Veja o edital do Enem 2020 e conheça as matérias da prova

Veja aqui todas as informações do edital do Enem 2020 e saiba quais matérias caem em cada prova!

O edital do Enem 2020 traz todas as informações importantes para os participantes, incluindo prazos, regras e matérias cobradas.

Reunimos neste artigo tudo o que você precisa saber para ficar por dentro do edital e garantir que tudo corra bem, desde o momento da inscrição até a consulta de seu resultado depois de fazer as provas. 

O edital do Enem 2020 é elaborado pelo Inep, órgão ligado ao MEC responsável pelo Enem.

Edital do Enem 2020: regras, datas e matérias das provas

O Edital do Enem 2020 foi divulgado no dia 31 de março e está disponível na página oficial do Enem.

Quem pode se inscrever no Enem 2020

Qualquer pessoa pode se inscrever no Enem 2020, pois não há pré-requisitos. Porém, para utilizar a nota do Enem 2020 com o objetivo de entrar na faculdade pelo Sisu, ProUni e Fies, é preciso concluir ou já ter concluído o ensino médio em 2020.

📚 Você vai prestar o Enem 2020? Estude de graça com o Plano de Estudo Enem De Boa 📚

Taxa de inscrição

A taxa de inscrição do Enem 2020 é de R$ 85. Porém, é possível obter a isenção do pagamento da taxa, caso o candidato preencha os requisitos necessários.

Como se inscrever

As inscrições para o Enem 2020 devem ser feitas no site do Enem-Inep. Vale lembrar que a inscrição só pode ser finalizada após o pagamento da taxa, caso o candidato não consiga a isenção.

E, como você pode ver no cronograma abaixo, o período de solicitação de isenção ocorre antes das inscrições.

Portanto, quem não conseguir a isenção só poderá se inscrever se pagar a taxa de inscrição até o prazo estipulado no edital.

Cronograma do Enem 2020

  • Publicação do edital: 31 de março de 2020
  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: 6 a 17 de abril de 2020
  • Resultado da solicitação de isenção da taxa: 24 de abril de 2020
  • Justificativa de ausência no Enem 2019: 6 a 17 de abril de 2020
  • Período de inscrições: 11 a 22 de maio de 2020
  • Prazo para pagamento da taxa de inscrição: 10 de junho de 2020
  • Solicitação de atendimento especial ou específico: 11 a 27 de maio de 2020
  • Divulgação dos locais de prova: com a mudança das provas para janeiro de 2021, esta data ainda não foi confirmada, mas a divulgação costuma acontecer no mês anterior às provas
  • Aplicação das provas: 17 e 24 de janeiro de 2021 (Enem Impresso), 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (Enem Digital)
  • Divulgação dos resultados individuais: 29 de março de 2021
  • Resultado dos treineiros: data a definir
  • Divulgação dos espelhos da redação: data a definir

Como consultar o resultado do Enem 2020

Os resultados individuais do Enem 2020 podem ser consultados na Página do Participante (site oficial do Enem) ou no aplicativo oficial do Enem 2020.

Matérias das provas

O Enem é composto por 4 provas de múltipla escolha, contendo 45 questões cada, mais uma prova de Redação. Conheça as matérias cobradas em cada prova a seguir:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia.
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia.
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática.
  • Redação: a prova de Redação do Enem consiste em elaborar um texto do tipo dissertativo-argumentativo em prosa de até 30 linhas sobre o tema proposto, contendo uma proposta de intervenção.

Como usar a nota do Enem 2020

É possível usar a nota do Enem 2020 de diferentes formas para ingressar no ensino superior. Conheça as opções:

  • Tentar uma vaga em universidades públicas pelo Sisu 2021.
  • Concorrer a uma bolsa de estudos de 50% ou 100% em faculdades particulares (cursos presenciais e EAD) pelo ProUni 2021.
  • Tentar um financiamento da faculdade particular (cursos presenciais) pelo Fies, para começar a quitar a dívida somente após se formar.
  • Entrar direto em uma faculdade particular (presencial ou EAD), sem vestibular e ganhar uma bolsa de estudos ou desconto na mensalidade.

Sisu 2021

O Sisu é um sistema eletrônico mantido pelo MEC que seleciona os candidatos pela nota do Enem para vagas em universidades públicas de todo o país. Candidatos com nota acima de zero no Enem 2020 podem se inscrever no Sisu 2021.

Porém, a concorrência costuma ser altíssima para a maioria dos cursos e a nota de corte do Enem no Sisu pode ultrapassar 800 pontos.

As inscrições para o Sisu 2021 devem ser feitas no site oficial do programa, utilizando o número de inscrição e senha do Enem 2020.

ProUni 2021

Participantes do Enem 2020 com nota média das provas igual ou superior a 450 pontos e nota diferente de zero na Redação poderão participar do ProUni em 2021, desde que atendam aos critérios socioeconômicos do programa.

Tais critérios incluem: ter feito o ensino médio completo em escola pública ou como bolsista integral na rede particular, e ter renda familiar mensal por pessoa de até um salário mínimo e meio (bolsas de 100%) ou até três salários mínimos (bolsas de 50%).

Assim como no Sisu, os candidatos são selecionados pela nota do Enem e as notas de corte variam conforme o curso. A inscrição para o ProUni 2021 deve ser feita na página oficial do programa e também requer o número de inscrição e senha do Enem 2020.

Fies

Para participar do Fies, é preciso ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, com nota média igual ou maior que 450 pontos e nota acima de zero na Redação. Os candidatos são selecionados para as vagas pela nota do Enem, como no Sisu e ProUni.

O Fies exige que os candidatos tenham renda familiar mensal por pessoa de, no máximo, três salários mínimos ou cinco salários mínimos, dependendo do tipo de financiamento a contratar. As inscrições para o Fies devem ser feitas no site oficial do Fies.

Entrar direto em faculdades particulares

Várias faculdades particulares em todo o Brasil permitem que os candidatos utilizem a nota do Enem para ingressar em seus cursos, sem fazer a prova do vestibular interno.

Muitas dessas instituições também oferecem bolsas de estudos de até 100% e descontos especiais para quem escolhe usar a nota do Enem como forma de ingresso.

Para aproveitar essa facilidade, basta procurar uma faculdade que aceite a nota do Enem e fazer sua inscrição no processo seletivo (geralmente você só precisa apresentar seu boletim do Enem e não paga nenhuma taxa).

A nota de corte do Enem para conseguir vaga na maioria dos cursos e faculdades desse jeito fica em torno de 300 pontos, sem zerar na Redação. Mas lembre-se de conferir se a instituição é autorizada pelo MEC antes de fazer a matrícula!

Onde estudar com a nota do Enem

Conheça agora algumas faculdades autorizadas e bem avaliadas pelo MEC nas quais você pode usar a nota do Enem para entrar direto e ganhar uma bolsa de estudos ou desconto especial na mensalidade:

Saiba mais:

Descubra como conseguir a isenção da taxa do Enem

Fique por dentro das notas de corte do Enem 2020

Depois de ficar bem informado sobre o edital do Enem 2020 e conhecer as matérias das provas, conte para a gente nos comentários: você vai usar a nota do Enem para entrar em qual curso?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin