Saiba tudo sobre o Prouni 2020.2 e tente sua vaga

Se você pretende entrar no ensino superior, um dos meios é o ProUni, Programa Universidade para Todos, que desde 2004, por iniciativa do governo federal e administrado pelo Ministério da Educação, proporciona bolsas de estudo a estudantes brasileiros de baixa renda, que não tenham diploma de nível superior.

As bolsas são para cursos de graduação e pós-graduação, presenciais ou EAD, em instituições particulares, e existem em duas modalidades: umas cobrem integralmente o valor do curso; outras, a metade desse valor. Se obtiver a da metade, você pode financiar o pagamento do restante a juros baixos e longo prazo pelo FIES.

Você usa a sua nota do Enem para se candidatar à bolsa, passando por uma seleção que existe a cada semestre e é bastante concorrida. Tudo isso conforme critérios que ficará sabendo ao ler este texto, no qual você verá também quem pode, quando e como participar do ProUni,

Condições para se inscrever

Verifique se você está numa das situações abaixo:

  • Fez em escola da rede pública o ensino médio completo.
  • Cursou em escola privada o ensino médio completo, com bolsa da escola.
  • Estudou em escola pública uma parte do ensino médio e em escola privada outra parte, com bolsa integral.
  • Tem alguma deficiência.
  • É professor efetivo de escola pública, para concorrer à bolsa somente nas licenciaturas, caso em que não precisa fazer comprovação de renda.

Já sabendo que há dois tipos de bolsa, para pleitear a parcial a renda mensal familiar bruta é limitada a 3 salários mínimos por pessoa. Para bolsa integral, renda mensal familiar bruta só até 1,5 salário mínimo por pessoa.

Datas do ProUni 2020.2

No princípio de cada semestre abrem-se os procedimentos para você se candidatar a uma bolsa. O prazo para inscrição é de só 4 dias, então inscreva-se logo que ele se inicie, assegurando assim sua participação.

Para o segundo semestre 2020, ainda não foi publicado o cronograma oficial. Portanto, quando for chegando a época, acompanhe atentamente o site do ProUni. Ano a ano, as datas têm sido parecidas, por isso você pode esperar que elas venham a ser as seguintes, aproximadamente:

 Inscrições: início de junho

  • Resultado: segunda semana de junho 
  • Matrícula: final de junho (prazo de mais ou menos uma semana)
  • Segunda chamada: início de julho 
  • Matrícula da segunda chamada: (prazo de mais ou menos cinco dias) 
  • Lista de espera: segunda semana de julho (só dois dias) 
  • Divulgação da lista de espera: segunda semana de julho

Como se inscrever no ProUni 2020.2

Antes de tudo, tenha em mãos seu número de inscrição no Enem, pois outra condição que você deve demonstrar é ter feito a mais recente edição daquele exame, com nota diferente de zero na redação e ao menos 450 pontos nas provas. 

Quanto mais pontos, mais perto da bolsa você está. Se tem como comprovar todas as condições, veja como agir:

  • Acessar o site do ProUni
  • Clicar em “fazer a inscrição”.
  • Digitar seu CPF, número de inscrição e senha da edição mais recente do Enem.
  • Fornecer as informações pessoais e familiares, conforme orientação na tela.
  • Inserir os 2 cursos para os quais pretende a bolsa.
  • Verificar os dados preenchidos, finalizar a inscrição e aguardar surgir a confirmação.

Durante o prazo das inscrições, a chamada “nota de corte”, que é a menor pontuação que você precisa ter para ser selecionado, vai sempre se alterando, conforme seja a procura por este ou aquele curso. 

Até o último dia das inscrições você pode trocar sua escolha de curso, para buscar algum em que sua nota te garanta a bolsa. Entretanto, sugerimos que você não troque muitas vezes, porque o site fica sobrecarregado, fazendo com que qualquer erro possa te prejudicar.

Quando ver o resultado do ProUni 2020.2

Encerradas as inscrições, aguarde o resultado que, como visto acima, deve sair na segunda semana de junho. Você pode ver se foi selecionado acompanhando pelo site ou pelo 0800–616161. 

Se for escolhido, apresente os documentos onde estão os dados fornecidos na inscrição. Com tudo em ordem, faça sua matrícula e assine a concessão da bolsa.

O que fazer se não conseguir bolsa pelo ProUni 2020.2

Sua pontuação no Enem ainda pode ser usada para você entrar no ensino superior, caso não tenha obtido bolsa pelo ProUni. Uma das alternativas é se candidatar ao financiamento integral do seu curso, a longo prazo e com juros bem abaixo do mercado. 

Com o FIES, Financiamento Estudantil, você só começa a pagar as parcelas 1,5 ano após formado.

O FIES só é possível para cursos presenciais. Para se inscrever à seleção, você deve ter tido pontuação maior que zero na redação, além de ter tirado no mínimo 450 pontos nas provas do Enem. Também se faz necessária a apresentação de comprovação de renda, conforme a modalidade de financiamento.

Você pode também se valer do ingresso direto. Ao apresentar a pontuação do Enem de qualquer edição posterior a 2010, sem necessidade de nota mínima ou de vestibular, a resposta da faculdade sobre sua admissão ocorre em até 48 horas. 

Basta se inscrever pelo site de uma instituição que aceite esse critério e, tendo fornecido suas informações, esperar a resposta.

Esta forma de ingresso é possível em muitas faculdades, e a maior parte delas tem financiamentos próprios, descontos e bolsas de estudo de até 100%. O processo de concessão é direto com você. Não pede comprovação de renda, não tem burocracia e é rápido.

Fizemos para você uma lista de instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que aceitam o ingresso direto, além de participarem dos programas oficiais de auxílio ao estudante. Confira:

Veja mais:

Não consigo pagar a faculdade. O que fazer?

Escolas particulares: Conheça vantagens do ensino privado

Qual bolsa é mais interessante para você? Conte para nós nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin