O que é portfólio?

Na entrevista de emprego, é usual o profissional de RH fazer perguntas sobre experiências que estão no currículo do candidato. Nesse momento, o recrutador quer saber mais sobre experiências específicas, para conferir se o que está registrado é verdadeiro e o o quanto que o profissional se envolveu com determinado projeto.

Só que além do currículo, existe um outro modo de registrar e, principalmente, comprovar determinada experiência: o portfólio! Em resumo, o portfólio é uma síntese dos seus melhores trabalhos. Só que ele pode ser muito mais do que isso.

O portfólio pode ser também o passaporte para a tão sonhada vaga de emprego, ainda mais hoje em dia, em que é possível organizar e divulgar o portfólio gratuitamente.

O que é portfólio?

O portfólio é uma espécie de documento não oficial que contém as principais conquistas e experiências profissionais de alguém. Só que não é um texto, com algumas descrições, como o currículo. O portfólio contém os trabalhos em si, para que outros profissionais possam visualizar o que foi feito.

portfólioO que não quer dizer que apenas quem trabalha com imagens ou vídeos deva ter um portfólio. Profissionais de todas as áreas podem (e devem) ter um portfólio para chamar de seu. O profissional que trabalha com textos, por exemplo, pode reunir os de maior destaque para incluir no próprio portfólio.

E outras profissões, como dentista ou arquiteto, também podem ter portfólio? Claro que sim! Nesse caso, o importante é fazer um registro do trabalho desenvolvido. O dentista, por exemplo, pode fazer fotos no modelo “antes e depois”; o arquiteto, pode fotografar as casas depois de prontas e guardar os projetos que considera de melhor qualidade.

+ Portfólio: saiba como ele pode te ajudar a garantir uma vaga de emprego

O importante é entender que o portfólio não precisa nem deve conter todos os trabalhos profissionais de alguém, mas, sim, os melhores. Até por isso, ao montar o seu portfólio, separe o que foi mais elogiado ou destacado.

Como se faz um portfólio?

Antes de responder a essa pergunta, é preciso decidir: o portfólio será físico ou digital? Porque a plataforma será decisiva no momento de organizar as experiências. Veja, a seguir, alguns exemplos.

Aprenda a montar um portfólio físico

O portfólio físico é relativamente simples de ser montado. É necessário ter a versão impressa dos seus melhores trabalhos para levá-los em uma entrevista de emprego. Lembre-se de ficar atento quanto à qualidade da impressão.

Em relação ao tamanho, pode-se utilizar papel A3 ou A4, que são os padrões. Leve os trabalhos organizados e dentro de uma pasta impermeável. Até porque, já pensou em perder o seu portfólio por conta de uma chuva? Não dá!

E, sim, organizados. Nada de chegar na frente da recrutadora e se perder em meio aos papéis. Se ela solicitar a foto de uma campanha publicitária de 10 anos atrás, por exemplo, saiba como encontrar a folha de modo rápido e simples, sem fazer bagunça

Aprenda a montar um portfólio digital

Do mesmo modo que existe o portfólio físico impresso em folhas A3 ou A4, existe o portfólio digital no formato PDF. Essa é a versão mais simples, correspondente à versão física, só que em outro formato.

Esse formato, além de simples, pode ser enviado a qualquer um que solicitar o seu portfólio. De modo que alguns cliques com o mouse resolvem a questão.

Porém, como sabemos, o mundo digital oferece várias oportunidades de como elaborar um portfólio, principalmente se houver arquivos de áudio ou vídeo. Por isso, recomenda-se que se explore as plataformas e os formatos disponíveis.

O que é um portfólio profissional?

portfólioAlém dos formatos, físico ou digital, um portfólio pode conter diferentes objetivos. Isso mesmo! Um portfólio para empresa é diferente de um acadêmico que, por sua vez, também é diferente de um de design. Por isso, antes de elaborar o seu, tenha em mente qual é o objetivo que ele pretende satisfazer.

O portfólio profissional é o mais comum, visto que pessoas de diferentes áreas podem fazer esse tipo de portfólio, que está mais alinhado com o objetivo profissional de cada um.

Portfólio: apenas o melhor

Como vimos, o portfólio não é uma reunião de todos os seus trabalhos e experiências, mas uma seleção do seu melhor. É o momento de utilizar os destaques, prêmios e elogios a seu favor.

Até porque, quanto mais experiência tem uma pessoa, mais trabalhos ela deverá ter em seu portfólio. Então, já pensou se o candidato, em uma entrevista para um cargo sênior ou de direção, levar  simplesmente todos os trabalhos que já fez?

O recrutador não vai ter tempo sequer de ver todos, equalizando a entrega razoável com a excelente. E não é esse o objetivo de um portfólio, já que ele pretende chamar atenção para o bom resultado.

Assim, um segredo é incluir os trabalhos que foram desenvolvidos para ou em parceria com grandes empresas, profissionais renomados da área, ou que renderam algum prêmio.

+ Currículo: veja quais informações você não precisa incluir

Se o tempo para fazer a seleção for muito, não se preocupe: sinal de que a trajetória profissional foi bem trilhada. Mas nada de preguiça, hein!

Lembre-se também de que o portfólio constrói um identidade profissional, que mostra quais experiências você já teve e quando aconteceram.

Ao final, insira as formas de contato. Até porque, a intenção é que queiram entrar em contato com você após verem o seu talento e a sua experiência.

Passo a passo de como montar um portfólio

1. Defina o objetivo profissional

portfólioEssa definição será importante para os passos seguintes. O que você pretende com o portfólio? Conseguir uma vaga de emprego? Captar novos clientes? Ser notado por uma grande empresa ou profissional de destaque?

Tenha em mente que você pode ter mais de um portfólio, cada um adequado a um objetivo diferente, se for necessário.

O que é portfólio?

O portfólio é uma espécie de documento não oficial que contém os principais trabalhos desenvolvidos ao longo da carreira

Como se faz um portfólio?

Existe portfólio físico e digital. Além do formato, os portfólios mudam conforme os seus objetivos

Passo a passo de como montar um portfólio

Veja o passo a passo de como montar um portfólio e aprenda a chamar atenção com suas experiências profissionais

2. Foque na qualidade

Como vimos, o importante é a qualidade, não a quantidade. Mais vale um portfólio de 5 páginas, mas com excelentes trabalhos, do que um de 15, com trabalhos razoáveis. É o momento de “vender o peixe”, como diz o ditado. Por isso, nivele-se por cima e destaque suas conquistas.

3. Dê os créditos

Em muitas áreas, os trabalhos são feitos em equipe. Se for o seu caso, sempre dê os devidos créditos. Por exemplo, você gravou o curta-metragem do portfólio? Então, informe também quem fez a direção, o roteiro e a edição do vídeo. Mostre que além de saber trabalhar em equipe, você sabe fazer o devido reconhecimento!

4. Coloque em ordem de importância

Qual deve ser o trabalho de abertura de um portfólio? O de maior destaque, sempre. Não é o mais atual, nem o que mais te deu dinheiro. E, sim, o que mais impactou a sua carreira, o que promoveu o seu nome, rendeu algum prêmio ou gerou um reconhecimento entre os pares. Por isso, organize o seu portfólio por ordem de importância.

5. Garanta uma leitura fácil

Tenha em mente que, via de regra, o portfólio será consultado, e não analisado detalhadamente. Então, uma leitura fácil é essencial para que ele seja compreendido o mais rápido possível. Insira apenas as informações necessárias e de modo organizado e até mesmo com um padrão.

+ Três coisas que você não deve fazer em uma entrevista de emprego

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin