Descubra o que faz um cientista

Ao pensar em cientista, logo vem à mente um profissional de jaleco trabalhando em um laboratório, não é mesmo? Mas, na verdade, os cientistas podem trabalhar em diversas áreas. Neste artigo, você conhece mais sobre a profissão de cientista, confira!

O que faz um cientista?

O cientista nada mais é do que o profissional que faz ciência, ou seja, que obtém conhecimento a partir do método científico. O cientista pode realizar pesquisas nas mais diversas áreas do conhecimento.

A palavra “ciência” vem do latim “conhecimento” ou “saber”. O físico Galileu Galilei é considerado o pai da ciência moderna. A ciência é movida por perguntas. Por meio da curiosidade e questionamento, os cientistas pesquisam sobre a vida e o Universo.

Durante a Antiguidade e na Idade Média, as explicações sobre os fenômenos naturais eram baseadas na religião e no misticismo. A partir da Idade Moderna, começa-se a utilizar o método científico para a obtenção de conhecimento. O método científico é um conjunto de práticas, normas e técnicas que utiliza a lógica para chegar a resultados confiáveis.

Qual a importância da ciência na vida das pessoas?

A atuação do cientista é de extrema importância para a sociedade. Sem eles, avanços na medicina e na tecnologia seriam impossíveis. Graças a ciência, a Humanidade pôde evoluir, melhorar a qualidade e a expectativa de vida.

Os cientistas são os responsáveis pela criação de vacinas, medicamentos, eletricidade, satélites e de milhares de outros avanços. Entre os cientistas mais importantes da história estão: Isaac Newton, Charles Darwin, Thomas Edison, Louis Pasteur, Albert Einstein, Marie Curie, Rosalind Franklin e Stephen Hawking, e muitos outros.

Quais são os tipos de cientistas?

Os cientistas estudam e trabalham em diversas áreas do conhecimento, na Química, Física, Biologia, Linguística, Matemática, Astronomia, Antropologia, Psicologia, entre outras. Sendo assim, alguns tipos de cientistas são:

  • Químicos;
  • Físicos;
  • Matemáticos;
  • Biólogos;
  • Cientistas sociais;
  • Geógrafos;
  • Antropólogos;
  • Linguistas;
  • Cientistas de dados.

Quem pode se tornar um cientista?

As pessoas mais aptas a se tornarem cientistas são aquelas com perfil investigativo, crítico, curioso e organizado. Para serem cientistas, além de estudar muito, esses profissionais continuar estudando e se atualizando pelo resto da vida.

O que precisa estudar para ser um cientista?

Para se tornar oficialmente um cientista de uma área do conhecimento é preciso estudar muito, para alcançar o nível de doutorado são cerca de 10 anos de estudo. A jornada começa com a graduação na área desejada, nos cursos de Química, Ciências Sociais ou Biologia, por exemplo.

O estudante pode ingressar no universo da pesquisa ainda na graduação, por meio de programas de iniciação científica. Depois de graduado, o cientista passa, em média, mais 6 anos cursando o mestrado e o doutorado, dando continuidade às pesquisas.

Os pesquisadores podem receber bolsas de auxílio de instituições de incentivo como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Onde o cientista trabalha?

Os cientistas podem trabalhar em indústrias, laboratórios e institutos de pesquisa do governo ou da iniciativa privada. Muitos também são pesquisadores e professores universitários em faculdades públicas e privadas.

Esses profissionais também tem a função de demonstrar os resultados de suas pesquisas em congressos científicos. Além disso, eles podem ministrar palestras e oficinas.

Quanto ganha um cientista?

De acordo com o site VAGAS.COM, o cargo de cientista começa ganhando, em média, R$ 4.722,00 por mês e as graduações mais comuns da área são Farmácia e Bioquímica. A média salarial dos cientistas no Brasil é de R$ 7.022,00.

Para os que desejam realizar pesquisas no meio acadêmico, existem as bolsas de pesquisa das instituições de incentivo à pesquisa no Brasil. Confira os valores de algumas bolsas de auxílio, segundo a tabela de valores de bolsas do CNPq:

  • Iniciação Científica: R$ 400,00;
  • Mestrado: R$ 1.500,00;
  • Doutorado: R$ 2.200,00;
  • Pós-Doutorado: R$ 4.400,00.

Onde estudar para ser um cientista?

Diversas graduações possibilitam a formação de um cientista: Química, Física, Ciências Sociais, Geografia, Biologia, Ciência da Dados, entre outras. Além de ingressar em uma dessas carreiras, o estudante deve se envolver em pesquisas desde cedo.

Para isso, é preciso escolher uma boa instituição de ensino que invista em pesquisas. As universidades públicas são as mais conhecidas por suas pesquisas e, por isso também, muito concorridas.

Não conseguir ingressar numa faculdade pública não significa ter que deixar de lado seu sonho de ser cientista. Existem várias faculdades particulares bem avaliadas pelo MEC que investem em pesquisas e ainda oferecem ótimos descontos. Para te ajudar, confira algumas faculdades que oferecem excelentes graduações e pós-graduações, presenciais e a distância:

Leia também: Descubra quanto ganha um cientista

E você, já decidiu que tipo de cientista quer ser? Conta pra gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin