Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque o curso

    Busque, compare e escolha o curso que vai mudar sua vida.


  2. Garanta sua vaga

    Pague a adesão para garantir sua vaga.


  3. Na direção do seu sucesso

    Faça o processo seletivo e depois se matrIcule na faculdade.


Carreira

Fisioterapia: tudo sobre o curso e a carreira de fisioterapeuta

22 de janeiro de 2019
profissional de fisioterapia; fisioterapeuta
Imagem do autor
Escrito porGuia da Carreira

Quando sofremos uma lesão ou estamos com algum problema muscular, o médico pode sugerir a fisioterapia como tratamento para complementar a ação de medicamentos e acelerar a recuperação. Essa é uma área da saúde que busca promover o desenvolvimento e também o bem-estar dos pacientes.

Encontre bolsas de estudo de até 80%
Não sabe qual carreira seguir? Faça um teste vocacional!

O fisioterapeuta é um profissional capacitado que se ocupa da recuperação de nossos movimentos através de massagens e exercícios físicos, atuando também na prevenção de doenças ocupacionais e lesões.

Somente fisioterapeutas formados em cursos superiores de Fisioterapia reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e registrados no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito) podem recomendar sessões. Isso porque a profissão é regulamentada desde 1969.

Neste artigo você irá descobrir o que é necessário para se formar e seguir essa carreira. Veja, abaixo, os detalhes de como funciona a graduação, o salário de um profissional formado e onde estudar.

O que a Fisioterapia estuda?

A Fisioterapia é uma área da saúde que se dedica ao estudo, prevenção e tratamento de distúrbios cinéticos funcionais, ou seja, problemas relacionados ao movimento do corpo humano.

Os fisioterapeutas utilizam uma abordagem holística para promover a reabilitação e a melhoria da qualidade de vida dos pacientes, considerando aspectos físicos, psicológicos e sociais.

O campo de estudo da Fisioterapia abrange uma ampla variedade de condições, desde lesões musculoesqueléticas até distúrbios neurológicos e respiratórios. Algumas áreas específicas incluem ortopedia, neurologia, cardiologia, pneumologia, geriatria, pediatria, esportes, entre outras.

Na prática, os fisioterapeutas empregam diversas técnicas e métodos, como exercícios terapêuticos, manipulações, massagens, eletroterapia, termoterapia, crioterapia, entre outros, para promover a recuperação funcional dos pacientes.

Leia mais: + Conheça a diferença entre Fisioterapia e Terapia Ocupacional

+ Como trabalhar no SUS? Veja 27 profissões que integram o sistema de saúde

O que faz um fisioterapeuta?

O fisioterapeuta inicia um atendimento realizando um diagnóstico fisioterapêutico do paciente. Ele analisa e interpreta exames e laudos médicos para ter uma visão ampla do estado de saúde do paciente e identificar alguma possível lesão. Observa também os movimentos do paciente, se tem dificuldade motora ou sente dor.

A partir do diagnóstico, o profissional prescreve o tratamento a ser realizado. O tipo varia de acordo com a condição do paciente e a lesão a ser tratada, podendo ser:

  • Aplicação de massagens
  • Exercícios físicos
  • Tratamento a base de frio e calor
  • Exercícios na água

A primeira parte do tratamento é realizada na presença do fisioterapeuta, que acompanha cada movimento e orienta o paciente no exercício, identificando o progresso no restabelecimento dos movimentos.

Uma fase posterior do tratamento também pode consistir em exercícios que o paciente fará sozinho, em sua casa. Neste caso, o profissional formado em fisioterapia ensina os movimentos que deverão ser feitos e orienta sobre a frequência e força que deve ser aplicada em cada um deles.

O fisioterapeuta reavalia o paciente regularmente para identificar a melhora em seu quadro geral de saúde e ajustar o tratamento. Em geral, ele mantém uma ficha de avaliação corporal, onde anota alguns dados pessoais,  hábitos, possíveis queixas de dor e histórico familiar de doenças.

Veja também: + Educação Física ou Fisioterapia: qual a melhor opção?

Áreas de atuação de um fisioterapeuta

O mercado de trabalho em fisioterapia é amplo, isso porque os profissionais podem atuar em diversos segmentos, como no ambiente hospitalar, clínico, esportivo ou em cuidados domiciliares. Veja, a seguir, as principais áreas de atuação do profissional dessa área.

Saúde Preventiva

A Fisioterapia preventiva trabalha basicamente com relaxamento muscular, exercícios respiratórios e alongamento corporal.

Para isso, o fisioterapeuta procura conhecer bem os hábitos do paciente, se pratica algum esporte ou exercícios físicos (quais e com que frequência) como é o seu trabalho, se costuma ficar muito tempo sentado ou em pé, como é a sua postura, etc.

Com estes dados em mãos, o fisioterapeuta propõe um conjunto de procedimentos a fim de corrigir postura, relaxar os músculos, aplicar corretamente a força, alongar antes e depois de trabalho e exercícios, entre outros.

Todas estas medidas têm o intuito de evitar lesões por esforço repetitivo, amenizar sintomas de doenças articulares e diminuir a tensão muscular.

Exercícios respiratórios podem ser acrescentados no tratamento para controlar ansiedade, tratar insônias e amenizar sintomas de depressão.

profissional de fisioterapia; fisioterapeuta

Fisioterapia do Trabalho

A Fisioterapia do trabalho preocupa-se em prevenir e manter a saúde do trabalhador.

O fisioterapeuta deve conhecer as atividades desempenhadas por cada trabalhador a fim de orientá-los sobre a postura correta em cada tarefa. Dentro de empresas,  elabora um planejamento de ginástica laboral e executa os exercícios juntamente com os trabalhadores.

+ Conheça a diferença entre Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Realiza palestras e treinamentos sobre postura e prevenção de doenças, entre outros temas. Pode participar de exames admissionais, de acompanhamento e demissionais.

Elabora laudos ergonômicos e propõe adaptações e melhorias para que o ambiente de trabalho siga as normas regulamentadoras e esteja mais adequado para receber os colaboradores.

Fisioterapia Desportiva

O fisioterapeuta desportivo realiza avaliações funcionais periódicas para verificar o condicionamento físico de atletas. Ele prescreve um tratamento preventivo conforme o tipo de atividade física desempenhada pelo paciente.

Nesta área, o fisioterapeuta pode trabalhar em clubes esportivos, acompanhando atletas individuais ou equipes esportivas em competições.

Além do trabalho preventivo, o fisioterapeuta atua no tratamento de lesões ou traumas físicos destes atletas.

Indústria de Equipamentos

Em indústrias e fábricas de equipamentos, um fisioterapeuta pode atuar no desenvolvimento de novos equipamentos que serão utilizados na fisioterapia clínica, no tratamento e recuperação de pacientes.

Pode também fazer testes e avaliações de produtos já existentes.

Fisioterapia Neurológica

Atende pacientes com algum distúrbio neurológico, que tiveram derrame cerebral ou paralisia, por exemplo. Muitas vezes esse processo exige que o paciente reaprenda movimentos corporais básicos, como andar ou levantar um braço.

Ortopedia e Traumatologia

Atende pacientes com fraturas, traumas ou luxações. Neste caso, o tratamento prescrito pelo fisioterapeuta tem o objetivo de aliviar a dor e recuperar os movimentos do paciente.

Fisioterapia Cardiorrespiratória

Atende pacientes com doenças cardíacas ou respiratórias no intuito de prevenir e tratar estas doenças, além de melhorar a qualidade de vida e o bem-estar geral dessas pessoas.

Neste caso, o tratamento proposto pelo fisioterapeuta conta com exercícios ligados aos aparelhos respiratórios e circulatórios.

O fisioterapeuta acompanha este paciente inclusive nas etapas pré e pós operatórias.

+ Entenda tudo sobre a área da fisioterapia dermatofuncional

profissional de fisioterapia; fisioterapeuta

Como é o curso de Fisioterapia?

A duração do curso de Fisioterapia é de cinco anos, divididos em dez semestres. Isso equivale a uma carga horária total de 4.000 horas, sendo 2.400 horas de aulas teóricas e 1.600 horas de estágios supervisionados. A graduação é oferecida na modalidade Bacharelado.

+ Quanto custa estudar Fisioterapia?


Conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais estabelecidas pelo MEC, o curso de graduação em Fisioterapia deve abranger quatro amplas áreas, a saber: Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Sociais e Humanas, Conhecimentos Biotecnológicos e Conhecimentos Fisioterapêuticos.

Os primeiros anos do curso costumam focar em disciplinas básicas, como anatomia, fisiologia, bioquímica, biomecânica e ética profissional. Conforme avançam para os anos seguintes, os alunos têm a oportunidade de se aprofundar em disciplinas específicas da fisioterapia, como fisioterapia ortopédica, neurológica, respiratória, pediátrica, esportiva e outras áreas de especialização.

As aulas práticas e estágios clínicos são componentes essenciais do curso, permitindo aos estudantes aplicar os conhecimentos teóricos em situações reais de atendimento. Eles podem realizar estágios em hospitais, clínicas, centros de reabilitação e outras instituições de saúde.

Além disso, o curso de fisioterapia geralmente inclui disciplinas que abordam as habilidades de comunicação, trabalho em equipe e o entendimento da relação entre profissional e paciente.

Ao final da graduação, os alunos estão preparados para realizar avaliações, diagnósticos fisioterapêuticos e desenvolver planos de tratamento para diversos problemas de saúde.

Confira: + Quanto custa estudar Fisioterapia?

+ Descubra que nota precisa no Enem pra passar em Fisioterapia

Disciplinas que compõe a grade curricular do curso

O curso de Fisioterapia é ofertado em diversas instituições de ensino superior do Brasil, por isso, a grade curricular pode variar em cada faculdade. No geral, o que se estuda no curso são as seguintes disciplinas:

  • Anatomia Humana
  • Fisiologia Humana
  • Bioquímica
  • Ética e Bioética
  • Patologia Geral
  • Farmacologia
  • Microbiologia
  • Imunologia
  • Epidemiologia
  • Fundamentos da Fisioterapia
  • Cinesiologia e Biomecânica
  • Avaliação Fisioterapêutica
  • Recursos Terapêuticos Manuais
  • Fisioterapia em Ortopedia e Traumatologia
  • Fisioterapia em Neurologia
  • Fisioterapia em Cardiologia e Pneumologia
  • Fisioterapia em Pediatria e Geriatria
  • Estágio em Clínica Fisioterapêutica
  • Estágio Hospitalar
  • Estágio em Saúde Pública

Além disso, as faculdades costumam exigir o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e atividades complementares, como participação em palestras, workshops, projetos de extensão e participação em eventos acadêmicos.

Qual o salário de um Fisioterapeuta?

Como foi listado acima, existem muitas áreas na Fisioterapia. E cada ramo se difere não só pela atividade, mas também pela remuneração. Em média, o salário de um fisioterapeuta é R$ 2.714,74 conforme informações divulgadas pela Quero Bolsa. Mas existem outros destaques que podem te interessar:

  • Maior salário médio por estado: Distrito Federal – R$ 3.467,60
  • Maior salário médio por especialidade: Fisioterapeuta Traumato-Ortopédica Funcional – R$ 6.735,04

+ Descubra quanto ganha um Fisioterapeuta
Descubra quanto é o piso salarial do fisioterapeuta

Onde estudar Fisioterapia?

Você já sabe que para exercer a profissão você vai precisar de um diploma em Fisioterapia reconhecido pelo MEC. Por isso, ao escolher uma faculdade essa deve ser a primeira informação a verificar.

Esse reconhecimento por parte do MEC significa que aquela instituição vai emitir um diploma com validade em todo o território nacional. Se for bem avaliada pelo Ministério, então, é certeza de alta qualidade de ensino.

Selecionamos algumas instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que oferecem o curso de Fisioterapia e que ofertam bolsas de estudo em até 80% em todas as regiões do país. Confira algumas opções:

+ Veja também!: O que é registro profissional?

Encontre o curso que te ajudará a ir além!
Encontre o curso que te ajudará a ir além!
Os mais lidos
Teste de personalidade MBTI: Saiba o que é e como fazer

Teste de personalidade MBTI: Saiba o que é e como fazer

Por Patricia Carvalho em 05/01/2024
Saiba como trabalhar pela internet e onde encontrar vagas

Saiba como trabalhar pela internet e onde encontrar vagas

Por Redacao em 15/09/2022
Faculdade em 2 anos: diploma em menos tempo

Faculdade em 2 anos: diploma em menos tempo

Por Guia da Carreira em 19/01/2022
Currículo profissional: competências, habilidades e modelos

Currículo profissional: competências, habilidades e modelos

Por Guia da Carreira em 20/07/2021
Policial Civil: saiba como se tornar um

Policial Civil: saiba como se tornar um

Por Guia da Carreira em 20/07/2021

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.