dcsimg

Saiba como funciona a lista de espera do Sisu

Entenda como funciona a lista de espera do Sisu e descubra como não correr o risco de perder sua vaga na universidade pública!

Quem prestou vestibular e não foi aprovado de primeira (na chamada regular) ainda tem uma esperança de conseguir a tão sonhada vaga em uma universidade pública: a lista de espera do Sisu.

Só que é preciso entender como funciona essa lista para não correr o risco de perder a oportunidade de bobeira — o que, aliás, acontece com muita gente!

Tire suas dúvidas sobre a lista de espera do Sisu em nosso artigo completo e conheça ótimas opções para quem não for chamado e quiser começar logo a faculdade!

Como funciona a lista de espera do Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é uma plataforma informatizada do MEC que disponibiliza vagas em universidades públicas de todo o País. Ele utiliza a nota do último Enem como critério de seleção dos candidatos.

Na inscrição, o candidato precisa escolher duas opções de vaga. Como exemplo, vamos supor que um participante coloque como primeira opção Medicina na UFRJ e Farmácia na UFMG como segunda.

Caso seja aprovado na primeira ou segunda opção de curso, o candidato precisa fazer a matrícula dentro do prazo estipulado, senão perde a vaga.

Já o participante que não for aprovado em nenhuma das duas opções pode fazer sua inscrição na lista de espera do Sisu.

Vale mencionar que essa regra passou a valer só a partir da edição de 2019 do Sistema.

Antes, quem era aprovado para a segunda opção podia se inscrever para a lista de espera e continuar concorrendo a uma vaga na primeira, mesmo que já estivesse cursando a faculdade.

Como participar da lista de espera

Logo após a divulgação dos resultados da primeira chamada, o que geralmente ocorre no mês de janeiro, são abertas as inscrições para a lista de espera no site do programa.

O candidato que não foi aprovado em nenhuma das opções deve acessar seu boletim de resultado e clicar no botão que confirma o interesse em participar da lista de espera para a primeira ou segunda opção de curso da inscrição.

Como saber se você foi selecionado na lista de espera do Sisu

Essa é uma questão muito importante! A convocação dos candidatos da lista de espera é responsabilidade das instituições de ensino. Logo, a informação não fica disponível no site do Sisu.

Vamos voltar ao exemplo do candidato que escolheu Medicina na UFRJ como primeira opção e Farmácia na UFMG como segunda.

Caso não tenha conseguido uma vaga em nenhuma das opções na chamada regular e esteja na lista de espera para a segunda opção, terá que acompanhar regularmente o site da UFMG para ver se foi convocado.

É importante ficar de olho nas convocações porque existe um prazo para fazer a matrícula após a chamada, sob o risco de perder a vaga.

Alternativas ao Sisu

Existem basicamente três alternativas para quem não consegue uma vaga na universidade pública pelo Sisu:

  • Tentar uma bolsa parcial (50%) ou integral (100%) em faculdades privadas pelo ProUni
  • Participar do FIES para tentar um financiamento numa faculdade particular
  • Ingressar de forma direta em uma faculdade privada com a nota do Enem

ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece bolsas integrais e parciais a estudantes sem diploma de nível superior que atendam a seus requisitos.

Várias instituições bem avaliadas pelo MEC oferecem bolsas em cursos presenciais e a distância pelo Prouni, como o  Centro Educacional Anhanguera, por exemplo.

Para se inscrever, é preciso ter feito a última edição do Enem, obtido pontuação geral média igual ou maior que 450 e nota acima de zero na redação.

As bolsas só são concedidas a estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública, bolsistas integrais na rede privada, pessoas com deficiência e professores da educação básica na rede pública (cursos de licenciatura).

Existem ainda os critérios financeiros. O limite de renda familiar mensal por pessoa para as bolsas integrais é de até um salário mínimo e meio. Já para as bolsas parciais, o teto é de até três salários mínimos por pessoa.

FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) permite ao estudante financiar as mensalidades da faculdade a juros baixos para começar a pagar o montante só depois de se formar.

Durante o curso, é preciso pagar apenas os encargos do financiamento a cada três meses, que têm um limite máximo fixado pelo MEC.

Um exemplo de faculdade reconhecida pelo MEC que participa do FIES é a Faculdade das Américas (São Paulo). Lembrando que o programa só vale para cursos presenciais.

Para participar do FIES, é preciso ter feito o Enem a partir de 2010 e obtido pontuação geral a partir de 450, sem ter zerado na redação.

O programa costuma passar por mudanças frequentes em suas regras e envolve bastante burocracia na concessão e manutenção dos contratos de financiamento.

Ingresso direto com a nota do Enem

Esse é o jeito mais rápido de entrar na faculdade para quem não conseguiu passar no Sisu! Várias instituições particulares aceitam a nota do Enem no processo seletivo e muitas ainda dão descontos de acordo com a pontuação obtida no Exame.

Alguns exemplos são a Universidade Cidade de São Paulo e Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL).

Talvez você pense: e quem não tem condições de pagar a mensalidade da faculdade particular?

É aí que entram as bolsas de estudo oferecidas pelas faculdades. Em alguns casos, o aluno pode concorrer a uma bolsa de 100% e estudar de graça, como na Universidade de Franca.

E mesmo com uma bolsa parcial, dependendo do curso, o valor da mensalidade fica bem reduzido, acessível a todos os bolsos.

Uma dica são os cursos a distância (faculdade EAD), que além de oferecerem maior flexibilidade de horários, costumam ter mensalidades mais em conta que as graduações presenciais.

Veja onde estudar

Conheça agora algumas faculdades reconhecidas pelo MEC onde você pode ingressar de forma direta utilizando a nota do Enem, além de contar com bolsas de estudo, descontos especiais e outras facilidades. Clique nos links abaixo para mais informações:

Veja também:

Como funciona uma faculdade a distância?

Saiba tudo sobre o ProUni e o FIES

Como vimos, só os candidatos que não são aprovados na primeira nem na segunda opção de curso podem participar da lista de espera do Sisu. A convocação dos aprovados da lista de espera fica a cargo das próprias instituições de ensino.

Mas, felizmente, quem não consegue uma vaga pelo Sisu tem alternativas, e a mais simples de todas é ingressar de forma direta em uma faculdade particular com a nota do Enem.

E você, está decidido a começar logo a faculdade? Qual curso? Deixe um comentário!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin