Tudo sobre especialização em Medicina Veterinária

A graduação em Medicina Veterinária é generalista. Isso significa que durante o curso o aluno terá contato com diversas áreas da veterinária.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Por essa razão, fazer uma especialização é uma maneira de conseguir destaque profissional e, consequentemente, melhores salários. 

Mas para se tornar um especialista na área da veterinária não é simplesmente fazer um curso. Veja tudo o que você precisa para se especializar e conheça as especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Como funciona a especialização em Medicina Veterinária?

especializações em medicina veterináriaPara se tornar um especialista é necessário fazer o curso na área que deseja aprofundar seus conhecimentos, mas um detalhe importante é que, diferentemente de outras profissões, o veterinário que deseja se especializar deve fazer o pedido de titulação ao Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Então, mesmo ao fazer um curso de pós-graduação, seja de especialização, mestrado ou doutorado, o médico veterinário precisa realizar uma prova para ter o título validado. Caso contrário, o curso terá validade somente para fins acadêmicos e não para o exercício profissional.

O registro tem a validade de 5 anos e poderá ser renovado conforme resolução do CFMV.

Especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária

Atualmente, o Conselho Federal de Medicina Veterinária reconhe 18 especialidades na área, são elas:

  • Acupuntura

Segundo o CFVM, a acupuntura pode ser aplicada em todas as áreas da Veterinária, porém é mais utilizada em animais de companhia na reabilitação dos animais. Além disso, a técnica é muito usada para a prevenção de lesões nas colunas dos equinos e na melhoria no sistema locomotor de bovinos. 

  • Anestesiologia

Os estudantes são preparados de forma teórica e prática para manusear os equipamentos, medicamentos e aplicar técnicas de anestesia em animais. Além disso, são capacitados para agir em casos de emergência médica.

  • Cardiologia

O curso capacita os profissionais para o cuidado de cardiopatias nos animais. Os estudantes têm contato com disciplinas teóricas e práticas para entenderem como o diagnóstico e o tratamento devem ser realizados.

  • Cirurgia

Ao sair da graduação, os veterinários podem realizar algumas cirurgias, como a de castração. Porém, com a especialização o profissional estará apto para fazer procedimentos ainda mais complexos, como cirurgias na área oftalmológica e oncológica, e de acordo com a área desejada.

  • Clínica Médica para Pequenos Animais

A pós-graduação é destinada para os profissionais que querem se especializar em animais de pequeno porte. O especialista poderá trabalhar em hospitais, clínicas, zoológicos e atuar no avaliação, diagnóstico e reabilitação de pequenos animais.

  • Dermatologia

Os profissionais são capacitados para identificar as causas das dermatopatias e fazer o tratamento adequado dos animais. Por isso, a especialização oferta disciplinas relacionadas à análise de exames, testes sorológicos, morfologia, dermatopatias bacterianas, fúngicas e alérgicas.

Sai

  • Diagnóstico por imagem

Os veterinários são instruídos para manusear equipamentos e aplicar técnicas de diagnósticos por radiografia, tomografia, radiologia, ressonância magnética nos animais.

Confira: + Confira 5 dúvidas frequentes da área de Medicina Veterinária

  • Endocrinologia

Essa especialização prepara os profissionais para identificar problemas relacionados aos hormônios dos animais e também atuar na prevenção de doenças como diabetes, obesidade e hiperlipidemia, nível alto de colesterol e/ou triglicerídeos no sangue.

  • Homeopatia

A homeopatia é um tratamento terapêutico para a melhora da saúde animal. É uma área presente na dermatologia veterinária, na área comportamental  e até mesmo na oncologia. Essa foi a primeira especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), em 2000.

  • Inspeção Higiênica sanitária e Tecnológica

O inspetor pode trabalhar em matadouros, comércios, órgãos públicos e empresas do ramo alimentício que usam produtos de origem animal. De forma resumida, o profissional será responsável pela vigilância de epidemiologias, controle de doenças, garantir a segurança alimentar e a higiene de carnes.

  • Oncologia

O oncologista veterinário é responsável pelo tratamento de tumores em animais. O profissional irá atuar no diagnóstico da doença e realizar os procedimentos necessários para promover o bem-estar e a saúde do pet. O especialista terá contato com técnicas avançadas e modernas para realizar o tratamento.

  • Oftalmologia

Assim como para os humanos, a visão também é muito importante para os animais. Dessa forma, profissionais especializados são capazes de diagnosticar e prevenir doenças como catarata, glaucoma, conjuntivite, herpes ocular e  úlceras na córnea. Atualmente, a área já possui tecnologias e procedimentos avançados para garantir a saúde dos olhos dos animais, como cirurgias que há algum tempo atrás não eram vistas na veterinária.

especializações medicina veterináriaMedicina Felina

O curso é destinado para os profissionais que desejam se especializar na área dos felinos. Durante a especialização, o estudante terá contato com a rotina que a clínica exige, desde o processo terapêutico até a realização de cirurgias em gatos. Algumas disciplinas presentes na pós-graduação são: doenças gastrointestinais; cardiologia; obstetrícia e neonatologia; interpretação de diagnóstico de imagem da rotina; princípios de anestesia e analgesia na rotina clínica.

  • Medicina Intensiva Veterinária

Os especialistas em intensivismo são responsáveis por atuar em emergências veterinárias e traumas. Os profissionais serão capacitados para identificar um problema e agir em tempo hábil para evitar complicações no quadro do animal. De acordo com a plataforma veterinária Veduka, os casos de emergência mais frequentes são quedas, intoxicação alimentar, diarreias, vômitos, torção gástrica, falta de ar, convulsão e parada cardiorrespiratória.

  • Medicina Veterinária do Coletivo

Essa é uma área recente na veterinária. De acordo com a CFMV, a prática da Medicina Veterinária do Coletivo é sustentada no seguinte tripé: Medicina Veterinária de Abrigos, Saúde Coletiva e Medicina Veterinária Legal. O objetivo do curso é formar especialistas capazes de atuar em problemas como superpopulação e abandono de animais.

  • Medicina Veterinária Legal

A especialização capacita os profissionais para manter sempre atualizada a legislação da Medicina Veterinária. O veterinário pode atuar como perito para apurar casos envolvendo crimes e na emissão de laudos e pareceres com informações relacionadas a animais, meio ambiente e saúde pública.

  • Nefrologia e Urologia

Segundo a CRMV, problemas renais são uma das principais causas de mortalidade entre cães e gatos. Por isso, a formação de especialistas é crucial para o desenvolvimento da veterinária. O profissional é capacitado para prevenir, diagnosticar e tratar doenças do trato urinário inferior e rins de cães e gatos.

  • Patologia

A especialização prepara os profissionais para realizar procedimentos em laboratórios e exames de todo tipo, além de auxiliar no diagnóstico e tratamento de doenças. 

De acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária, 59,5% dos especialistas são mulheres e 40,5%, homens. Além disso, divulgou o seguinte ranking de especializações:

  • 25% são especialistas em Cirurgia;
  • 18% em Homeopatia;
  • 15% em Acupuntura;
  • 14% em Anestesista;
  • 7% em Patologia;
  • 4% em Dermatologia.

+ Veterinária: como é o curso técnico na área

Qual a duração de uma especialização em Medicina Veterinária?

O Ministério da Educação (MEC) exige que as especializações lato sensu tenham carga horária de 360 horas, mas a duração depende do curso e da instituição escolhida pelo aluno. 

Por isso, é possível encontrar cursos de 18 meses até 2 anos. Durante esse período os alunos ampliam e aprofundam o conhecimento em determinada área da Medicina Veterinária, além de desenvolver as habilidades necessárias para realizar a atividade profissional da melhor forma possível.

Além da especialização, os profissionais podem fazer Residência, um programa mais intensivo que segundo a CFMV “tem o objetivo de capacitar o profissional para o atendimento de demandas do mercado de trabalho voltadas para o diagnóstico, o tratamento e o controle de afecções que acometem animais domésticos”. 

Os profissionais também podem realizar o mestrado acadêmico, mestrado profissional e doutorado.

Onde fazer uma especialização?

O primeiro passo é buscar uma instituição reconhecida pelo MEC. Essa é a garantia de que seu diploma será reconhecido no mercado de trabalho e poderá exercer sua atividade profissional sem qualquer tipo de problema.

Caso você ainda não tenha feito a graduação em Medicina Veterinária, saiba que o processo de escolha da universidade é o mesmo. Como centenas de faculdades oferecem esse curso, separamos algumas instituições que possuem condições especiais nas mensalidades e são bem avaliadas tanto pelos alunos quanto pelo MEC.

Confira:

Leia também: + Melhores faculdades de Medicina Veterinária, segundo o Guia da Faculdade 2021

+ Entenda se é possível fazer uma faculdade de Veterinária EAD

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin