O que colocar no currículo?

Saiba o que colocar no currículo para se destacar entre os demais e ser escolhido para a entrevista de emprego!

Se você está em busca de uma experiência profissional, provavelmente se pergunta o que colocar em um bom currículo. Afinal, a gente sempre disputa por uma vaga com a intenção de ser o escolhido, não é verdade?

Bom, neste caso, o que é primordial e o que é dispensável? Se estivermos falando sobre uma primeira experiência profissional, as coisas acabam ficando um pouco mais confusas, já que muita gente acha que “não tem nada” de interessante para se colocar em um currículo. Mas isso não é verdade! Até porque, muitas outras competências – além do campo profissional – são requisitadas em uma vaga de emprego.

Como ser escolhido através do currículo?

Quando a gente participa de algum processo seletivo, nem imagina a quantidade de candidatos que pretendem entrar na mesma vaga. Às vezes, o recrutador recebe centenas, milhares de currículos!

Para que o seu currículo não se perca no meio de tantos outros, é importante saber estruturar o documento da forma correta. Dessa forma, o avaliador poderá, em poucos segundos, localizar suas qualificações, experiência e formação.

Antes de montar seu currículo, conheça alguns pontos fundamentais:

Como fazer um bom currículo?

Antes de se perguntar sobre o que colocar no currículo, lembre-se de uma dica de ouro: é necessário adequá-lo de acordo com o cargo e a empresa tão desejada. Por isso, se você quer muito uma vaga específica, atente-se às competências anteriores ou habilidades compatíveis com o cargo. Veja algumas dicas:

  • Ter o perfil correto para a vaga é fundamental, mas isso precisa estar muito claro no CV.
  • Conheça bem a empresa onde quer trabalhar e ajuste as informações de acordo com o perfil do lugar.
  • Jamais, em hipótese alguma, inclua informações ou experiências falsas.
  • Não exagere na quantidade de detalhes.
  • Preste bastante atenção aos erros de português (concordância, grafia). Eles podem causar má impressão ou até te desclassificar.

️ Está procurando emprego? Veja alguns modelos de currículos gratuitos para baixar e preencher!

Veja a seguir como estruturar corretamente as informações para ter um currículo perfeito:

O que é preciso ter no currículo?

O que é primordial de se ter em um currículo – independentemente da vaga a ser alcançada? Veja algumas orientações a seguir:

1. Dados pessoais no currículo

Deve ser a primeira informação do currículo. Coloque, em ordem, no início da página:

  • Nome completo.
  • E-mail.
  • Telefone de contato (fixo e celular) – lembre-se de ficar atento ao telefone que colocou no currículo e não perder ligações importantes!
  • Endereço do seu perfil em redes profissionais, como o LinkedIn (se tiver). Evite incluir perfil de redes sociais pessoais.
  • Cidade onde mora. Evite detalhes como bairro, rua e número da casa. Além de desnecessário, pode ser perigoso divulgar informações tão pessoais desta forma.
  • Idade ou data de nascimento (opcional).

Não precisa colocar RG, CPF, dados de carteira de trabalho, etc. O endereço de e-mail deve trazer apenas seu nome (não use e-mails “engraçadinhos”, apelidos ou perfis usados em games e aplicativos).

Além disso, não precisa colocar seu estado civil. Há alguns anos, este tipo de informação era super comum em currículos! Mas a verdade é que este tipo de informação, além de não ser muito relevante para a maior parte das vagas, pode ser perguntado na entrevista presencial. O foco é: colocar no currículo apenas aquilo que é importante, primordial e indispensável para a vaga.

pessoa-analisando-o-que-colocar-no-curriculo-guia-da-carreira

2. Área de atuação

Depois dos dados pessoais, inclua um campo com sua área de atuação, usando poucas palavras. Essa informação deve comunicar aquilo com o que você trabalha. Exemplo:

  • Recursos Humanos e Gestão de Pessoas

Jamais coloque cargos desejados nos objetivos (gerente de compras, assistente comercial, chefe de setor). Isso pode gerar uma interpretação negativa por parte do avaliador e fechar as portas para outras possibilidades. Deixe as opções mais abrangentes! Afinal, a gente nunca sabe o que nos espera na entrevista.

3. Formação

Descreva seus cursos de graduação e pós-graduação. Utilize os seguintes dados e use sempre a ordem do mais recente para o mais antigo:

  • Modalidade do curso
  • Título do curso
  • Instituição
  • Local do Curso
  • Período do curso (se já está concluído ou ainda em conclusão).

Exemplo:

  • Mestrado em Administração – Universidade Federal do Paraná (Curitiba/PR) – 2015 (em curso)
  • Graduação em Economia – Fundação Getúlio Vargas (São Paulo/SP) – 2011 a 2014.

4.    Qualificações

As qualificações representam, basicamente, aquilo que você está habilitado a fazer. Por exemplo:

  • Gestão de Pessoas: seleção de novos funcionários, desenho de plano de carreira, administração de pessoas.
  • Finanças: controladoria, fluxo de caixa, folha de pagamentos, relacionamento com fornecedores.

Não precisa fazer uma lista muito grande, mesmo que sejam importantes. Escolha apenas aquelas que têm a ver com a empresa onde você está concorrendo a uma vaga.

A não ser que o seu currículo carregue poucas qualificações. Aí você pode colocar mais alternativas! Mas, se tiver diversas habilidades, escolha as mais compatíveis com o cargo pretendido através do currículo.

Veja também: O que colocar no perfil profissional do currículo

5. Experiência Profissional

Aqui devem entrar suas experiências de trabalho mais recentes e as mais relevantes. Esta lista deve ter, no máximo, cinco ou seis tópicos. A ordem deve ser sempre da mais recente para a mais antiga.

Os dados que devem aparecer são:

  • Nome da empresa onde trabalha ou trabalhou
  • Período em que trabalhou nesta empresa (ou se ainda está nela)
  • Brevíssima descrição da empresa
  • Último cargo ocupado ou função realizada
  • Descrição das suas atividades nesta empresa

Exemplo:

Cia. Gestão Integrada de Pessoas Ltda. (2011-2015)

Empresa especializada em consultoria de recursos humanos para grandes corporações.

Cargo: Gestor de contratos

Atividades: Gerenciamento e execução de contratos da empresa.

  • Identificação de riscos, custos e atividades envolvidas.
  • Desenvolvimento de relatórios de produção, com análise crítica e recomendações.

6. Idiomas

Especifique o idioma que você domina e o grau de proficiência falada e escrita. Se não tiver domínio de outro idioma além do português, não inclua este campo, pois isto pode ser cobrado logo na entrevista de emprego.

7. Cursos e outras atividades

Inclua apenas os cursos técnicos, experiências no exterior, ou participação em eventos relevantes para a vaga. Basta colocar o título, a instituição, o local e a data. Exemplo:

  • Curso de formação em Gestão Corporativa, pelo Instituto Internacional de Gestão de Pessoas. Fortaleza (CE), 2014.
  • Curso avançado de gerenciamento de pessoas, pela Associação Brasileira de Recursos Humanos. Florianópolis (SC), 2015.

️ Está procurando emprego? Veja alguns modelos de currículos gratuitos para baixar e preencher!

O que colocar no currículo para primeiro emprego?                            

Quando as pessoas buscam saber maneiras de aprimorar seu currículo, esta é uma das perguntas chaves! E é muito possível que você tenha vindo até este texto por meio deste questionamento.

Quem ainda não tem experiência profissional prévia costuma acreditar que o currículo “Não tem nada” ou não é atrativo o suficiente. Entretanto, em uma vaga de emprego, muitas coisas são levadas em consideração, como o perfil do candidato.

Além disso, diversas vagas de trabalho buscam profissionais novos e sem experiência anterior no mercado de trabalho. Pode acreditar!

Se você ainda não tiver experiência profissional, veja: Como escrever meu primeiro currículo.

Como ter mais competências para colocar no currículo?

Se você está em busca de se aperfeiçoar para montar um currículo melhor, é sempre interessante almejar melhorias no campo das experiências profissionais e dos estudos. Por isso, se você ainda não tem um diploma de curso superior, conheça algumas universidades com cursos reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação) e com condições especiais para graduação presencial:

Ou na modalidade EAD (ensino a distância):

Veja também:
Aprenda a escrever um currículo simples e eficiente

E aí, você gostou das dicas sobre o que colocar no currículo? Se você já passou por isso anteriormente e tem alguma dica importante, compartilhe suas ideias conosco nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!