Descubra se é possível entrar no Sisu para cursos EAD

Interessado(a) em estudar em uma universidade pública a distância? Neste artigo, você descobre se isso é possível, confira!

Como funciona o Sisu?

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa federal de acesso ao ensino superior público por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Pelo programa, universidades públicas do Brasil todo oferecem vagas de cursos bacharelados, licenciaturas e tecnólogos pelo Sisu.

As inscrições para o programa ocorrem duas vezes ao ano, antes do início de cada semestre letivo. Ao se inscrever, os candidatos são classificados de acordo com suas notas do último Enem. O Sisu conta com uma lista de espera, portanto, ainda há chance de ingresso para os bem classificados que não passaram na primeira chamada.

Os únicos critérios para se inscrever em uma universidade pública pelo Sisu é ter prestado o último Enem e não ter zerado na redação. Em alguns casos, as universidades definem notas mínimas para ingresso em seus cursos.

Tem algum curso EAD pelo Sisu?

Sim! Em decisão inédita, o Ministério da Educação (MEC) liberou a oferta de vagas para cursos na modalidade a distância a partir do segundo semestre de 2020. Antes, o Sisu só dava ingresso a cursos presenciais.

Outro programa que também dá acesso a cursos, presenciais e a distância, pela nota do Enem é o Programa Universidade Para Todos (Prouni). O programa oferece bolsas de estudo parciais e integrais, ou seja, de 50% e 100% de desconto, em universidades particulares.

Para se inscrever no Prouni, é preciso se encaixar em alguns pré-requisitos, como ter tirado pelo menos 450 pontos no Enem e não ter zerado a redação; ter concluído o ensino médio em escola pública ou particular com bolsa integral; e ter renda familiar bruta compatível para concorrer às bolsas parciais ou integrais.

Como se inscrever no Sisu?

As inscrições para o Sisu são totalmente on-line e gratuitas. Elas devem ser feitas no site do Sisu no período determinado em edital pelo Ministério da Educação.

Para se inscrever, é necessário ter em mãos o número de inscrição e a senha do Enem do ano anterior. Caso não se lembre, essas informações podem ser resgatadas no site do Enem.

Na sequência, o candidato deve escolher duas opções diferentes de curso para concorrer, sendo a primeira opção a principal. Caso o candidato não passe em sua primeira opção, ele entra automaticamente na lista de concorrentes da segundo opção.

Em seguida, o estudante deve selecionar a modalidade que concorrerão: ampla concorrência, cotas ou vagas de outras políticas afirmativas. Todas as condições necessárias devem ser comprovadas por documentos na hora da matrícula na instituição.

Durante os dias de inscrição, o candidato deve continuar atento ao site. Isso porque as notas de corte de cada curso mudam diariamente, conforme mais estudantes se inscrevem. Caso o estudante veja que não conseguirá passar no curso desejado, ele pode alterar suas opções de curso até o último dia de inscrições.

Quando se encerra o período de inscrição, os candidatos com as melhores notas são classificados e devem fazer sua matrícula na universidade no período estipulado no edital do Sisu.

Qual a nota mínima para entrar no Sisu?

Algumas instituições públicas estabelecem notas mínimas para que os estudantes se candidatem a seus cursos. Caso o estudante não tenha tirado, no mínimo, essa nota no último Enem, ele não consegue se inscrever.

Além da nota mínima, outra nota que gera dúvidas nos estudantes é a nota de corte. A nota de corte equivale à nota do último colocado naquele curso em específico. Por isso, no decorrer das inscrições, mais pessoas se inscrevem e a nota de corte vai se alterando.

Alguns cursos e universidades são mais concorridos que outros. Antes de escolher uma opção de graduação, é importante ver qual foi a nota de corte do curso no ano anterior. Alguns cursos tem notas de corte em torno de 450 pontos, mas outros, como Medicina, Direito e Engenharia, a nota de corte pode passar dos 800 pontos.

E se eu não passar no Sisu?

Não passar no Sisu ou no Prouni não significa ter que abandonar seu sonho de entrar na faculdade! Existem diversas faculdades privadas que aceitam o ingresso com ou sem a nota do Enem e com vestibular próprio.

Algumas instituições particulares ainda oferecem bolsas de estudos e descontos, sem precisar comprovar renda e outras burocracias. Se interessou? Então, confira estas faculdades bem avaliadas pelo MEC que oferecem ótimos descontos:

Leia também: Notas de corte Sisu 2020 por curso e algumas universidades

E você? Já sabe qual curso superior quer fazer? Conta para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin