Descubra quanto ganha um assistente administrativo

Se você se interessa pela profissão e está se perguntando quanto ganha um assistente administrativo, este texto vai te ajudar a conhecer o salário e a entender melhor essa carreira.

Primeiro, é preciso saber que assistente administrativo é um cargo de muita importância para um bom funcionamento e uma boa organização de uma empresa. Ele tem um papel importante na rotina administrativa e seu trabalho tem relevância para boa parte dos funcionários de uma companhia.

Ele estará presente nos setores de gestão da empresa, na administração financeira, nos processos operacionais e logísticos e até nos recursos humanos. Deve ser um profissional organizado, que possa trabalhar com clareza para que os processos organizacionais sejam eficientes dentro da empresa.

Além de todo esse envolvimento com áreas importantes da empresa, é uma profissão que atrai muitas pessoas devido ao alto número de profissionais ativos dentro do mercado de trabalho.

Veja como é a remuneração de um assistente administrativo no Brasil e conheça mais sobre essa carreira.

Salário mínimo de um assistente administrativo

Não há um piso salarial fixo para um assistente administrativo no Brasil. A remuneração varia entre os estados e cidades brasileiras. Segundo o site especializado Salario.com.br, o salário mínimo médio no Brasil é de R$ 1.706,61 por mês.

Veja como é a remuneração em algumas das principais cidades do país:

  • São Paulo (SP): R$ 2.108,23
  • Brasília (DF): R$ 1.983,59
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 1.972,11
  • Porto Alegre (RS): R$ 1.817,90
  • Curitiba (PR): R$ 1.693,18
  • Belo Horizonte (MG): R$ 1.686,00
  • Salvador (BA): R$ 1.555,56
  • Goiânia (GO): R$ 1.542,35
  • Fortaleza (CE): R$ 1.467,92

Os números das cidades são com base nos dados salariais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2020 dos respectivos municípios, consultados pelo Salario.com.br.

Salário médio de um assistente administrativo

As médias salariais também variam por estado e podem ser mais altas ou mais baixas de acordo com a região. Com base em 572.940 remunerações registradas no Caged, o Salario.com.br levantou que o salário médio de um assistente administrativo no Brasil é de R$ 1.869,88 mensais.

Ainda segundo o site, o teto salarial pode chegar a no máximo R$ 4.157,93 por mês.

O Guia de Profissões do Quero Bolsa também fez um levantamento com base na média dos salários do Caged nos estados brasileiros. Veja alguns:

  • Amazonas: R$ 1.564,65
  • Bahia: R$ 1.299,70
  • Ceará: R$ 1.209,21
  • Distrito Federal: 2.359,99
  • Goiás: R$ 1.380,25
  • Minas Gerais: R$ 1.305,18
  • Pará: R$ 1.354,67
  • Paraná: R$ 1.480,30
  • Pernambuco: R$ 1.277,29
  • Rio de Janeiro: R$ 1.504,66
  • Rio Grande do Sul: R$ 1.436,17
  • Santa Catarina: R$ 1.562,33
  • São Paulo: R$ 1.633,83

Qual a função de um assistente administrativo?

Então, o que faz um assistente administrativo para ser uma pessoa tão relevante dentro da empresa? São várias funções que ele desempenha, em diferentes setores da companhia. Por isso, está se relacionando com várias áreas em muitos momentos do seu dia a dia.

Pode trabalhar como secretário de líderes e gestores, trabalhar na dinâmica de funcionários de outros setores, como financeiro e RH, e também com contato entre outras empresas, clientes e público externo.

Veja algumas das funções do dia a dia de um assistente administrativo:

  • Envio e recebimento de correspondências e documentos destinados aos setores da empresa;
  • Controle de contas a pagar e receitas;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Elaboração de relatórios financeiros;
  • Acompanhamento de trabalhos de logística da empresa;
  • Manutenção de arquivos;
  • Cadastramento de informações atualizados;
  • Assessoria de gerentes e líderes com questões práticas da rotina de trabalho
  • Preparação de documentos;
  • Prestação de informações ao público;
  • Responder e-mails e outros serviços de secretaria.

Em algumas oportunidades, o assistente administrativo pode atuar em áreas específicas, sem variar muito entre setores. Isso varia de empresa para empresa, não havendo alguma linha exata. Veja algumas formas de atuação:

  • Assistente de Compras;
  • Assistente de Vendas;
  • Assistente Financeiro;
  • Assistente Comercial;
  • Assistente de Logística;
  • Assistente de Departamento Pessoal (ou Recursos Humanos);
  • Assistente de Atendimento.

O que estudar para ser um assistente administrativo?

Não existe uma formação específica para se tornar um assistente administrativo. Muitas empresas exigem o Ensino Médio completo, outras têm o cargo de assistente administrativo ocupado por estagiários de cursos do Ensino Superior das área de Administração e Gestão e Negócios.

Como é uma função que traz uma experiência da rotina administrativa, é uma oportunidade para o funcionário ingressar em cargos superiores em diversos departamentos da empresa.

Mas, para almejar um crescimento profissional, é fundamental buscar uma graduação no Ensino Superior. Fazer uma faculdade é uma forma de expandir o conhecimento da área para ter o trabalho valorizado, promoções na carreira e um salário melhor.

Os cursos que mais colocam assistentes administrativos no mercado são os seguintes:

Onde estudar?

Depois de escolher entre qual desses cursos da área administrativa fazer, é hora de decidir em que faculdade estudar. E nesse momento é importante pesquisar pelas muitas opções e escolher por uma que faça sentido para você.

Na lista abaixo, separamos cinco universidades reconhecidas pelo MEC que possuem unidades em diversas regiões do Brasil.

Veja algumas opções:

Apenas faculdades certificadas pelo MEC podem emitir diplomas com validade no mercado de trabalho para os estudantes.

Veja também: O que faz um assistente administrativo?

Ficou interessado pela carreira administrativa? Conte nos comentários abaixo qual curso que mais te chamou a atenção!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin