma grande oportunidade de realizar uma pesquisa mais aprofundada na área que deseja se especializar.

Onde fazer pós-graduação em Direito Previdenciário e Trabalhista?

Participar de workshops, palestras e eventos é uma boa forma de incrementar o currículo, no entanto, nada substitui a vivência acadêmica e o networking da sala de aula. A cada ano surgem novos desafios no ramo do Direito, portanto se preparar para enfrentá-los e ter um diploma em mãos pode garantir um lugar de destaque na busca pelos melhores salários.

Pra você que decidiu começar uma pós-graduação, separamos uma lista com ótimas instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e bem conceituadas no mercado. É esse reconhecimento que garante a validade do seu diploma e aumenta sua empregabilidade no mercado de trabalho. Veja a seguir::

Veja também:

Conheça as áreas mais bem pagas do Direito
Descubra como funciona a carreira em Direito Trabalhista

E então, que tal aproveitar o novo ano para começar uma pós graduação? Deixe nos comentários em qual área do Direito você pretende se especializar.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!