Vestibular Unicamp: últimos 5 temas de redação

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é a segunda melhor universidade do Brasil, de acordo com a consultoria britânica Times Higher Education (THE) 2022, e possui um dos vestibulares mais concorridos entre as universidades públicas brasileiras. 

Veja mais: Encontre bolsas de estudo de até 80%

Reconhecida por ser uma prova moderna e abordar temas atuais da sociedade brasileira, o vestibular da Unicamp traz elementos novos a cada edição. Uma das principais preocupações de seus candidatos é o tema da redação.

Como é a Redação da Unicamp?

A Comvest, comissão responsável pela preparação dos vestibulares da Unicamp, possui diferenças na hora de cobrar a redação de seus candidatos. Em primeiro lugar, ela não especifica os gêneros textuais que serão cobrados, como a maioria das outras provas que cobram uma dissertação-argumentativa. No caso da Unicamp, ela deixa em aberto, e a cada ano os gêneros cobrados mudam. 

Saiba mais: Comvest divulga obras de leitura obrigatória para Unicamp 2024

Segundo o Edital da prova, a Unicamp define sua redação com gêneros abertos pois deseja avaliar a capacidade de leitura e escrita dos candidatos e dessa forma, selecionar aqueles que possuem maior capacidade de adaptação e criatividade para se sair bem de certas situações. Por outro lado, a prova permite o candidato escolher entre dois temas, oferecendo duas propostas diferentes, com gêneros textuais diferentes. Isso permite que o candidato escolha o tema ou gênero textual que tenha mais conhecimento ou seja mais confortável para escrever sobre.

É importante que o candidato esteja atento que as redações deverão conter no máximo 22 linhas, portanto, o texto deve ser objetivo e conciso. Por isso na hora de elaborar a sua redação, esteja atento para a quantidade de linhas que irá usar no desenvolvimento da sua ideia.

O que é avaliado?

A redação vale um total de 12 pontos na prova, sendo assim ela tem um peso significativo no resultado final.

A banca espera  que o candidato cumpra certos requisitos, como; estar de acordo com o gênero textual, conseguir expressar bem as suas ideias e discorrer dentro do tema escolhido. Os 4 eixos pelo qual a sua redação vai ser avaliada pela banca são: 

  • Proposta temática: seguir as instruções e escrever sobre o tema. 
  • Gênero: elaborar o texto seguindo o gênero textual solicitado.
  • Leitura: É extremamente importante que os candidatos leiam os textos de apoio fornecidos e utilizem as informações contidas neles da melhor forma.
  • Articulação escrita: A redação deve conter clareza, fluidez, e demonstrar domínio das regras gramaticais. 

Saiba mais: Calendário Unicamp 2023

Os últimos 5 temas de redação da Unicamp

Pensando na dificuldade de prever os temas que a Unicamp pode cobrar na próxima prova, nós preparamos para você os últimos temas que caíram na redação da Unicamp, para que você possa ter familiaridade com o que e como é cobrado essa parte tão importante da prova. 

A redação é a parte de todas as provas que causa mais nervosismo entre os candidatos, muitas vezes por não terem confiança em sua capacidade de escrita, e também por não saberem qual tema será requisitado para eles escreverem. Acompanhe os temas propostos nos últimos 5 anos:

Redação 2022

Na prova de 2022, os temas da redação foram: “Exposição das crianças na internet” e “Cortes na verba para a ciência”. 

Mais uma vez a Unicamp inovou nas suas propostas, e para o ano de 2022, na primeira proposta, foi solicitado que os candidatos escrevessem um “textão”, como se fosse um post para as redes sociais, posicionando-se sobre a exposição das crianças e adolescentes à internet. 

Já na segunda proposta, o candidato deveria se posicionar como um participante de coletivo de estudantes que teria participação em uma reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e escrever um manifesto a respeito dos cortes de verbas para a pesquisa científica que seria lido nessa reunião.

Redação 2021

No ano de 2021, as propostas eram um “Discurso político de um candidato a vereador” ou a “Escrita de um diário por uma pessoa fragilizada pela pandemia da Covid-19”

O cenário da primeira proposta era de um candidato a vereador que fosse a uma escola fazer um discurso político sobre a permanência de monumentos de colonizadores escravistas europeus na instituição, uma vez que os estudantes da escola vinham se questionando sobre estes monumentos e muitos deles passaram a aderir ao movimento “Vidas Negras Importam”

A segunda proposta era para se escrever uma entrada de diário de uma pessoa afetada pela pandemia da Covid-19, onde o próprio individuo corria riscos de contrair a doença por causa de seu trabalho, criticando as políticas em relação à saúde dos mais vulneráveis e com objetivo de deixar um conhecimento para as próximas gerações.

Redação 2020

Para a redação de 2020, as propostas de redação foram “Um podcast sobre biodiversidade e Diversidade sociocultural” e o “Micromachismo na sociedade atual”.

Na primeira proposta, os candidatos deveriam redigir um texto argumentativo que seria lido em voz alta durante a gravação de um podcast. O texto deveria abordar os a relação entre a conversação da biodiversidade das espécies de animais e a diversidade de comunidades nativas do Brasil, ou seja, a diversidade étnica brasileira.

Para a segunda proposta, os candidatos deveriam assumir a posição de um escritor de crônicas em uma revista semanal, que se via livre de preconceitos até se deparar com uma matéria de jornal que listava atitudes de micromachismo em nossa sociedade. O candidato, portanto, deveria escrever sobre o seu sentimento de pertencer a uma sociedade machista e narrar o episódio que viveu onde ocorreu um micromachismo e não tinha se dado conta até ter lido a matéria no jornal. 

Redação 2019 

No ano de 2019 os temas propostos foram; a “Doutrinação ideológica em sala de aula” e a “Relação entre o Desenvolvimento Humano e o Produto Interno Bruto”.

Na primeira proposta, a situação vivida pelo candidato seria a de um aluno de uma escola, onde uma professora de Filosofia teria sofrido ameaças após ter dado uma aula sobre Cidadania e Direitos Humanos, que a acusavam de tentativa de doutrinação política. O candidato deveria se posicionar como um aluno que iria escrever a introdução de um abaixo-assinado à direção da escola, se posicionando favorável ao direto de expressão e liberdade de abordagem a esses temas pela professora. 

A segunda proposta, envolvia os temas de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e Produto Interno Bruto (PIB). A proposta fornecia gráficos com informações sobre o consumismo, o crescimento do PIB e do IDH. Após ler estes dados, o candidato deveria escrever um comentário em um fórum, com o seu ponto de vista, sobre a relação entre estes temas. 

Redação 2018

No ano de 2018, os temas propostos pelo vestibular foram; “Pós-verdade” e “Liberdade de expressão”.

Para a primeira proposta, o candidato deveria escrever um texto para uma palestra sobre o fenômeno da pós-verdade, onde deveria explicar o que é esse fenômeno e suas consequências para a sociedade. 

Na segunda proposta, o candidato deveria fazer um artigo de opinião, a respeito da questão “Há limite para a liberdade de expressão?”, onde o aluno deveria mostrar se posicionar sobre se existem limites ou não para a liberdade de expressão.

Como ir bem na redação da Unicamp

Como visto a prova da Unicamp requer que os candidatos saibam escrever sobre os mais diversos assuntos e em diferentes gêneros textuais, por isso, para se sair bem na prova é necessário que os estudantes treinem os cinco gêneros base para qualquer tipo de proposta, que podem ser cobrados na prova: Narrativo; Dissertativo; Descritivo; Expositivo e Opinativo. 

Um aluno com bom domínio e treino destes cinco gêneros textuais, terá mais facilidade e sucesso na hora de encarar os temas propostos pela banca da Unicamp, e inclusive terá maior chance de se adaptar bem a propostas diferentes, como, posts em redes sociais ou outras modalidades.

Além disso é muito importante que o estudante esteja bem atento às atualidades do Brasil e do Mundo, pois a prova cobra um bom conhecimento dos acontecimentos socioculturais da atualidade, abordando temas sensíveis e relevantes da sociedade brasileira e estrangeira.

Veja também: + Redação do Enem: tudo o que você precisa saber

Procurando as melhores faculdades?

Além da Unicamp existem outras ótimas instituições de ensino, bem avaliadas pelo MEC, e com bolsas de estudos de até 80% de desconto. Nós selecionamos algumas faculdades privadas que possuem ótimos professores e as melhores estruturas para a sua graduação. Confira as faculdades a seguir:

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin