Descubra o que faz um programador

Possui interesse na profissão de programador? Saiba quais são as funções e o que é necessário para atuar na área

A programação é uma das áreas relacionada à tecnologia e computação. Já o programador, é o profissional que coloca em prática os conhecimentos teóricos e técnicos sobre linguagens de programação.

O que faz um programador?

O programador trabalha com o desenvolvimento de programas de computador, celular ou outros equipamentos tecnológicos.

Por meio de comandos e códigos eles desenvolvem funções de aplicativos, videogames e computadores, a depender de sua área de atuação. É fundamental, portanto, que o programador entenda linguagens como html, java, javascript, python, CSS, C, C++, SQL, dentre outras.

Veja a seguir os principais tipos de programador:

  • Programador web: desenvolve sites e páginas da internet
  • Programador desktop: desenvolve aplicativos e programas para computadores desktop
  • Programador mobile: trabalha na formação de aplicativos para celulares e tablets
  • Programador games: atua na programação de jogos eletrônicos para tablets, celulares, playstation e computadores
  • Programador executivo: coordena o processo de desenvolvimento de programas

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho desse profissional inclui empresas de jogos, computadores, equipamentos tecnológicos, empresas de telecomunicação ou com setor de programação, no setor público ou como autônomo, a partir de demanda de clientes.

Uma pesquisa feita pelo LinkedIn apontou que as profissões relacionadas a tecnologia devem predominar no mercado de trabalho neste ano, devido ao avanço da digitalização.

Como se tornar um programador?

Como não existe um curso superior específico para programação, há mais de uma opção de graduação de tecnologia que possui conteúdos voltados para esse tema. As principais são Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ciência da Computação e Engenharia de Software.

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

O curso é ofertado no grau tecnológico, possui duração de dois a três anos e capacita profissionais para analisar e desenvolver sistemas de informação para diversos setores. Há enfoque em aspectos práticos e linguagem de programação.

Veja a seguir as principais disciplinas da grade curricular do curso:

  • Banco de dados
  • Desenvolvimento de software
  • Fundamentos de redes de dados
  • Fundamentos de sistemas operacionais
  • Linguagem e técnicas de programação
  • Matemática para computação
  • Organização de computadores
  • Análise e projeto de sistemas orientados a objetos
  • Gerência de configuração
  • Fundamentos de arquitetura de computadores
  • Legislação para informática

Ciência da Computação

Com duração média de quatro anos, o bacharelado em Ciência da Computação forma profissionais para desenvolver programas de informática, assim como o planejamento e execução de softwares.

Confira abaixo as principais matérias do curso:

  • Cálculo
  • Eletrônica para computação
  • Física básica
  • Algoritmo e estruturas de dados
  • Sistemas digitais
  • Estatística
  • Álgebra linear
  • Sistemas operacionais
  • Redes de computadores
  • Sistemas de informação
  • Linguagem de programação

Engenharia de Software

A graduação é oferecida no grau bacharelado e possui cinco anos de duração. O curso capacita profissionais para desenvolver projetos e acompanhar o desenvolvimento de novos programas, ou a manutenção de programas já existentes. Assim como os demais tipos de engenharia, esse profissional atua mais na execução de projetos e na busca por resoluções.

Veja a seguir as principais matérias do curso:

  • Algoritmos e estruturas de dados
  • Cálculo
  • Banco de dados
  • Desenvolvimento de interfaces web
  • Introdução à computação
  • Sistemas operacionais
  • Arquitetura de computadores
  • Fundamentos da engenharia de software
  • Projeto de software
  • Redes de computadores
  • Laboratório de desenvolvimento de software
  • Estatística
  • Gerência de configuração e evolução de software

As atividades complementares, o estágio supervisionado e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) são necessários para a conclusão da graduação e retirada do diploma.

Além dos cursos de graduação, também há cursos livres específicos para programação com duração de alguns meses. Alguns são direcionados para apenas uma linguagem de programação como a java, por exemplo, enquanto outros abordam mais de um.

Entretanto, por serem mais rápido, os conteúdos abordados nesses cursos não são aprofundados. Além disso, os cursos de graduação fortalecem o currículo profissional, por se tratarem de cursos mais abrangentes e aprofundados. Por esse motivo, uma boa alternativa é conciliar as duas formações.

Onde encontrar cursos para se tornar um programador?

Como já mencionado, há mais de uma opção de graduação para quem deseja se tornar um programador.

No entanto, independente de qual curso você escolher, é muito importante escolher um curso autorizado e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), ou seja, que tenha qualidade verificada pelo órgão e que o diploma seja válido em todo o território nacional.

Veja a seguir instituições de ensino que oferecem os cursos Engenharia de Software, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Ciência da Computação, nas modalidades presencial e a distância, de acordo com as especificações do MEC:

Veja também:

Quanto ganha um programador?

Conheça a profissão programador e veja onde estudar

Preparado para se tornar um programador? Comente logo abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin