dcsimg

Veja tudo o que você precisa saber sobre o P-FIES

Entenda como funciona, quem pode pedir e onde estudar com o novo modelo de financiamento do FIES!

fiesDesde que foi criado, em 2001, o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) já passou por várias mudanças.

Entre as mais recentes está a introdução do P-FIES, uma modalidade diferente de financiamento, contratada junto a bancos privados (anteriormente só era possível fazer o FIES com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal).

A medida, que entrou em vigor em 2018, não afeta o FIES tradicional. Trata-se de uma alternativa ao financiamento original, com a abertura de novas vagas e regras ligeiramente diferentes.

Essa pode ser a chance que você estava esperando para financiar uma faculdade a juros baixos e com condições especiais. Quer descobrir como funciona o P-FIES? Fique aqui com a gente!

O que é o P-FIES?

O P-FIES é um financiamento estudantil. Ele é parecido com o FIES do governo federal, mas aqui o empréstimo é feito junto a um banco privado. Basicamente, quem consegue o P-FIES tem condições facilitadas de crédito estudantil para ajudar a pagar a faculdade particular.

Precisa ter feito o Enem para pedir o P-FIES?

Sim. Para concorrer a uma vaga no P-FIES é preciso ter feito o Enem e ter alcançado a pontuação mínima solicitada. Veja mais a seguir.

Quem pode solicitar o P-FIES?

Pode solicitar o P-FIES quem fez qualquer edição do Enem a partir de 2010 e obteve desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.

Assim como acontece no FIES tradicional, no P-FIES também é obrigatório se enquadrar em requisitos socioeconômicos. Aqui, a renda familiar bruta mensal deve ser de pelo menos 3 salários mínimos por pessoa e não pode ultrapassar 5 salários mínimos por pessoa.

Quando tem inscrição para o P-FIES?

As inscrições para o P-FIES abrem duas vezes ao ano, no primeiro e no segundo semestre. As datas exatas são divulgadas alguns dias antes pelo Ministério da Educação (MEC).

Quanto custa o P-FIES?

A inscrição para o P-FIES é gratuita. Já as taxas, parcelas de coparticipação e pagamento posterior dependem do tipo de contrato que o estudante assinar.

Quantas vagas tem o P-FIES?

O número de vagas disponíveis no P-FIES varia a cada edição. A primeira delas, lançada em março de 2018, ofereceu 75 mil vagas, por exemplo.

Como faço a inscrição do P-FIES?

Para fazer a inscrição do P-FIES, no período determinado pelo MEC é preciso se cadastrar no site FIES Seleção.

Em seguida, o candidato deve escolher, entre as vagas disponíveis no sistema, as opções de curso que pretende disputar.

Caso seja pré-selecionado, deverá comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade onde conseguiu a vaga e depois levar toda a documentação solicitada ao banco para fazer o financiamento.

É super importante ficar de olho nos prazos, pois o MEC tem datas-limite para cada uma das etapas.

Como é o processo seletivo do P-FIES?

O processo seletivo do P-FIES é bem semelhante ao do FIES. Nele, concorrem apenas os candidatos que escolherem as mesmas opções de curso, turno e local de oferta (faculdade, cidade e campus). A classificação é automatizada e usa como critério a nota do Enem. Ou seja, quanto maior for a sua nota, mais chances você terá de conseguir o P-FIES.

Em caso de empate, o sistema vai considerar a maior nota das seguintes provas, nesta ordem:

  1. Redação
  2. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  3. Matemática e suas Tecnologias
  4. Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  5. Ciências Humanas e suas Tecnologias

Quem tem ProUni pode pedir o P-FIES?

Sim. Quem já tiver uma bolsa parcial do ProUni pode solicitar o P-FIES para pagar a outra parte da mensalidade, desde que se enquadre nos requisitos de participação do programa (desempenho no Enem e renda familiar).

Quem já se formou pode pedir o P-FIES?

Sim. Quem já tiver diploma de nível superior pode solicitar o P-FIES para financiar sua segunda graduação, desde que atenda aos requisitos de participação do programa.

Quem já tem o FIES pode mudar para o P-FIES?

Até o momento, o MEC não divulgou nenhuma restrição a quem tem o FIES e quiser passar para o P-FIES. No entanto, é importante avaliar com muita calma as condições do financiamento (as do FIES podem ser mais vantajosas!) antes de decidir se vale mesmo a pena e se o contrato que você assinou permite fazer essa mudança sem ficar no prejuízo.

Qual é a taxa de juros do P-FIES?

A taxa de juros do P-FIES não é fixa, depende do tipo de contrato.

Qual é o prazo de pagamento do P-FIES?

O prazo de pagamento do P-FIES não é fixo, depende do tipo de contrato e da duração do curso financiado.

Quais são as condições do P-FIES?

As condições do P-FIES são determinadas caso a caso, entre a faculdade, a instituição financeira e o estudante.

Onde posso estudar com o P-FIES?

O P-FIES só aceita faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. Com isso você pode ter a certeza de que vai investir tempo e dinheiro em uma formação de qualidade, com diploma válido em todo o território nacional.

A lista de faculdades participantes do P-FIES pode ser diferente a cada semestre. A seguir, confira algumas sugestões de instituições de ensino reconhecidas e bem avaliadas que já participam de outros programas governamentais e provavelmente oferecerão vagas no P-FIES.

Veja também:

Saiba que nota você precisa tirar no Enem para conseguir FIES

Vai tentar um financiamento do P-FIES para turbinar sua carreira? Conte para a gente qual o curso dos seus sonhos!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin