Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque o curso

    Busque, compare e escolha o curso que vai mudar sua vida.


  2. Garanta sua vaga

    Pague a adesão para garantir sua vaga.


  3. Na direção do seu sucesso

    Faça o processo seletivo e depois se matrIcule na faculdade.


Carreira

Endodontia: o que é, o que faz e como atuar nessa área

15 de abril de 2023
Imagem do autor
Escrito porGuia da Carreira

Provavelmente você já ouviu alguém dizer sobre ir ao dentista “fazer um canal”. Isso nada mais é que um procedimento para tratar um problema nas partes mais profundas do dente, que envolvem sua raiz. Mas sabia que existe um profissional específico para esse tipo de tratamento? É o dentista especializado na área de endodontia.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Mas o que exatamente é a endodontia? E quais as funções do profissional especializado nessa área? Como se tornar um endodontista? Continue a leitura para encontrar as respostas para essas perguntas e entender tudo sobre essa profissão.

O que é endodontia?

A endodontia é uma especialidade da odontologia. É responsável pelo estudo e tratamento da polpa dentária e de todo o sistema de canais e tecidos que circundam a ponta da raiz do dente.

O dentista especializado em endodontia é aquele que cuida de alterações ou enfermidades nesta área específica do dente, e que podem ser causadas por diversos fatores, como cáries, fraturas, traumas, lesões e patologias. É ele quem realiza, por exemplo, o tratamento de canal.

Qual a importância da Endodontia na odontologia?

A endodontia é uma especialidade muito importante na odontologia, e não é a toa que é também uma das mais populares.

Apesar de fundamental para a saúde bucal, a endodontia é importante também para a estética, pois cuida da estrutura interna dos dentes e de toda a arcada dentária. Além disso, a especialidade é fundamental para o sucesso dos tratamentos cujo objetivo é a reabilitação oral.

Entre as funções do endodontista, profissional dentista especializado na área, encontram-se o estudo, a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de diversas enfermidades, incluindo graves doenças como o câncer bucal. 

Como se tornar um endodontista?

Para se tornar um endodontista, o primeiro passo é se formar na graduação de odontologista, já que é uma especialidade desta. Após concluir a faculdade, o dentista deve cursar uma pós-graduação de especialização em endodontia.

Além disso, é necessário o registro profissional para que o dentista possa exercer a sua profissão e especialidade.

Graduação em odontologia

Na área da Saúde, a graduação em odontologia é uma das mais procuradas pelos vestibulandos e, portanto, uma das mais concorridas nos principais exames vestibulares.

Do tipo bacharelado, a faculdade de odontologia tem uma duração média de 5 anos, e seu objetivo é formar e capacitar profissionais dentistas para identificar, prevenir e tratar doenças que afetam a cavidade bucal.

A faculdade de odontologia conta com uma carga horária bastante densa e exige muita dedicação por parte dos alunos. A grade curricular da graduação em odontologia é bem diversificada, tanto em aulas teóricas quanto em aulas práticas e laboratoriais.

As principais disciplinas que compõem o currículo dessa faculdade são das seguintes áreas:

  • Anatomia
  • Bioética
  • Bioquímica
  • Clínica
  • Epidemiologia
  • Farmacologia
  • Implantodontia
  • Odontologia estética
  • Odontopediatria
  • Ortodontia
  • Ortodontia Preventiva
  • Patologia

Apesar das muitas disciplinas teóricas, grande parte da carga horária do curso é destinada a atividades práticas, pelas quais o estudante pode aplicar os conhecimentos adquiridos nas aulas em laboratórios e, até mesmo, em situações reais, por meio do contato direto com pacientes, a partir de uma supervisão profissional.

Para concluir o curso, o estudante deve, obrigatoriamente, realizar um estágio supervisionado, além de elaborar e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso. O diploma, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), é obrigatório para se exercer a profissão.

Após formado, o profissional deve se registrar junto ao Conselho Regional de Odontologia (CRO) para exercer suas atividades.

A graduação em odontologia forma um profissional cirurgião-dentista generalista. Após finalizar o curso e obter o diploma, o profissional pode optar por uma pós-graduação, nas mais de 20 especializações reconhecidas na área. A endodontia é uma dessas especializações.

endodontia

Especialização em endodontia

Com uma duração média de dois a três anos, a depender de como cada instituição de ensino distribui a grade curricular e horária entre os semestres, a pós-graduação em endodontia é uma das mais populares da odontologia. É a segunda especialidade da área com maior número de profissionais.

A formação do profissional em endodontia tem o objetivo de preparar o dentista para atuar de forma clínica e laboratorial, com capacidade e visão ampla da área, tornando-se apto para o diagnóstico e tratamento das mais diversas enfermidades e alterações que afetem as áreas do dente e arcada dentária pelas quais a especialidade é responsável, além de realizar cirurgias na região.

No vídeo a seguir, você confere um pouco mais sobre a especialização em endodontia e o que esperar dessa pós-graduação. Assista:

Registro profissional

Como qualquer profissional de odontologia, o dentista especializado em endodontia deve ter seu registro ativo no Conselho Regional de Odontologia (CRO) do estado onde atua.

O CRO é o órgão fiscalizador dos profissionais da área de odontologia, incluindo técnicos e auxiliares em saúde bucal, técnicos em próteses dentárias, e dentistas generalistas ou de qualquer especialização da área. No Brasil existem 27 CROs, um para cada estado, e todos vinculados ao Conselho Federal de Odontologia (CFO).

O que se estuda em endodontia?

Na pós-graduação de especialização em endodontia, o profissional dentista irá estudar disciplinas como as seguintes:

  • Abertura Coronária
  • Biologia dos Tecidos Periapicais
  • Biologia pulpar
  • Cirurgia Paraendodôntica
  • Clareamento Dental
  • Curativo de Demora
  • Diagnóstico das Alterações Pulpares e Periapicais
  • Endodontia em Dentes Permanentes Jovens
  • Etiopatogenia das Alterações Periapicais
  • Etiopatogenia das Alterações Pulpares
  • Irrigação dos Canais Radiculares
  • Isolamento do Campo Operatório
  • Lesões Endodôntico Periodontais
  • Medicação Geral em Endodontia
  • Obturação dos Canais Radiculares
  • Odontometria
  • Penetração Desinfectante
  • Preparo Biomecânico dos Canais  Radiculares
  • Preparo da Câmara Pulpar
  • Preparo do Canal
  • Preparo para a Terapia Endodôntica
  • Processo de Reparo após Tratamento Endodôntico
  • Radiologia em Endodontia
  • Sanificação dos Sistemas de Canais Radiculares
  • Tratamento Conservador da Polpa Dentária
  • Tratamento de Dentes com Rizogênese Incompleta

O que faz um Endodontista?

O endodontista – ou dentista especializado em endodontia – atua especificamente no cuidado e tratamento endodôntico. É esse profissional que é responsável pela saúde dos canais radiculares.

Entre suas funções clínicas, o endodontista pode exercer as seguintes atividades:

  • atender e examinar pacientes e diagnosticar enfermidades e alterações nos dentes e arcada dentária;
  • auxílio na prevenção de infecções nos dentes
  • procedimentos cirúrgico-endodônticos;
  • tratamento de canais;
  • tratamentos de conservação da polpa dentária;
  • tratamento de traumatismos dentários;
  • tratamento dos condutos radiculares;
  • remoção de pinos e núcleos metálicos fundidos;
  • restauração temporária e definitiva da coroa dentária.

Além disso, o profissional de endodontia pode abrir seu próprio consultório e atuar de forma autônoma, ou trabalhar em diferentes empresas e instituições de saúde, como clínicas, hospitais, órgãos de saúde pública, laboratórios, centros de pesquisa, universidades, indústrias de equipamentos odontológicos e centros odontológicos presentes em corporações.

endodontia

Qual o salário de um Endodontista?

De acordo com o site vagas, o salário inicial médio de um endodontista no Brasil é de aproximadamente R$ 3.122.  Contudo, pode vir a ganhar até R$ 6.028 por mês, sendo a média salarial de R$ 4.689.

Onde estudar?

Como mencionamos acima, para exercer a profissão de endodontista, é necessário cursar a graduação em odontologia e, depois, uma especialização na área.

A seguir, listamos algumas instituições de ensino reconhecidas e aprovadas pelo Ministério da Educação (MEC) que oferecem oportunidades de bolsas de estudo para essa graduação e pós-graduação, além de diversas outras opções de cursos nas modalidades presencial e online. Confira nossas indicações:

Você já havia considerado cursar odontologia e se especializar na área de endodontia? Ou essa especialização é uma novidade para você?

Se gostou do conteúdo, compartilhe com seus amigos nas redes sociais. Pode ser o que faltava para ajudar alguém a decidir por qual carreira seguir.

Leia mais:

Encontre o curso que te ajudará a ir além!
Encontre o curso que te ajudará a ir além!
Os mais lidos
Teste de personalidade MBTI: Saiba o que é e como fazer

Teste de personalidade MBTI: Saiba o que é e como fazer

Por Patricia Carvalho em 05/01/2024
Saiba como trabalhar pela internet e onde encontrar vagas

Saiba como trabalhar pela internet e onde encontrar vagas

Por Redacao em 15/09/2022
Faculdade em 2 anos: diploma em menos tempo

Faculdade em 2 anos: diploma em menos tempo

Por Guia da Carreira em 19/01/2022
Currículo profissional: competências, habilidades e modelos

Currículo profissional: competências, habilidades e modelos

Por Guia da Carreira em 20/07/2021
Policial Civil: saiba como se tornar um

Policial Civil: saiba como se tornar um

Por Guia da Carreira em 20/07/2021

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.