dcsimg

Descubra o que faz um neurologista

Entenda o que um neurologista faz e qual a formação necessária para exercer essa profissão.

É provável que você conheça alguém que já precisou ir a um neurologista, mas você sabe o que esse profissional faz, na prática?

De forma resumida, podemos dizer que o neurologista é um médico especializado no tratamento das doenças que atingem o sistema nervoso.

Entenda a seguir o que um neurologista faz e saiba qual a formação necessária para seguir essa carreira.

O que faz um neurologista?

O neurologista é um médico clínico que se dedica ao diagnóstico e tratamento das doenças neurológicas. Doenças neurológicas são aquelas que atingem o sistema nervoso, formado pelo cérebro, medula espinhal e nervos periféricos.

Veja alguns exemplos de doenças e sintomas que o neurologista trata:

  • Dores de cabeça e enxaquecas.
  • Epilepsia e crises convulsivas.
  • Doença de Alzheimer, perda de memória.
  • Doença de Parkinson, tremores, espasmos.
  • Doenças inflamatórias e infecciosas da medula.
  • Acidente vascular cerebral (AVC).
  • Meningites.
  • Labirintite, tonturas, vertigens.
  • Problemas nos nervos cranianos.
  • Problemas neurológicos que afetam os músculos.

O neurologista pode atuar principalmente em consultórios, clínicas, hospitais e postos de saúde.

Quanto ganha um neurologista?

A faixa salarial de um neurologista no Brasil vai de R$ 5.799,98 (salário médio) até R$ 15.275,32, de acordo com uma pesquisa realizada pelo site salario.com.br, utilizando dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Os valores referem-se a uma jornada de trabalho de 19 horas semanais.

O que estudar para ser neurologista?

O primeiro passo para se tornar neurologista é fazer a faculdade de Medicina, um bacharelado com duração média de seis anos.

Após concluir a graduação em Medicina, é preciso fazer a residência em Neurologia, que pode durar de três a quatro anos. Depois da residência o neurologista ainda pode cursar alguma subespecialidade da Neurologia.

Alguns exemplos de subespecialidades da Neurologia são:

  • Neurologia cognitiva e comportamental: Se dedica às funções nervosas superiores, que incluem o comportamento, a linguagem e a memória.
  • Neuroimunologia: Trata de doenças do sistema nervoso causadas pela produção de anticorpos pelo próprio organismo.
  • Cefaliatria: Especialidade voltada ao tratamento das dores de cabeça.
  • Epileptologia: Se dedica principalmente ao tratamento das epilepsias.

Outras profissões da área da saúde

Como vimos, são necessários, no mínimo, nove anos de estudo para exercer a profissão de neurologista.

Além disso, cursar uma faculdade de Medicina está longe do alcance de muitos brasileiros, já que as notas de corte para o curso em processos seletivos como Sisu, ProUni e FIEs são sempre muito altas, e as mensalidades na rede particular podem custar mais de dez mil reais.

Porém, há outras carreiras na área da saúde que exigem um tempo menor de formação e têm mensalidades mais acessíveis, além de serem cursos menos disputados (que Medicina) no Sisu, ProUni e Fies. As principais opções são:

Vários desses cursos, inclusive, podem ser encontrados na modalidade semipresencial, que garante flexibilidade de horários ao estudante, com um diploma de mesmo valor em relação ao curso presencial.

Onde estudar

Conheça agora algumas faculdades que têm cursos na área da saúde reconhecidos pelo MEC com mensalidades acessíveis e ainda oferecem facilidades como ingresso via Enem, bolsas de estudo e descontos especiais:

Veja também:

Descubra quanto custa uma faculdade de Medicina

Saiba tudo sobre o curso de Enfermagem a distância

Depois de saber o que um neurologista faz e o que é preciso para seguir essa carreira, conte para a gente nos comentários: você quer trabalhar na área da saúde?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin