Conheça as regras do Enem 2021 e se prepare para a prova

Regras do Enem 2021: Confira o que você deve e o que não pode fazer durante o maior vestibular do Brasil

O Enem é considerado o maior vestibular do Brasil e estudantes de todo o país aguardam ansiosamente pelo resultado. Mas, antes de fazer a prova, é importante conhecer as regras do Enem 2021 para não cometer nenhuma gafe e ser desclassificado do exame.

Continue a leitura deste artigo e confira as principais regras do Enem 2021 e quais atitudes você NÃO deve ter durante a prova!

Regras do Enem 2021: o que saber antes de fazer a prova?

Antes de ir participar da mais importante avaliação do país, é essencial conhecer algumas regras bastante importantes e, também, conhecer um pouco sobre o que é o Enem. 

Atenção! A falta dessas informações pode até fazer com que você zere na redação ou seja desclassificado do exame.

O que é o Enem? E pra que serve?

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma ferramenta do Ministério da Educação (MEC) para avaliar o conhecimento que os participantes adquiriram ao longo de toda a educação básica, com foco no Ensino Médio.

Além disso, por meio de alguns programas governamentais como Programa Universidade Para Todos (Prouni), Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Sistema de Seleção Unificada (Sisu), os candidatos podem conquistar uma vaga em universidades públicas do país ou, então, bolsas de estudo e financiamento estudantil para bancar as mensalidades em faculdades particulares.

Como são as provas do Enem?

O Enem é composto por uma redação, que deve ser escrita no estilo dissertativo-argumentativo, e por quatro provas objetivas, com questões de múltipla escolha.

A redação possui uma pontuação de até mil pontos e exige cinco competências, avaliadas em até 200 pontos cada:

  1. Domínio da norma culta da Língua Portuguesa e uso de outras linguagens como matemática, artística, científica e de estrangeiras.
  2. Construção e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento, que ajudem na compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, de manifestações artísticas e de produção tecnológica.
  3. Selecionar, organizar, relacionar e interpretar informações e dados que ajudem na tomada de decisões para enfrentar situações-problema.
  4. Construir argumentação consistente, com base na apresentação de informações e conhecimentos multidisciplinares.
  5. Elaborar propostas de intervenção solidária na realidade, para solucionar o problema apresentado e recorrendo aos conhecimentos desenvolvidos, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Leia também:

Saiba tudo sobre a redação do Enem 

Exemplos de redações nota 1000 do ENEM para você se inspirar

Já a parte objetiva do Enem é dividida em quatro provas de diferentes áreas do conhecimento. Cada uma delas tem 45 questões de múltipla escolha e uma pontuação de até 250 pontos. Ou seja, a soma das notas das quatro provas vale até mil pontos.

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia;
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática;
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.

O que zera a redação do Enem?

De acordo com o sistema de avaliação do Enem, as provas objetivas não podem ser zeradas, mesmo que o aluno erre todas as questões. A nota mínima que um candidato pode obter na parte objetiva do Enem é 200 pontos. Contudo, devido ao nível do exame, é muito difícil que o participante atinja a nota máxima.

Entretanto, é possível que o candidato tenha sua redação zerada. Uma redação será anulada ou irá receber a nota zero se o participante cometer os seguintes erros na hora de escrever seu texto:

  • Fugir do tema proposto pela prova;
  • Não obedecer o tipo de redação solicitado, ou seja, não escrever no formato dissertativo-argumentativo;
  • Não atingir o número mínimo de 8 linhas;
  • Usar formas propositais de anulação, como impropérios, desenhos ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto;
  • Desrespeitar os direitos humanos. Até 2018, mensagens de ódio, racismo e preconceito eram motivos para anular a redação. Mas, apesar de não mais zerarem o texto, fazem com que o candidato perca pelo menos 200 pontos na prova;
  • Entregar a folha de redação em branco. O espaço destinado ao rascunho não é considerado pelos avaliadores;
  • Não conseguir demonstrar minimamente nenhuma das cinco competências avaliadas.

Dica de leitura: Veja o passo a passo de como fazer uma redação nota mil

Atenção com datas, horários e locais!

Preste muita atenção no local de sua prova e se agende para não esquecer os dias de avaliação. Se possível, marque todas essas informações em um papel, para não correr o risco de esquecer.

Atenção também com todos os horários da prova. Muitos candidatos acabam se atrasando e chegando ao local da prova depois que os portões são fechados. Nesse caso, são impedidos de entrar e fazer a prova. Prefira chegar com antecedência no endereço indicado.

Saiba mais: Veja como descobrir seu local de prova do Enem 2021

Datas do Enem

Nesta edição, o Enem conta com uma novidade: uma edição digital da prova. Porém, a maioria dos participantes ainda fará a edição tradicional do exame, em papel impresso.

Mas tenha cuidado! As duas versões ocorrem em datas diferentes, e você só poderá fazer a versão indicada na sua inscrição. Não se confunda.

Saiba mais: Veja como funciona e quem pode fazer a prova digital do Enem

Confira abaixo as datas do Enem 2020:

Enem Impresso

  • 17 de janeiro de 2021: Linguagens e Códigos, Redação e Ciências Humanas.
  • 24 de janeiro de 2021: Ciências da Natureza e Matemática.

Enem Digital

  • 31 de janeiro de 2021: Linguagens e Códigos, Redação e Ciências Humanas.
  • 07 de fevereiro de 2021: Ciências da Natureza e Matemática.

Horários da prova do Enem

Nem pense em se atrasar! Fique atento ao relógio e chegue com antecedência ao local de sua prova.

  • 11h30: Abertura dos portões
  • 13h: Fechamento dos portões
  • 13h30: Início das provas
  • 19h: Término das provas do primeiro dia
  • 18h30: Término das provas do segundo dia

IMPORTANTE: os horários acima estão de acordo com o fuso de Brasília. Se você mora em algum Estado com fuso diferente, consulte os horários específicos para sua região.

O que levar no dia da prova do Enem?

No dia das provas do Enem, o participante deve obrigatoriamente apresentar um documento de identidade oficial com foto. Pode ser o RG, CNH, Carteira de Trabalho, Passaporte ou Certificado de Reservista. Candidatos estrangeiros podem levar o registro de identidade emitido pelo Ministério da Justiça.

Além do documento de identidade, é obrigatório levar caneta esferográfica de tinta PRETA e fabricada em material transparente. Sem ela, o candidato não conseguirá responder a prova. Recomendamos que leve mais de uma caneta, assim, se uma falhar, você contará com uma reserva.

Apesar de não ser obrigatório, é aconselhado levar o Cartão de Confirmação de Inscrição impresso. Ele ajuda a localizar o local e a sala de prova e também pode ser usado para comprovar sua inscrição caso ocorra algum problema.

É permitido levar lanches e garrafa de água. Afinal, são quase 6 horas de maratona, e um lanchinho ajuda a manter o corpo e mente sãos. Também é permitido o uso de artigos religiosos como véu e quipá, desde que inspecionados pela segurança.

O participante também poderá entrar na sala onde será aplicada a prova com celular, mas este deve ser desligado e lacrado em envelope especial entregue no local. 

Desligue o celular! Mesmo em modo avião, ele pode emitir sons e sinais e, nesse caso, você será desclassificado.

O que não fazer durante o Enem?

Algumas atitudes do participante irão fazê-lo ser expulso do local da prova, impedi-lo de participar do exame e desclassificá-lo do Enem 2021.

Saiba o que você não deve fazer de jeito nenhum durante a aplicação do Enem:

  • Não apresentar documento de identidade válido;
  • Portar armas de qualquer espécie;
  • Agir com violência e desrespeito com qualquer outra pessoa;
  • Não desligar equipamentos eletrônicos, como celular e dispositivos móveis;
  • Entrar na sala com óculos escuros, bonés, chapéus e objetos similares;
  • Não permitir que lanches e artigos religiosos sejam vistoriados;
  • Recusar-se à coleta de dado biométrico;
  • Utilizar livros, notas, papéis ou qualquer tipo de material que não seja a prova;
  • Se comunicar, por qualquer forma, com demais candidatos durante a prova;
  • Sair da sala de prova, em definitivo, antes do horário de permanência mínimo (duas horas do início da prova);
  • No término da prova, não entregar ao aplicador o Cartão-Resposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho;
  • Se sair antes dos 30 minutos que antecedem o término da prova e não entregar ao aplicador o Caderno de Questões.

O que acontece depois do Enem?

Após a aplicação de todas as provas, o participante deverá aguardar a divulgação dos resultados.

Saiba mais: Confira o gabarito oficial do Enem

Você poderá acessar sua pontuação geral e também o espelho da redação na ?Área do Participante?, no site oficial do Enem. Para isso, precisará fazer o login com seu CPF e senha cadastrados durante a inscrição.

Com o resultado em mãos, você poderá se inscrever nos programas governamentais (Prouni, Fies ou Sisu) ou nas próprias instituições de ensino que aceitam o Enem. Mas lembre-se que cada programa ou instituição possui suas próprias regras e prazos. Não deixe de consultá-los.

Onde estudar com a nota do Enem?

Há muitas faculdades particulares que também aceitam a nota do Enem em seus processos seletivos para novos alunos. Contudo, cada instituição possui suas próprias regras, devendo o aluno conferir essas informações na própria universidade.

Para te ajudar nessa escolha, conheça algumas faculdades particulares bem reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem e oferecem ótimos descontos aos ingressantes:

Veja também: Descubra o que você pode fazer com a nota do Enem

O que você achou das regras do Enem 2021? Comente aqui se esse artigo te ajudou a se preparar melhor para o exame!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!