Saiba quais bolsas de estudo tentar em 2020

Veja como estudar de graça (ou pagando pouco) em 2020!

Boa notícia para você que quer fazer um curso superior em 2020: não vão faltar oportunidades de estudar com bolsa!

Ao longo do ano, no primeiro e no segundo semestre, temos alternativas bem interessantes para quem está atrás daquela ajudinha para entrar na faculdade.

A gente fala dos principais a seguir.

Saiba quais bolsas de estudo tentar em 2020 e as melhores faculdades para garantir sua matrícula.

Bolsas de estudos para tentar em 2020

Vamos começar falando do principal programa de bolsas de estudos do Brasil: o ProUni!

Ele não é o mais fácil de entrar, mas certamente é o maior e o mais diverso. Todos os anos, o governo federal distribui cerca de 300 mil bolsas em todo o país.

É um programa bem amplo, que trabalha com cursos presenciais e a distância em todas as áreas do conhecimento – tem até para Medicina, para você ter ideia!

Aos interessados, o desafio é conseguir uma vaga. Para participar do ProUni 2020 não pode ter diploma de nível superior, precisa ter feito o Enem mais recente e atender a uma série de requisitos, que incluem:

  • Desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem 2019.
  • Nota acima de zero na redação.
  • Renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa para tentar bolsa parcial (que paga metade do valor da mensalidade) e de até 1,5 salário mínimo por pessoa para tentar bolsa integral (que cobre 100% do valor).
  • Ter feito todo o ensino médio em escola da rede pública ou na escola particular na condição de bolsista integral.

A seleção ocorre duas vezes por ano, no início dos semestres letivos, em datas determinadas pelo Ministério da Educação (MEC). Quem apresentar as maiores notas no Enem tem mais chances de levar.

Por sorte, o ProUni não é o único programa de bolsas do Brasil. Tem várias outras maneiras – algumas bem mais simples – de conseguir o benefício.

Veja abaixo:

Bolsas por desempenho – Várias e várias faculdades particulares pelo Brasil oferecem bolsas de estudos como forma de atrair novos alunos. Elas são distribuídas, por exemplo, por meio de um bom desempenho no vestibular local (os primeiros colocados, geralmente), para quem apresenta uma boa nota no Enem, para quem vem transferido de outras faculdades ou está em busca de uma segunda graduação, para quem tem um bom desempenho no decorrer do curso, etc.

Bolsas de incentivo – Se você der uma olhada nos programas de incentivo à formação de nível superior oferecida pelas secretarias estaduais ou municipais de educação de onde você mora, pode se surpreender: muitas oferecem bolsas integrais em boas faculdades. A dica é procurar, investigar, ir atrás. Normalmente são direcionadas a estudantes da rede pública ou que têm baixa renda. Às vezes são programas pouco conhecidos, o que aumenta ainda mais as suas chances de conquistar uma delas.

Descontos e promoções – É sempre bom ficar de olho nos descontos e promoções que as faculdades oferecem todos os semestres. Quem sabe um deles não é exatamente o que você procura? Os descontos podem vir na forma de um abatimento permanente no valor das mensalidades, para quem paga em dia. Já as promoções podem variar bastante de faculdade para faculdade. Acompanhe as novidades nos sites dos locais onde você gostaria de estudar.

Alternativas às bolsas de estudos em 2020

Se você fez o Enem em 2019, pode aproveitar várias oportunidades de entrar na faculdade em 2020 sem se preocupar com as mensalidades.

Este ano, teremos outros programas pela frente:

Sisu 2020 – Trata-se do programa que distribui vagas em universidades públicas em todo o país. Haverá uma segunda edição no meio do ano, com milhares de novas vagas à disposição. Que tal tentar mais uma vez? Para participar é preciso ter feito o Enem 2019 e não ter tirado zero na redação.

ProUni 2020 (de novo?) – Sim, no segundo semestre de 2020 haverá uma nova edição, com mais uma chance de ganhar aquela bolsa que você procura.

FIES 2020 – O programa de financiamento estudantil pode ser uma alternativa interessante à bolsa de estudos. Com ele dá para financiar os estudos a juros baixos e ainda pagar a dívida em um prazo bem longo. Para melhorar, as parcelas só começam a ser cobradas depois da formatura, e você ainda pode entrar na concorrência usando a nota de qualquer Enem a partir de 2010 – desde que tenha a pontuação solicitada. São duas chances por ano.

Onde estudar com bolsa em 2020

Se considerarmos o ProUni e todas as bolsas oferecidas por outros programas, temos uma oferta imensa de faculdades à disposição.

O desafio? Encontrar as melhores!

Fazer isso é simples: pesquise a fundo a faculdade antes de tentar vaga por lá. Veja se a instituição é reconhecida e bem avaliada pelo MEC, sem tem o curso que você quer, do jeito que você procura (presencial, a distância, semipresencial).

Ter um ensino de qualidade é a primeira garantia de chegar ao mercado de trabalho com um diploma valorizado no mercado, disputado pelas melhores empresas do país.

A gente selecionou abaixo algumas boas faculdades para você incluir na sua busca. Elas participam do ProUni e possuem seus próprios modelos de distribuição de bolsas de estudos.

Clique nos links:

Veja também:

Veja quantas questões tem que acertar no Enem para tirar 700 

Vai tentar uma bolsa em 2020? Por qual programa? Conte para a gente quais são seus planos!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin