dcsimg

Conheça quais são as áreas de atuação da Fisioterapia

Você tem interesse em Fisioterapia e quer conhecer as possibilidades de atuação? Saiba tudo sobre a profissão e descubra se é o curso certo para você!

Fisioterapia é o curso que habilita profissionais para o trabalho de prevenção, recuperação e reabilitação da saúde humana.

Com pouco conhecimento sobre a profissão, podemos pensar que a Fisioterapia somente trata de lesões musculares ou faz a reabilitação pós-cirúrgica, mas é bem mais que isso.

Ao conhecer as áreas de atuação da Fisioterapia, entendemos o quão amplo é o campo de trabalho do fisioterapeuta e as várias possibilidades no mercado de trabalho. Vamos lá?

Conheça as áreas de atuação da Fisioterapia, suas especialidades e como se tornar um profissional

De acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), que regulamenta a profissão de fisioterapeuta no Brasil, a Fisioterapia é uma ciência que foca no estudo, diagnóstico, prevenção e reabilitação de quem tem algum distúrbio de movimento ou funcionamento dos sistemas corporais ou órgãos.

Isso envolve qualquer doença ocasionada por trauma, enfermidade ou condição genética, além de considerar aspectos sociais e psicológicos.

Para esse trabalho, o Conselho reconhece as especializações e áreas de atuação:

Fisioterapia Esportiva

É uma das áreas mais conhecidas e uma função fundamental e importante em centros esportivos e de treinamentos. Não é segredo que os esportes envolvem grandes negociações. Dessa forma, ter um esportista machucado e sem condições de desempenhar sua função causa prejuízo à sua equipe. Sendo assim, é crucial o trabalho desenvolvido por fisioterapeutas nessa área.

Fisioterapia em Acupuntura

Trata-se da aplicação da acupuntura — e também de outras técnicas da medicina tradicional chinesa — a problemas musculoesqueléticos. Pode tratar dores e depressão.

Fisioterapia do Trabalho

A área tem a função de manter a saúde do trabalhador e prevenir ou tratar lesões ou qualquer outra disfunção decorrente de sua atividade profissional.

Fisioterapia Neurofuncional

O fisioterapeuta pode ajudar pacientes que têm limitações físicas ou neuromotoras decorrentes de doenças neurológicas ou degenerativas, a fim de garantir sua autonomia.

Fisioterapia Aquática

Essa área de atuação engloba a utilização da água em diferentes contextos para promover a recuperação respiratória, o fortalecimento muscular e o alívio de dores, entre outros problemas. O trabalho com água se dá por meio de imersão, banhos, ingestão de águas naturais, ambientes termais com o uso de vapores e lamas, compressas, vaporização, dentre outros.

Fisioterapia Cardiovascular

Trabalha com intervenções para prevenir os fatores de risco cardiovascular e garantir melhores condições físicas e mentais dos pacientes com doença cardiovascular crônica. Os profissionais atuam também com a recuperação de pacientes após um acidente vascular cerebral, por exemplo.

Fisioterapia Respiratória

Trata de doenças respiratórias que podem ocasionar disfunções no diafragma, no metabolismo muscular e na oxigenação sanguínea.

Fisioterapia Dermatofuncional

Esse segmento é voltado principalmente à estética. O profissional ajuda em tratamentos como o de redução da gordura localizada, flacidez da pele, estrias, cicatrizes e outros tipos de condições que a pele apresenta.

Fisioterapia em Gerontologia

Trabalha com atenção e cuidados a idosos, com ênfase em sua qualidade de vida, bem-estar e mobilidade.  

Fisioterapia em Oncologia

A assistência a pacientes com câncer — ou com sequelas da doença — também é uma das especialidades do fisioterapeuta. O profissional auxilia, inclusive, em pré-operatório, no preparo do paciente para o procedimento e para tentar reduzir as complicações.

Fisioterapia Traumato-Ortopédica

Acompanha e trata disfunções causadas por doenças, traumatismos ou lesões ortopédicas.

Fisioterapia em Saúde da Mulher

Compreende o trabalho com as especificidades do corpo da mulher. Desenvolve a ginástica íntima, que ajuda a diminuir sintomas da menopausa, no tratamento de incontinência urinária, auxilia com a redução de cólicas menstruais e a preparar o corpo para o parto.

Fisioterapia em Osteopatia

Nessa área, o profissional trabalha com a manipulação musculoesquelética para tratar doenças e aliviar sintomas de dores. Um exemplo é o trabalho para recuperar a postura adequada.

Fisioterapia em Quiropraxia

Nesse campo de atuação, o fisioterapeuta ajuda com a prevenção de doenças ou seu agravamento e reabilita fisicamente o paciente.

Fisioterapia em Terapia Intensiva

Trabalha com condições de pacientes que sofrem complicações clínicas e necessitam de acompanhamento contínuo. Esse trabalho é realizado em conjunto com outros profissionais.

É importante ressaltar que outras áreas têm se desenvolvido, como:

  • Fisioterapia Hematológica
  • Fisioterapia Endocrinológica
  • Fisioterapia Angiológica
  • Fisioterapia Pericial
  • Fisioterapia Domiciliar
  • Fisioterapia Legal
  • Fisioterapia do Sono
  • Fisioterapia da Família e da Comunidade

Os profissionais de Fisioterapia podem atuar em hospitais, ambulatórios, clínicas médicas, centros de treinamentos, SPAs, academias de ginástica, centros de estética, asilos, casas de repouso, empresas e também podem direcionar sua carreira a pesquisas na área.

Onde estudar Fisioterapia

A graduação em Fisioterapia é do tipo bacharelado, dura de 4 a 5 anos e é oferecida apenas na modalidade presencial.

Ao escolher a instituição de ensino onde quer estudar, é importante que você verifique se ela é autorizada e reconhecida pelo MEC. Selecionamos algumas para indicar a você:

O ingresso nessas instituições pode acontecer por meio de programas e financiamentos do governo, como ProUni e FIES, prova tradicional (vestibular) ou acesso direto com a nota do Enem.

Apesar de serem universidades privadas, você pode ter uma mensalidade que caiba em seu orçamento, pois elas oferecem descontos, bolsas e até financiamento próprio.

Você certamente não deixará de fazer um bom curso de Fisioterapia por causa de valores exorbitantes. Por isso, visite o site dessas universidades e conheça todas as possibilidades.

Você também pode gostar de ler:

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Grade curricular de Fisioterapia

Viu só como é bem ampla a área de atuação em Fisioterapia? Qual área chama mais sua atenção? Já decidiu pelo curso e pela universidade? Conte-nos tudo nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin